Os melhores suplementos para uma mãe gestante

· 29 de maio de 2017

Os suplementos para uma mãe gestante pode ser necessário se você deseja garantir o desenvolvimento normal do bebê. Especialmente quando a mãe não tem uma dieta balanceada, com todos os nutrientes necessários para essa fase.

As necessidades nutricionais de cada mulher são diferentes. Por isso, se você julga necessário tomar algum suplemento, é preciso consultar um médico antes de escolher qual tomar. Você também deve consultá-lo se, ao tomar, algum efeito não desejado aparecer.

Os melhores suplementos para uma mãe gestante

1. Ácido fólico. O suplemento de ácido fólico é muito recomendado pelos médicos, o ácido fólico natural e o artificial sejam diferentes. Ambos trazem benefícios às mães gestantes. A quantidade ideal de ácido fólico que se deve consumir todos os dias é de 1200 mcg. Ele é importante para prevenir anomalias no desenvolvimento do bebê.

2. Multivitamínicos pré-natais são suplementos para uma mãe gestante excrescenciais. Pode ser que a mãe não precise de um suplemento de vitaminas para permanecer saudável. Mas, quando há uma dieta limitada em nutrientes é necessário consumir esses suplementos para melhorar o desenvolvimento do bebê em cada fase da gravidez. Certifique-se de obter as vitaminas suficientes na sua dieta ou por meio de um suplemento indicado pelo seu médico.

3. Ácidos graxos, ômega 3 excelentes suplementos para mães gestantes. Os óleos como o de fígado de bacalhau fornecem gorduras essenciais e saudáveis ao desenvolvimento do bebê. Além disso, previne doenças inflamatórias. O ômega 3 contribui para que a recuperação do pós-parto seja mais rápida e para que o organismo do bebê assimile melhor as vitaminas. Se não quiser incluir essa substância na sua alimentação você pode consumir em forma de cápsulas.

4. Probióticos. São bactérias saudáveis para o organismo e reduzem a possibilidade de desenvolver infecções. Os probióticos garantem que o sistema digestivo das crianças se desenvolva de uma forma saudável durante toda a vida. Essas bactérias também previnem a constipação na mãe e reduzem o risco de sofrer inflamações no sistema digestivo. Também é recomendável continuar ingerindo probióticos durante a amamentação.

suplementos

5. Vitamina D3 um dos suplementos para uma mãe gestante mais importante. Essa vitamina pode reduzir o risco de doenças, como a diabete gestacional, durante a gravidez. Também é importante para o desenvolvimento ósseo e hormonal do bebê e para melhorar o funcionamento do sistema imunológico. Se preferir incluir esse suplemento durante a gravidez, você deve fazer controles periódicos para que os níveis desse nutriente não excedam o limite recomendado.

6. Magnésio. Todas as pessoas precisam obter esse mineral. Mas durante a gravidez ele é especialmente necessário. A ausência de magnésio pode causar deficiências no crescimento fetal, pré-eclâmpsia ou inclusive a morte do bebê. O magnésio contribui para o crescimento dos tecidos e para uma melhor absorção dos nutrientes pelo bebê. A dose recomendada desse mineral é de 500 mg.

7. Óleo de coco. Dentre os suplementos, o óleo de coco é uma substância natural recomendada para mães gestantes. Incluir essa substância nas suas receitas cotidianas ajuda a potencializar o sistema imunológico, o desenvolvimento cerebral do bebê, e melhora a qualidade do leite materno. É uma das gorduras saudáveis que você pode considerar incluir no seu plano de alimentação.

O que não pode faltar na sua dieta de suplementos para uma mãe gestante

suplementos para uma mãe gestante

1. Uma boa quantidade de proteína. É necessário consumir boas fontes de proteína como aquelas presentes no frango, nos ovos e nos frutos do mar. As carnes de animais que foram alimentados organicamente são muito mais adequadas para mãe e filho. Além disso, reduzem o risco de anemia.

2. Grandes porções vegetais, especialmente aqueles de cor verde. Os vegetais dessa cor contêm ácido fólico, uma substância importante para o crescimento do bebê. Também contêm muitos outros nutrientes. Esses alimentos previnem a prisão de ventre e garantem o recebimento de quantidades suficientes de vitaminas e minerais.

3. Gorduras saudáveis. A gravidez não implica renunciar a esses alimentos. Pelo contrário, se você preferir as gorduras saudáveis estará contribuindo com o desenvolvimento cerebral do seu bebê e com a construção de tecidos e órgãos. Para a mãe esse tipo de gordura faz com que o leite materno seja mais abundante e de melhor qualidade.

Alguns elementos que devem ser evitados durante a gestação

  • Alimentos e bebidas adoçadas artificialmente
  • Aditivos químicos
  • Gorduras trans e óleos
  • Ervas, medicamentos ou suplementos que tenham alguma contraindicação
  • Alimentos que são conservados em recipientes de alumínio ou plástico
  • Corantes artificiais