Como eliminar o catarro dos bebês?

· 18 de março de 2018
O catarro é um fluido que costuma aparecer nos primeiros meses de vida do bebê. Mas o que os pais podem fazer para acabar com o catarro?

É normal que os bebês tenham bastante catarro e muco nos primeiros meses de vida. Apesar disso, muitos pais se preocupam, especialmente quando isso ocorre em excesso. Tosse, insônia, problemas para respirar e até vômitos são algumas das consequências.

O fluido gelatinoso é produzido nas vias respiratórias. Esse fluido é chamado de “muco” quando é expelido pelas fossas nasais e “catarro” quando sai pela boca. Frequentemente é um sintoma de gripe, embora também possa aparecer sem ter nenhuma relação com resfriados.

Essa substância age como um defensor que combate o previne a propagação de bactérias ou vírus. Lubrifica o sistema para evitar a irritação e, além disso, detém os germes. Não é especificamente perigoso.

Complicações que o catarro pode gerar

Um bebê não sabe como cuspir ou assoar o nariz para expulsar a mucosidade e, assim, aparecem a tosse e os incômodos. A viscosidade se acumula, congestionando o nariz, a garganta e até os ouvidos. Isso acarreta infecções, inflamações e mal-estar geral.

Os pulmões também podem ser afetados. Uma quantidade considerável de catarro pode levar a uma infecção ou inflamação pulmonar. Mas não é preciso entrar em pânico. A mucosidade dificilmente vai desencadear uma patologia mais grave.

Outra dificuldade que pode aparecer é o amolecimento das fezes. Como o bebê não cospe, ele engole o catarro, que chega ao estômago. Se ficar ali, pode provocar náuseas ou vômitos. Por isso, não é completamente negativo expulsar o catarro pelas fezes.

o catarro

Consulta com o especialista

Nunca é demais marcar uma consulta com o pediatra para avaliar o estado de saúde da criança. Inclusive, deve ser uma regra levar a criança a uma consulta se ela não melhorar ou se aparecerem outros sintomas, como febre ou tosse crônica. Da mesma maneira, se a situação se mantiver por várias semanas, é preciso marcar uma consulta com o pediatra.

Geralmente, o médico vai pedir exames de laboratório para descartar doenças relacionadas. Se a criança estiver saudável, dificilmente vai precisar de remédios para expelir o catarro.

Mas uma coisa é certa: o pediatra poderá dar conselhos sobre a maneira correta de tratar essa situação em casa. Por exemplo, uma solução salina ou soro é suficiente para ajudar a criança nesse processo.

Como combater o muco e o catarro em casa?

Manter a calma é essencial e limpar as cavidades do nariz e da boca é uma tarefa que costuma ser simples. Você pode usar uma solução fisiológica que pode ser comprada em qualquer farmácia. Existem opções em spray, líquido e gotas.

O ideal é procurar um local confortável onde seja possível deitar o bebê de lado. É preciso segurar seus bracinhos para que ele não resista à aplicação. Em seguida, deve-se colocar o aplicador no nariz, mas sem introduzir completamente, e apertar. É adequado esperar alguns segundos e repetir na outra narina.

O efeito imediato da aplicação é a eliminação da mistura salina e do muco pelas fossas nasais. É por isso que se deve ter um pano esterilizado por perto ou uma gaze para limpar o muco. Os bebês costumam ficar incomodados com esse processo, assim depois será preciso dar carinho no colo para consolá-lo.

Se você perceber que ainda sobrou um pouco de fluido no nariz, é possível usar um aspirador nasal de borracha que serve para tirar esse excesso. Você também pode encontrar o aspirador nasal em quase todas as farmácias. A ponta do instrumento é colocada dentro da narina e, em seguida, se aperta a bola para que puxe o fluido.

A efetividade desse utensílio é boa, mas não se pode utilizá-lo com frequência. Durante o procedimento pode acabar irritando a cavidade nasal. Por isso, se não for usado com precaução, pode causar lesões.

o catarro

Aspirador bucal

Embora o aspirador seja usado no nariz, também serve para a garganta. Ele é colocado no final da língua, com cuidado, e pressionado para aspirar o catarro que estiver na garganta. É preciso fazer esse procedimento com rapidez para que não provoque ânsia ou vômito.

Outro método para eliminar o catarro requer a utilização dos dedos. Uma maneira de fazer isso é enrolar uma gaze no dedo indicador para introduzi-lo ligeiramente no nariz do bebê por alguns segundos. Sem fazer pressão e com um movimento suave, a viscosidade vai grudar na gaze.

Cuidados gerais

A hidratação é fundamental para evitar que o bebê tenha catarro. Ingerir água regularmente vai diluir a mucosidade. Além disso, vai facilitar sua digestão e evitar que o fluido fique ressecado e acabe irritando o nariz e a garganta. Da mesma maneira, os banhos com água morna também surtem efeito.

Por fim, os aparelhos para umidificar o ambiente também são recomendados.