Qual é o peso ideal das mulheres durante a gravidez?

· 9 de outubro de 2017

Devido aos esteriótipos atuais de beleza, manter o peso ideal durante a gravidez é uma das questões que tiram o sono de muitas mulheres. Não é raro que uma mulher grávida se pergunte “qual é o peso ideal das mulheres durante a gravidez?” ou “qual é o peso saudável a ser mantido?”

A quantidade de quilos que uma mulher pode ganhar durante a gestação varia muito. Do mesmo modo, o apetite de cada mulher varia nessa fase e portanto o peso que ela pode ganhar também.

Vamos supor que uma mulher tenha o peso ideal antes de engravidar. De acordo com especialistas, é recomendável que ela ganhe entre 11,5 kg e 16 kg durante toda a gravidez.

No entanto, vale lembrar que cada corpo é único e há mulheres que ganham menos quilos e outras que chegam a ganhar até 18 kg. O importante é que todas tiveram bebês saudáveis ​​e conseguiram recuperar o peso que tinham antes da gravidez.

Lembre-se: cada corpo é diferente. As comparações não valem a pena. Não force seu corpo a cumprir as expectativas que você construiu olhando o corpo de outra mulher. Siga sempre as instruções do médico de acordo com seus valores físicos e analíticos.

Você deve ganhar um quilo por mês?

Existe uma premissa que afirma que a mãe deve ganhar um quilo por mês, e se for assim, resultaria em um total de 9 kg durante toda a gravidez. Existem mães que chegam a ganhar até 18 kg, ou seja, ganham dois quilos por mês.

Tudo depende do corpo de cada pessoa e dos seus hábitos diários (alimentação, atividades físicas, etc…). Além disso, se você já tiver qualquer condição física que faça ganhar mais peso ou perder, isso sem dúvida afetará em como o seu corpo vai evoluir durante toda a gravidez, e consequentemente o seu peso.

Antes de tudo, não pare de se alimentar. Se você tiver desejos, coma. Modere no consumo de doces e carboidratos o máximo possível, mas não fique neurótica com isso. Enquanto você estiver saudável não há necessidade de sofrer.

Tenha em mente que o segredo é não se preocupar demais em manter uma silhueta que não é real.

 

Embora a mídia e a sociedade imponham padrões estéticos muito definidos você não deve se deixar levar, e deve seguir firme em seu próprio ritmo. Respeite o seu corpo e cuide de sua saúde.

Em nenhuma circunstância pare de comer. Esta medida é totalmente contraindicada durante a gravidez. Quando você come pouco, não queima gorduras e são produzidos os chamados corpos cetônicos, que podem atingir o bebê. Essas substâncias são tóxicos e podem prejudicar o seu sistema nervoso.

O peso ideal e a alimentação

É muito importante que as mulheres grávidas nunca limitem a sua alimentação, essa não é a melhor hora para fazer isso. Em vez disso, este é o momento de escolher bem o que se deve comer.

O ideal é comer principalmente alimentos de origem vegetal como frutas e legumes, não abusar das carnes vermelhas consumindo no máximo três vezes por semana. As carnes brancas são as mais recomendadas.

Também recomenda-se consumir produtos lácteos com baixo teor de gordura, azeite de oliva, leguminosas; optar por alimentos integrais em vez daqueles feitos com farinha refinada como em pães, cereais e arroz. Deixe de lado os alimentos que você não precisa, como os embutidos e congelados, e os junk foods, como hambúrguer, batata frita, etc…

“Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”
-Hipócrates-

Se por um lado, a mulher não pode ficar obcecada com o peso que ela está ganhando durante a gravidez e nem deve tentar comer menos, por outro lado também não pode pensar que o excesso não importa, já que vai ganhar peso de qualquer jeito.

Há mulheres que aproveitam o aumento do apetite para saborear alguns pratos ou receitas que são pouco recomendados tanto para elas quanto para o bebê. Quando uma pessoa come muito mais do que precisa, os adipócitos se tornam maiores e maiores, aumentando o seu volume.

mulher grávida em cima da balança

 

Obviamente, quanto mais peso uma mãe ganha por excesso de comida, mais difícil será para retornar ao seu peso inicial.

Ganho de peso por trimestre

  1. A mulher ganha pouco peso no primeiro trimestre da gravidez. O aumento de peso geralmente é entre 0,5 e 1,5 kg. Existem mulheres que não chegam a engordar nem a emagrecer devido a náuseas e vômitos, que são característicos dessa fase.
  2. No segundo trimestre, recomenda-se um ganho de peso entre 3,5 e 4 kg.
  3. No terceiro trimestre é quando acontece o maior aumento de peso. Até então o feto estava em fase de desenvolvimento, mas quase não aumentava de peso. Nesse último semestre recomenda-se um ganho de 5 a 5,5 kg, ou seja, cerca de 400 gramas por semana.

Meu bebê nascerá menor se eu comer menos?

A resposta é sim. Se a alimentação da mãe for muito limitada e ela não conseguir fornecer os nutrientes necessários, pode acontecer que o seu filho tenha pouco peso ao nascer. Por isso é recomendável não passar fome sob qualquer circunstância e ter uma alimentação saudável e equilibrada.

Antigamente acreditava-se que uma mulher grávida deveria comer por dois. Ela certamente deve comer por ela e pelo bebê, mas isso não significa que ela tenha que comer literalmente o dobro. A mulher deve ter consciência de que não adianta comer a mais para que o seu bebê nasça maior, quem ficará com o peso extra será ela mesma e não o bebê.

Finalmente queremos lembrá-la de que, o peso ideal não existe. Não há um valor único que determine como cada uma deve ser. Tudo isso não passa de um modelo de pensamento social.