Comportamentos que podem ser sinais de autismo

19 de abril de 2017

É natural que como pai ou mãe você não queira que seu filho tenha um problema de qualquer tipo, mas quando nos referimos ao autismo, é melhor detectar rápido, na medida do possível antes dos 18 meses de idade. É necessário ter noção de quais são os mais evidentes sinais de autismo.

Se essa descoberta não acontece e o autismo é detectado mais tarde, não é necessário perder o ânimo, o tratamento pode começar em qualquer etapa e dá para reduzir substancialmente os efeitos dessa condição e ajudar seu filho a crescer com melhor qualidade de vida e aprender mais rápido.

O que é autismo?

Antes de mencionar quais são os principais sinais do autismo temos que começar por conhecer no que consiste essa condição.

 Por ter sinais similares à de outras condições que afetam também o desenvolvimento das crianças, o autismo pode ser confundido facilmente. O autismo implica ter um grupo de complicações no desenvolvimento cerebral e suas características são classificadas em vários níveis.

O autismo pode manifestar-se em dificuldades para interagir socialmente, para comunicar-se verbal e não-verbalmente, e outro de seus principais sinais é a execução de comportamentos repetitivos.

Os sinais de autismo nas crianças mais pequenas:

Os pontos a seguir são ações que as crianças com autismo não conseguem realizar:

  • Não faz contato visual (quando você fala com ele, quando ele está comendo ou jogando com você).
  • Não sorri quando outras pessoas próximas sorriem para eles.
  • Não responde quando alguém chama por seu nome, ou quando escuta uma voz familiar.
  • Não segue visualmente os objetos que são mostrados.
  • Não usa gestos para comunicar-se (como mover as mãos para cumprimentar ou se despedir).
  • Não olha para objetos que você mostra com suas mãos e outras partes de seu corpo.
  • Não costuma fazer barulhos para chamar sua atenção quando quer ou precisa de algo.
  • Não responde como se espera a abraços ou gestos de afeto.

Nothing compares...

  • Na hora da brincadeira, não imita ou responde a seus movimentos, ou expressões faciais que você faz para ele.
  • Não levanta suas mãos quando quer que você segure e as levante.
  • Não joga com outras pessoas nem demonstra interesse ou alegria durante a hora de brincar.
  • Não pede ajuda quando não tem a capacidade de realizar algo por si próprio.

Sinais de alerta que você deve prestar atenção, por idade 

Aos 6 meses. Não sorri com frequência nem demonstra expressões de alegria ou felicidade.

Aos 9 meses. Não faz barulho, sorri, ou usa expressões faciais para se comunicar.

Aos 12 meses. Não responde quando chamado, não balbucia (a primeira etapa da comunicação oral), não responde gestos e ações como assinalar ou pegar algum objeto.

Aos 16 meses. Ainda não falou uma palavra

Aos 24 meses. Não construiu suas primeiras frases (compostas pelo menos por duas palavras)

Sinais de autismo em crianças maiores de dois anos

Pearl's Silent Wish

  • Parece desinteressado ou não tem consciência de que outras pessoas se encontram a seu redor.
  • Não sabe como interagir com outras pessoas, jogar ou fazer amigos.
  • Prefere que as pessoas não a toquem, levantem ou demonstrem afeto.
  • Não costumam se envolver em jogos em grupo, não imitam crianças da mesma idade, nem usam os brinquedos de forma criativa.
  • Têm dificuldades para falar sobre seus sentimentos.
  • Parece que não escutaram quando outras pessoas falaram com ele.
  • Não compartilha seus feitos ou interesses com as pessoas mais próximas.
  • Fala com um tom de voz pouco comum, ou com um ritmo não muito compreensível.
  • Repete as mesmas palavras ou frases constantemente.
  • Quando alguém pergunta algo a ele ou ela, repete essa pergunta ou não dá uma resposta clara.
  • Se refere a si mesmo falando na terceira pessoa.
  • Comete muitos erros gramaticais ou de vocabulário quando fala.
  • Tem dificuldade para comunicar suas necessidades e desejos.
  • Não executa instruções simples.
  • Não compreende o tom a ser usado ou que foi usado quando há uma fala.
  • Evita o contato visual.
  • Usa expressões faciais que não estão relacionadas com o que é dito.
  • Seu comportamento é um pouco robótico porque não costuma fazer gestos ao se comunicar.
  • Não tem uma postura corporal adequada.
  • Segue uma rotina muito rígida.
  • Tem dificuldade para adaptar-se à mudanças em sua rotina e tarefas.
  • Arruma as coisas de forma muito metódica.