Como praticar meditação com as crianças

Para algumas pessoas, a meditação é uma excelente ferramenta para garantir um dia tranquilo. No artigo a seguir, descubra como incentivar essa prática nas crianças.
Como praticar meditação com as crianças

Última atualização: 21 Setembro, 2021

Práticas contemplativas como a meditação estão se tornando mais populares a cada dia. Não é por acaso que essa técnica antiga agora está sendo implementada nas escolas do primeiro mundo.

Na verdade, esse “boom” do mindfulness tem a ver com muitos elementos, e um deles é que os cientistas estão provando que a meditação pode ajudar as crianças a acalmar a mente, a concentrar a atenção voluntariamente e a administrar com muito mais eficiência suas emoções.

Todos esses benefícios têm feito cada vez mais pais e adultos se interessarem em disseminar as práticas meditativas, pois elas também contribuem para que as crianças de hoje, que serão os adultos de amanhã, se tornem pessoas mais focadas, afetuosas e compassivas. Qualidades que são cada vez mais raras em nossa sociedade.

Luzes para ensinar meditação

Atualmente existem muitos centros e locais onde crianças e também adultos podem aprender técnicas contemplativas ou meditativas, que ajudam a desenvolver a atenção. A maioria dessas técnicas se baseia nas seguintes etapas:

Respiração consciente

Convide seu filho a se sentar em uma posição confortável para ele, mas que não o induza a adormecer. A famosa posição de lótus é a ideal, mas também é possível se sentar uma cadeira ou almofada. O importante é que a postura não convide ao adormecimento. Deve ser uma postura digna e relaxada.

Depois de se sentar confortavelmente, a criança deve aprender a concentrar sua atenção na respiração. Há muitas maneiras de fazer isso. Uma delas é contar de 1 a 10, encaixando cada número em uma inspiração e expiração e, claro, afastando os pensamentos que invadirão nossa mente.

 

Outra forma é sentir como o ar entra e sai, focando nas mudanças que ocorrem em nosso corpo ao realizar esse processo. Esse exercício ajuda a aquietar a mente aos poucos.

Ouvir uma meditação guiada e seguir as instruções também é uma forma de começar. Na internet você encontrará muitas dessas meditações e pode tentar ouvir um com seu filho diariamente.

Acalmar a mente

Aprender a focar a mente na respiração e na percepção do ar conforme ele entra e sai do corpo tem um objetivo: aquietar a mente. O estado de quietude que se busca é o de vigilância atenta, porém relaxada, segundo um programa chamado Redes.

É uma atenção sem esforço, que se assemelha ao estado de vigília ou repouso alcançado antes de adormecer. Esse estado pode ser identificado porque o corpo está relaxado e não há diálogo interno. Ou seja, há silêncio interior.

Esse silêncio interior pode ser alcançado apenas por alguns segundos, mas nesses poucos segundos nossa mente estará em uma situação de total calma.

A meditação pode ajudar as crianças a acalmar suas mentes, concentrar voluntariamente sua atenção e controlar suas emoções com muito mais eficiência.

Benefícios da meditação

Aprender a meditar é uma arte. O estado ideal de relaxamento descrito acima é alcançado com paciência e perseverança. A combinação de ambas as qualidades resulta no cultivo de uma disciplina milenar que traz benefícios como:

  • Adquirir a capacidade consciente de relaxar.
  • Diminuição dos níveis de estresse.
  • Desenvolvimento da atenção.
  • Promoção da capacidade de perceber detalhes.
  • Aperfeiçoar a capacidade de memorização.
  • Melhorar a capacidade de gerenciar emoções.

 

A meditação muda a maneira como aprendemos

A especialista em aprendizagem social e emocional Linda Lantieri explica que a prática regular de atividades contemplativas como a meditação pode revolucionar nossa sociedade.

Especificamente, ela destaca que a prática regular de meditação muda a maneira como as crianças aprendem. Isso ocorre basicamente porque o gerenciamento eficiente das emoções ajuda o pequeno a reduzir seus níveis de frustração e também a se sentir mais autônomo.

E o fato de uma criança se sentir menos frustrada e mais autônoma faz a diferença. A esse estado acrescentamos que a meditação ajuda a focalizar a mente de forma voluntária, o que é uma vantagem para os bebês de nossa época, que estão imersos em uma sociedade que os expõe a muitos estímulos externos.

Uma das vantagens mais notáveis da prática constante da meditação é que ela ajuda as crianças a se concentrarem melhor nas aulas. Mas, além disso, as práticas contemplativas – segundo Lantier – ajudam as crianças a estarem mais atentas e sensíveis ao outro, assim como a tomarem melhores decisões. E essa é a mudança na educação que o mundo necessita.

Pode interessar a você...
Atividades de mindfulness e meditação para famílias
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Atividades de mindfulness e meditação para famílias

Existem atividades de mindfulness e meditação que são excelentes para fazer em família. Elas aumentam a empatia e promovem a felicidade. Confira!



  • Comas, S. (2016). Burbujas de paz: pequeño libro de Mindfulness para niños (y no tan niños). Nube de Tinta.
  • Snel, E. (2008). Tranquilos y atentos como una rana. Animal Genetics. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004
  • Ruiz Lázaro, P. J., Rodríguez Gómez, T., Martínez Prádanos, A., & Núñez Marín, E. (2014). Mindfulness en Pediatría: el proyecto” Creciendo con atención y consciencia plena”. Pediatría Atención Primaria, 16(62), 169-179. http://scielo.isciii.es/scielo.php?pid=S1139-76322014000300011&script=sci_arttext&tlng=en