Fazer com que a criança durma na própria cama: algumas dicas!

· 22 de janeiro de 2019
Conseguir que a criança durma na própria cama pode ser uma tarefa que exige muito tempo, compromisso e, acima de tudo, paciência. No entanto, com carinho, respeito e compreensão, isso pode ser alcançado.

Se você ainda não deixou seu bebê sozinho na cama ou se seu filho começou a “mudar de quarto” à noite, você deve fazer todo o possível para reverter a situação. Conseguir fazer com que a criança durma na própria cama é difícil, mas não impossível. Neste artigo, daremos algumas dicas para conseguir isso.

Por que a criança não dorme sozinha

Talvez você não tenha conseguido fazer com que seu bebê durma em seu próprio quarto e queira que ele fique colado em você. Talvez seu filho tenha pesadelos e essa seja a desculpa perfeita para ele correr para o seu quarto à noite.

Ou pode ter havido mudanças na rotina da família – por exemplo, férias – e a criança ficou desacostumada a ter seu próprio quarto.

Você deve saber que dormir sozinho é fundamental no desenvolvimento dos pequenos, pois assim eles podem dominar seus medos e aprenderem a ser mais independentes. Claro, não podemos esperar que da noite para o dia – literalmente falando – a criança fique sozinha em seu quarto sem problemas.

Existem diferentes razões pelas quais seu filho não quer dormir em seu próprio quartoA mais comum é a necessidade de afeto ou “apego”. Mas também pode ser porque ele tenha medo do escuro, o que é comum até os três ou quatro anos de idade.

Há casos de crianças com eventos traumáticos e, claro, há também a falta de costume. Não se esqueça que os seres humanos se apegam a hábitos que geram segurança. Então, a criança vai pensar: “Por que eu deveria dormir sozinho se me sinto tão bem quando estou perto da mamãe?”

É claro que, em algum momento, as crianças devem se tornar independentes das camas de seus pais e terem seu próprio espaço. Para o bem delas, e até mesmo para o bem do casal, para que eles possam desfrutar a privacidade e descansar novamente.

durma na própria cama

Dicas para fazer com que a criança durma na própria cama

Conseguir fazer com que a criança durma na própria cama parece ser uma missão impossível. No entanto, com perseverança, empenho e suficiente ‘postura’ para que a criança entenda onde deve passar a noite, podemos alcançar esse objetivo… e todos irão relaxar à vontade!

1.Primeiro objetivo: deitar e adormecer

Para conseguir isso, você deve acompanhá-la ao quarto e ficar com ela até que esteja completamente adormecida. Lembre-se de que o que conforta a criança não é a cama, mas a presença da mãe ou do pai. Se ela não tem nada a temer, irá adormecer.

Espere até que ela tenha adormecido completamente. Às vezes, elas nos enganam e, quando nos movemos um pouco, abrem os olhos e começam a chorar.

Seja paciente, talvez esse processo leve vários dias. Quando ela estiver dormindo, muito lentamente levante-se e vá para o seu quarto. É aconselhável que você deixe a porta aberta, de ambos os ambientes.

“Dormir sozinho é fundamental no desenvolvimento dos pequenos, pois assim eles podem dominar seus medos e aprenderem a ser mais independentes”

2. Segundo objetivo: evitar que a criança vá para o seu quarto

Com muita paciência, amor e carinho, você terá que assumir o trabalho de “devolvê-la” à própria cama quando, de madrugada, ela acordar e aparecer abraçada a você ou no meio de ambos os pais. Algumas crianças podem ser muito furtivas e não alertam os adultos de que mudaram de cama.

Se você acordar e seu filho estiver ao seu lado, o que você deverá fazer é levá-lo para o quarto dele e repetir o processo do passo anterior caso ele tenha acordado no caminho.

criança dormindo com ursinho

3. Terceiro objetivo: dormir sozinho

Nesse ponto, seu filho já não deverá mais acordar no meio da noite e correr para o seu quarto. A partir de então, você pode ser um pouco mais permissiva com as atividades que giram em torno do sono. Isso significa que se antes você desligava o abajur, poderá deixá-lo ligado por algum tempo até que a criança adormeça.

Você também deve aceitar que ela leve um brinquedo para a cama ou mesmo que seu animal de estimação durma ao seu lado para protegê-la. Dessa maneira, ela se sentirá segura sem precisar que você fique ao lado dela.

Conseguir fazer com que a criança durma na própria cama não é uma tarefa fácil, mas leva algum tempo. O mais importante é começar pouco a pouco e melhorar a cada dia.

Levará dias, semanas ou até mesmo meses até que você mude tais hábitos de seu filho. E muito importante: ambos os pais devem concordar e permanecer firmes, de modo que o pequeno perceba que as regras são sagradas na casa.