Como o tempo excessivo de tela influencia as crianças?

29 de setembro de 2019
Passar tempo demais na frente da tela pode afetar a saúde das crianças. O uso responsável dos aparelhos vai proporcionar uma exposição mais saudável.

Hoje em dia, as crianças começam a usar telefones celulares, tablets ou outros aparelhos eletrônicos desde cedo. O tempo excessivo de tela pode ter um impacto negativo na saúde física e cognitiva das crianças. Tendo isso em vista, é essencial estabelecer limites para a exposição das crianças às telas.

O tempo de tela

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elaborou em 2019 o documento Guidelines on physical activity, sedentary behaviour and sleep (“Diretrizes sobre atividade física, comportamento sedentário e sono”) no qual descreve uma série de orientações sobre a exposição de crianças às telas.

A OMS é clara em relação às crianças mais novas. O tempo de tela para crianças menores de um ano deve ser zero. Quanto às crianças de um a quatro anos, o tempo de tela não deve exceder uma hora.

Como o tempo de tela excessivo influencia as crianças?

O documento afirma que os pais devem controlar o conteúdo que seus filhos veem. Assim, eles devem escolher uma programação de qualidade, preferencialmente educativa. Além disso, o texto afirma que é necessário que os pais acompanhem os filhos para explicar o conteúdo ao qual estão assistindo.

Consequências nas crianças após o tempo excessivo de tela

O principal afetado pelo tempo excessivo de tela é o corpo da criança. Afinal, os problemas físicos desencadeados são múltiplos.

Por um lado, as crianças estão ficando mais sedentárias. Essa é uma questão cada vez mais preocupante, pois constitui um fator de alto risco para a obesidade infantil.

A OMS define sedentary screen time (tempo sedentário de tela) como o tempo que passamos passivamente assistindo televisão, computador, celular, etc. No entanto, esclarece que essa definição não inclui jogos de tela ativos em que a atividade ou o movimento são necessários.

Por outro lado, são identificados desconfortos físicos em áreas mais específicas do corpo causados pelo tempo excessivo de tela:

  • A criança apresenta dores de cabeça e olhos secos. Isso pode ser causado por olhar para a tela por um longo período de tempo.
  • Manter o olhar fixo por muito tempo pode causar dores nas costas e no pescoço.
  • Se o pequeno reclamar que sente dor nas mãos, pode ser causada por movimentos repetitivos com os dedos depois de ter brincado com o celular ou o videogame por horas.

Dicas para um tempo de tela saudável

  • Incentive a criança a ser mais ativa fisicamente. O objetivo é que a atividade física faça parte da sua vida diária, do seu estilo de vida. Aproveite o tempo de tela para as crianças realizarem exercícios físicos. Inclusive, há videogames que exigem atividade física para jogar.
Como o tempo de tela excessivo influencia as crianças?

  • Determine regras para que criança reduza o tempo de tela. Embora a ideia de ter regras sobre o uso de aparelhos móveis ou de computador não a agrade, ajudará a determinar um equilíbrio adequado de exposição às telas.
  • Incentive a criança a manter uma boa postura. Por exemplo, manter o celular no nível dos olhos e fazer pausas após 30 minutos de exposição às telas ajudam a melhorar a postura.

“A tecnologia é apenas uma ferramenta. Mas para fazer as crianças trabalharem juntas e motivá-las, o professor é o mais importante.”
-Bill Gates-

Não é preciso que as crianças parem de usar telefones celulares, computadores ou outros aparelhos. Trata-se apenas de que a quantidade de tempo que dedicam às telas seja saudável. Para isso, basta simplesmente reduzir o tempo de sedentário tela, prestar atenção em manter uma boa postura e, acima de tudo, praticar atividade física.

  • World Health Organization. (‎2019)‎. Guidelines on physical activity, sedentary behaviour and sleep for children under 5 years of age. World Health Organization. http://www.who.int/iris/handle/10665/311664. Licencia: CC BY-NC-SA 3.0 IGO