Crianças descalças: quais são os benefícios?

· 22 de janeiro de 2019
Ficar descalça em casa, pelo menos por um tempo todos os dias, ajuda a criança a melhorar o seu equilíbrio e, por consequência, a sua postura corporal.

Assim que nascem, colocamos sapatinhos e outros tipos de calçados nas crianças para protegê-las de objetos pontiagudos, germes, sujeira e qualquer outra ameaça externa. Embora a preocupação dos pais seja válida, pode ser contraproducente evitar a todo custo que as crianças passem algum tempo descalças.

Muitas vezes, os pais insistem que as crianças usem sapatos o tempo todo, principalmente porque desconhecem os múltiplos benefícios de que elas fiquem descalças. Quando as crianças não estão com os sapatos de sair, elas têm os de ficar em casa, e assim por diante, dia após dia.

Vale lembrar que, até os 8 ou 9 meses de idade, os bebês têm uma maior sensibilidade na sola dos pés do que nas palmas das mãos. Por isso, sabe-se que acariciar os pés influencia diretamente tanto na sensibilidade tátil quanto no desenvolvimento neurológico.

Por que é necessário permitir que as crianças fiquem descalças?

É necessário permitir que as crianças fiquem descalças em momentos específicos diariamente para que, assim, elas possam se desenvolver com mais segurança no ambiente.

E com isso não estamos só nos referindo ao fato de andar com uma boa postura e manter o equilíbrio, mas também ao fato de que, ao estabelecer uma conexão direta com o chão, é criada uma segurança até mesmo emocional.

Em outras palavras, pisar no chão com a sola do pé pode ampliar o sentimento de familiaridade e, com isso, de sentir confiança em si mesmo.

1. Melhora o desenvolvimento do pé

As crianças precisam ter, diariamente, um tempo sem sapatos. Embora possamos não acreditar, isso ajuda o pé a se desenvolver fisicamente sem obstáculos. Nesse sentido, ficar descalça ajuda a desenvolver uma forma neutra de pisar (nem muito supinada nem muito pronada).

Vamos recordar que os pronadores são aqueles que andam fazendo mais força no calcanhar, enquanto os supinadores tendem a fazer mais força no antepé, de tal forma que parece que andam na ponta dos pés de um lado para o outro.

E tendo em mente que a pisada influencia em tudo, até mesmo na dança, é conveniente prestar atenção nisso.

Andar descalça estimula a capacidade de aderência dos dedos e o desenvolvimento correto dos ossos e ligamentos do pé. Quanto mais a criança demorar para usar sapatos, mais benéfico será para o seu crescimento.

2. Têm um contato mais direto com a natureza

Quando as crianças estão descalças na praia, elas experimentam uma sensação de liberdade que é muito agradável e até mesmo satisfatória.

Isso está relacionado com a necessidade de ter uma experiência sensorial completa, como acontecia há milhões de anos, quando o ser humano andava descalço e desenvolvia os seus sentidos ao máximo.

Menino descalço na areia

3. O sistema nervoso é estimulado

Por outro lado, ao andar descalças, as crianças estimulam o sistema nervoso e desenvolvem uma sensação de consciência corporal superior.

Devido ao fato de que os pés têm múltiplas terminações nervosas e pontos de pressão que transmitem informações ao corpo, ficar sem sapato permite que a criança saiba onde o seu corpo está no nível do espaço e como se mover através dele.

4. Pés menos propensos a lesões

Quando uma criança está descalça, os pés, a parte inferior das pernas e os tornozelos são fortalecidos, o que faz com que eles fiquem menos propensas a sofrer lesões.

Além disso, as articulações e os músculos dos pés também são fortalecidos.

5. Melhora a sua percepção do espaço

Outro benefício de uma criança ficar descalça é que, dessa forma, ela melhora a sua percepção do ambiente e a sua relação com ele muito mais rapidamente.

Ela localiza e identifica os objetos ao redor, e isso também a ajuda a ter mais cuidado quanto às possíveis ameaças.

Quando os bebês devem usar calçados?

Embora alguns pais geralmente coloquem calçados nas crianças desde cedo, o mais recomendável é não calçar as crianças, a não ser com sapatinhos de lã e meias, já que seus pés estão em pleno crescimento e precisam estar livres de qualquer pressão.

Por outro lado, as crianças podem, sim, usar calçados. Mas apenas em certos momentos ou, como as mães dizem: ‘para a foto’.

Mais tarde, quando a criança começar a dar os seus primeiros passos, então ela pode usar calçados por mais tempo. Especialmente quando sair para ambientes externos.

Os bebês só precisam de sapatos quando começam a andar, e não antes. O que eles poderiam usar são meias ou sapatinhos de sola macia.

crianças descalças

Como devem ser os calçados a partir do primeiro ano de vida?

A partir dos 12-15 meses, quando a criança começa a andar e precisa usar sapatos, eles devem ser adequados para os seus pés. Caso a criança manifeste estar desconfortável com os sapatos utilizados, outras opções devem ser experimentadas até que se encontre o conforto.

Estas são algumas características que os pais devem levar em conta para encontrar os sapatos corretos:

  • O calçado deve proteger e abrigar o pé, mas não aprisioná-lo ou isolá-lo dos estímulos externos. Isso significa que a criança deve controlar o equilíbrio, o movimento e a postura. Além disso, a sola do pé deve ter um contato ideal com o solo.
  • O calçado deve ser fabricado com materiais naturais. Isso faz com que exista uma transpiração correta dos pés, Assim, evitamos possíveis alergias.
  • As solas dos sapatos devem ser antiderrapantes e flexíveis. O objetivo é que a criança possa dobrar o pé ao caminhar.
  • A ponta do sapato deve ser arredondada e larga. Isso vai permitir que os dedos se movam livremente. Mas é preciso que sobrem apenas entre 5 e 15 milímetros entre o final do dedo mais longo da criança e o calçado.

Andar descalça não é algo ‘sujo’ de forma alguma, e sim algo natural e necessário para o bom desenvolvimento físico das crianças.

Certamente, não é necessário recorrer a extremos: nem muito calçado nem muito tempo descalça. Assim, é necessário saber como manter um equilíbrio para que, dessa forma, possa haver benefícios.