Como enfrentar uma gestação múltipla?

· 25 de abril de 2019
Esperar gêmeos, trigêmeos ou quadrigêmeos é um esforço extra comparado às gestações com um bebê. Neste artigo, vamos nos aprofundar nos detalhes dessa experiência desafiadora, mas milagrosa.

A gravidez é, sem dúvida, um momento mágico na vida das mães e dos pais. A espera é cheia de anseios, os pais fazem planos e têm várias expectativas para a hora que o novo membro chegar. No entanto, se os pais recebem a notícia de que há dois ou mais bebês a caminho, a ideia de enfrentar uma gestação múltipla pode ser intimidadora no início.

Surpresa, alegria e preocupação são algumas das emoções mais presentes quando é preciso enfrentar uma gravidez múltipla. Os pais ficam apreensivos, e não é por menos. Felizmente, os futuros pais podem aprender como a lidar com a situação da melhor maneira e, assim, reduzir o medo.

Quão comuns são as gestações múltiplas?

Vários aspectos podem influenciar as chances de uma gestação múltipla. Embora nesse caso o principal fator seja a genética dos pais, a saúde e a idade também vão influenciar. Além disso, outros aspectos também são importantes como o número de gestações anteriores e até o peso das mulheres.

De qualquer forma, as chances de uma gestão múltipla ainda são relativamente baixas. Por exemplo, na Espanha 1 em 95 gestações são de gêmeos bivitelinos, ou seja, que se desenvolvem a partir de óvulos diferentes, enquanto apenas 1 em 250 são gêmeos univitelinos, isto é, quando um óvulo dá origem a duas vidas.

Por outro lado, quando a mulher recorre a técnicas de reprodução assistida, as chances de uma gravidez múltipla aumentam. O número sobe para aproximadamente 30%. Inclusive, de acordo com as estatísticas, 60% dos gêmeos são concebidos com essa técnica.

Quanto à possibilidade de uma gestação de três ou mais bebês, os números indicam uma probabilidade ainda menor. De acordo com a Federação Espanhola de Fertilidade, apenas 1 em cada 8.100 gestações são triplas e somente 1 gravidez em 729.000 são de quadrigêmeos.

A gestação múltipla traz mais desafios que a de um bebê só.

Recomendações para enfrentar uma gestação múltipla

Ao enfrentar uma gestação múltipla, algumas coisas podem variar em relação ao que é recomendado em gravidezes simples. Aqui estão alguns conselhos para você considerar nos próximos meses:

Descanse mais do que o habitual

Costuma-se dizer que a gravidez não é uma doença e que, portanto, a vida de uma mulher não precisa ser afetada. No entanto, essa afirmação pode não ser inteiramente verdadeira no caso de gravidezes múltiplas.

Por razões óbvias, o gasto de energia do corpo da mulher é muito maior. Por isso, é altamente recomendável reservar nutrientes e recursos para o desenvolvimento dos bebês que estão no útero da mãe.

Na verdade, esse é um ponto importante para evitar nascimentos prematuros nesse tipo de gravidez. Por exemplo, deitar-se do lado esquerdo ajudará a gestante a estimular o fluxo sanguíneo, e consequentemente, a nutrição dos bebês.

Acompanhe a sua saúde e a dos bebês

O controle de forma periódica com o ginecologista é fundamental em qualquer gravidez. No caso de gravidezes múltiplas, essas verificações são ainda mais importantes.

Além disso, o aumento das demandas nutricionais discutidas acima pode levar à necessidade de consumir suplementos alimentares. Entre os mais frequentes estão o ferro, o ácido fólico, o cálcio e vitaminas. Todos esses elementos são fundamentais para o desenvolvimento adequado dos bebês.

Cuide da sua dieta

O aumento de peso será ainda maior do que de uma gravidez de um único bebê. Como o organismo vai direcionar muitos recursos ao desenvolvimento dos bebês, ter uma dieta equilibrada torna-se fundamental.

Recomenda-se, portanto, seguir as instruções do médico para cada caso. Os legumes, as frutas, os cereais e o consumo abundante de água são grandes aliados para a saúde das mulheres nessa fase.

“Devido ao maior gasto de energia, é altamente recomendável reservar nutrientes e recursos para o desenvolvimento dos bebês que estão no útero da mãe.”

Acostume-se a receber ajuda

Tanto durante a gravidez quanto depois, a mãe sabe que terá que lidar com dois ou mais bebês, não somente um. Portanto, não se sinta mal em receber ajuda.

Muitas mulheres se prejudicam por ser super protetoras ou por querer fazer tudo sozinhas. Na verdade, não é a melhor opção. Não se sinta culpada se tiver que faltar do trabalho, por não conseguir fazer nada em casa ou se a sua mãe ficar a tarde inteira à sua disposição. Você e os seus pequenos não só precisam dessa ajuda como merecem.

Riscos associados a gravidezes múltiplas

Segundo as publicações da Sociedade Espanhola de Fertilidade, enfrentar uma gravidez múltipla implica a possibilidade de sofrer certas complicações. Estes são alguns exemplos:

Para os bebês

  • Mais da metade das gestações duplas e quase 90% das triplas não chegam à 37ª semana de gestação, o que leva ao parto prematuro.
  • Quanto maior o número de bebês, maior a possibilidade de nascerem com baixo peso.
  • Risco de crescimento intrauterino mais lento.
  • Em casos de complicações sérias, as chances de sofrer abortos ou mortes neonatais são maiores em gestações múltiplas.
As chances de parto prematuro aumentam em uma gestação múltipla

Para as mães

  • Sintomas como vômitos, náuseas, fadiga e ganho excessivo de peso são mais frequentes e mais intensos.
  • Em geral, as gestações múltiplas favorecem o aparecimento de hipertensão arterial.
  • Aumenta-se as chances de sofrer de diabetes gestacional.
  • No caso de gêmeos, o parto por cesárea ocorre em mais da metade dos casos. Para bebês triplos ou mais, é sempre recomendável.

No entanto, cabe destacar que muitas gravidezes múltiplas se desenvolvem perfeitamente. Ter uma gestação múltipla não indica necessariamente um risco inevitável. Para despertar um alerta específico deve ser combinada com outros fatores.

De qualquer forma, com os conselhos acima, enfrentar uma gestação múltipla pode se tornar uma experiência mais tranquila. Além disso, o fato de dar à luz vários bebês tão unidos desde a sua concepção certamente proporcionará momentos inesquecíveis ao longo de seu desenvolvimento.