Como fazer para que as crianças experimentem novos alimentos?

Coloque em prática essas dicas para introduzir novos alimentos na dieta do seu filho. Tenha consciência de que uma criança adequadamente alimentada vai manter uma saúde mais estável.

A construção de hábitos saudáveis deve começar desde o início do aleitamento materno. Depois, esses hábitos vão se consolidar quando a dieta começar a variar e tiver início a introdução de alimentos sólidos. Assim, pouco a pouco, você deve oferecer novos alimentos ao seu filho. Esse processo vai contribuir para que nos anos seguintes as crianças cresçam saudáveis e conscientes da própria alimentação.

Siga estas recomendações para conseguir fazer seus filhos experimentarem opções diferentes e saudáveis. É importante que cada refeição forneça as vitaminas, os minerais e outros elementos necessários para o crescimento saudável das crianças.

Recomendações para que seu filho receba bem os novos alimentos

Seja persistente

Quando as crianças começarem a experimentar novos alimentos, não desista na primeira vez que elas rejeitarem. Continue com o processo durante alguns dias. Além disso, assim você também pode verificar a existência de possíveis alergias alimentares.

Ao completar o primeiro ano de idade, o bebê deve ter uma dieta com frutas, legumes, grãos e fontes de proteína.

Crie rotinas

Se seu filho já estiver no processo de se alimentar sozinho, procure fazer com que ele faça parte das rotinas da família. Estabeleça um horário para cada refeição principal e não ofereça alimentos em excesso entre as refeições.

Embora seja tentador dar algumas bolachas ou leite antes do jantar, isso vai alterar a rotina de alimentação da criança e seu metabolismo.

novos alimentos

Certifique-se de que a criança esteja com fome

O segredo para que as crianças consumam novos alimentos é saber que elas estão com fome quando forem experimentar. Se seu filho comeu alguma coisa um pouco antes da refeição, não vai querer experimentar novos alimentos.

Se já passou uma ou duas horas desde o último lanchinho da manhã ou da tarde, com certeza as crianças já vão querer comer de novo.

Preste atenção na apresentação

As crianças vão se sentir mais atraídas pelos pratos se você apresentá-los de uma forma interessante, agradável aos olhos também. O atrativo visual é uma das estratégias que você pode colocar em prática para ensinar as crianças a se alimentarem bem.

Lembre-se de que uma percepção visual positiva está associada com uma maior satisfação. Se você fizer um ursinho de arroz e decorar com vegetais, por exemplo, a apresentação vai deixar as crianças mais interessadas.

Uma os novos sabores com os que a criança já conhece

Se ela já conhece o sabor da maçã e você misturar com outra fruta, há mais chances da criança gostar do sabor. Isso funciona, principalmente, para as crianças mais velhas que podem questionar sobre os novos sabores.

Cultive alimentos em casa

Se você tem espaço para uma horta ou um jardim, incentive seus filhos a participarem do cultivo dos próprios alimentos.

Se as crianças acompanharem todo o processo de uma fruta ou um legume até chegar à mesa, a experiência com certeza será diferente. Quando você for preparar os alimentos, também é positivo pedir a ajuda e a companhia das crianças.

Evite oferecer alimentos substitutos

Se você quiser que a dieta do seu filho tenha variedade de alimentos e fontes de nutrientes, evite o plano B. Quando as crianças souberem que se não comerem determinado alimento elas vão receber outro em substituição, não vão querer experimentar coisas novas.

Se você já estabeleceu um cardápio, todos os membros da família devem seguir, sem exceções.

novos alimentos

Consuma e cozinhe alimentos diferentes

Não é sensato pedir para que as crianças tenham uma dieta variada se você mesmo não tiver. Procure ser inovadora nas suas receitas. E mesmo que use os mesmo ingredientes sempre, varie no preparo ou na apresentação.

Evitar que as crianças sejam muito exigentes com os alimentos também é uma questão de exemplo. As crianças adotam para a própria vida os hábitos que aprendem em família.

Leve as crianças para fazer compras

Se você não pode cultivar frutas e legumes em casa, leve seus filhos para ajudar na hora de fazer compras. É uma boa oportunidade para ensinar os pequenos a escolherem alimentos mais saudáveis que vão servir para preparar as refeições. Converse sobre os aspectos gerais e as características dos alimentos que você comprarem.

O crescimento e o desenvolvimento dos seus filhos vão depender, e muito, da variedade e da riqueza nutricional das refeições.

Tenha em mente que os alimentos não contribuem apenas para o físico, eles também desempenham um papel importante no desenvolvimento cognitivo das crianças. Faça com que o momento das refeições seja divertido e positivo para todos.

Recomendados para você