Dez curiosidades históricas sobre os aniversários

Costuma-se saber muito pouco sobre a origem e as curiosidades históricas dos aniversários. Uma comemoração que acontece no mundo todo, embora, às vezes, o aniversariante esconda a idade exata que vai completar.

O que são os aniversários?

O aniversário é, basicamente, a comemoração de um evento especial. Qual é esse acontecimento? É a data de nascimento de uma pessoa. Costuma-se comemorar com alguma festa ou evento similar que reúne os amigos e entes queridos.

É possível encontrar curiosidades históricas sobre os aniversários, muitas delas realmente surpreendentes.

Alguns dados interessantes sobre os aniversários

A origem das festas de aniversário está ligada a uma celebração pagã anterior ao cristianismo. Muitos dos costumes associados à essa celebração têm sua origem em práticas místico-religiosas.

Ascender as velas que formam um círculo sobre o bolo tinha como objetivo inicial proteger o homenageado contra os maus espíritos. Além disso, buscava-se garantir o bem-estar da pessoa para o ano todo.

família celebrando aniversário de um membro

A influência das estrelas

Essa prática, inicialmente pagã, está relacionada diretamente com a Astrologia. Foram os astrólogos quem, ao inventarem os calendários, conseguiram calcular as datas dos nascimentos.

Esse cálculo era reservado inicialmente apenas aos governantes, quer dizer, para os reis ou membros da nobreza ou da alta hierarquia de uma localidade. Isso acontecia porque suas decisões e o que acontecesse no decorrer da vida dessas pessoas tinha efeitos sobre o conjunto da sociedade. É assim que o calendário e o horóscopo andam de mãos dadas.

Grécia e Roma Antigas

Na Grécia Antiga, os homens se juntavam àqueles que faziam aniversário no mesmo dia. Eles se reuniam em clubes privados para festejar de forma privada.

Os romanos conquistaram os gregos, mas os gregos conquistaram, culturalmente, os romanos. E essa influência se estendeu pelo mundo inteiro.

Os gregos consideravam que existia um espírito protetor (que chamavam de daemon). Essa entidade aparecia no dia do nascimento de um homem e tinha a missão de acompanhá-lo por toda a vida.

menina olhando para o céu e os aniversários

O cristianismo

Oposição ao cristianismo. O fato de essas práticas estarem relacionadas com a magia, acabou sendo difícil para o cristianismo aceitar a comemoração dos aniversários. Os cristãos não só foram indiferentes a isso, mas sim contrários à sua comemoração.

O cristianismo, quando surgiu, era fortemente contrário à celebração de qualquer prática, seja ela pagã ou místico-religiosa. Ele era contrário a qualquer prática que questionasse a ideia da existência de um único Deus, ou, então, que conferisse poderes mágicos a elementos da natureza como os astros.

Mais tarde, com a consolidação da religião católica em Roma, essa tradição deixou de ser malvista. É preciso levar em consideração que o catolicismo adotou várias tradições pagãs. No entanto, não se comemorava o dia dos nascimentos, mas sim o dia da morte dos santos.

Uma das curiosidades históricas sobre os aniversários tem a ver com a universalização dessa comemoração. Em Roma, quando o cristianismo se constituiu como religião dominante, viu-se a necessidade de designar uma data para o nascimento de Jesus, O Salvador. 

Os aniversários bíblicos e religiosos

A Bíblia só relata 2 aniversários. O primeiro deles é o aniversário do rei Herodes, que, entre outras coisas, ordenou que lhe trouxessem a cabeça de João Batista no dia de seu aniversário.

A outra menção que existe na Bíblia sobre aniversário é a do faraó. Para comemorá-lo, houve um incidente, quando ele mandou executar o chefe dos padeiros no dia de sua onomástica.

bebê feliz e os aniversários

O aniversário “mais famoso” do mundo é o de Jesus, no dia 25 de dezembro. Essa data foi atribuída não por motivos históricos, mas sim para vinculá-la com uma celebração pagã. Essa data era uma celebração, em que se festejava o renascer do sol, já que coincidia com o solstício de inverno (no Hemisfério Norte).

Longo aniversário

Existem aniversários que são celebrados durante 9 dias. Outros que são festejados de modo coletivo durante o Ano Novo Lunar, como no Vietnã, por exemplo. Além disso, muitos muçulmanos não comemoram seus aniversários por causa de uma tradição relacionada com o profeta Maomé.

Cada vez há mais tradições que tornam mais bela ou que tornam essa comemoração milenar especial. Uma comemoração que nem sempre teve aceitação social.

As festas de aniversário, hoje em dia, buscam celebrar a vida e demonstrar o amor que sentimos pelo homenageado. No Ocidente, costuma-se celebrar com um bolo, velas e na companhia das pessoas mais próximas que se reúnem para expressar o que desejam de melhor para o aniversariante.

Recomendados para você