Desmame conduzido pelo bebê: você conhece a técnica?

· 4 de junho de 2019
Quando a curiosidade sobre os alimentos surge nas crianças, devemos aproveitá-la para introduzi-los em uma dieta saudável e equilibrada. Para introduzir novos alimentos, atualmente temos muitas técnicas nutricionais, como o desmame conduzido pelo bebê.

A alimentação dos nossos filhos será sempre um tema colocado em cena. Muitas técnicas e métodos surgiram ao longo dos anos. Um muito popular é o desmame conduzido pelo bebê.

Com sua sigla em inglês BLW, o desmame conduzido pelo bebê é uma técnica de alimentação complementar na qual os alimentos sólidos são incorporados à dieta do pequeno. Foi concebida pela nutricionista americana Gill Rapley, que compartilhou suas ideias em um livro.

Pode ser traduzido como “alimentação autorregulada complementar”. Com essa técnica, a fase de alimentação com purês e papinhas é omitida. Até a criança atingir um ano de idade, é principalmente um método de ensino e não para alimentar.

Através do BLW, novas texturas, cheiros, cores e sabores de alimentos são apresentados à criança sem tirar os nutrientes da amamentação. Isso significa que o bebê terá liberdade para se alimentar, além de explorar a comida através de seus sentidos.

Ao poder comer com as mãos, ele desenvolverá a coordenação entre mãos e olhos e a mastigação. Além disso, você saberá do que ele gosta e do que não gosta. Esse processo de aprendizagem de alimentos começa após os 6 meses de idade. Antes desse período, a OMS recomenda exclusivamente o aleitamento materno.

Quando e como aplicar o desmame conduzido pelo bebê?

Para começar com essa técnica, as seguintes premissas devem ser levadas em consideração:

  • O bebê deve ter 6 meses ou mais e estar completamente saudável.
  • Ele deve ser capaz de se sentar e ficar nessa posição sem ajuda.
  • Deve estar interessado em comida sólida.
  • Deve saber como segurar a comida na boca sem cuspir.

Se o pequeno apresentar essas habilidades, estará pronto para iniciar o desmame conduzido pelo bebê. Ao fazê-lo, é aconselhável incluir o bebê à mesa quando comer em família. Dessa forma, ele aprenderá cedo por imitação, observando seus pais e familiares.

bebê comendo banana

Você não precisa se preocupar com os desastres que ele pode causar. O importante é que aprenda a comer da maneira mais natural.

Por outro lado, certifique-se de que ele tenha uma postura estável e de que seus braços e mãos tenham espaço suficiente para serem usados livremente para comer. O bebê deve sentar-se ereto em frente a uma mesa, seja na cadeira do bebê, no colo ou em um lugar especial para deixá-lo confortável.

Por fim, não lhe dê a comida. Ofereça-a para que seja ele quem decide. Coloque-a na frente e deixe-o pegá-la por seus próprios meios.

“O desmame conduzido pelo bebê omite a fase de alimentação com purês e papinhas. Até a criança atingir um ano de idade, é principalmente um método de ensino e não para alimentar.”

Como começar o desmame conduzido pelo bebê?

Você deve começar com alimentos que ele consegue pegar facilmente. Corte-os em tiras e adicione novas formas gradualmente. Ofereça alimentos macios em pedaços grandes, que ele possa sugar ou mastigar. Os pedaços também podem ser esmagados, então os pequenos poderão pegar um punhado deles.

É importante oferecer um alimento de cada vez, a fim de observar possíveis reações alérgicas e, a partir daí conhecer o metabolismo de seu pequeno. Só eles sabem o quanto querem e quando ficarão satisfeitos, por isso não deve haver preocupação com as porções.

Novamente vale ressaltar que você não deve deixar de dar leite, pois o leite é a principal fonte de nutrientes até o primeiro ano. Quando a criança não quiser mais comer alimentos complementares, a amamentação fornecerá os nutrientes necessários para o bebê se sentir saciado.

Lembre-se de que para eles é um momento divertido. A princípio, comem muito pouco, só brincam e experimentam novos sabores. Embora a deficiência de ferro não seja comum, recomenda-se também dar alimentos ricos nesse nutriente como precaução.

O que não devemos dar

Você pode oferecer ao bebê qualquer alimento saudável, mas existem alguns alimentos e suplementos que não são recomendados. Por exemplo:

  • Sal, mel e açúcar não são ingredientes recomendados, pois os rins do bebê são muito pequenos para assimilá-los.
  • Vegetais de folhas verdes, como acelga e espinafre, têm altos níveis de nitritos. Dessa forma, não recomendados para crianças menores de um ano.
  • Refeições industrializadas, bebidas de arroz, algas marinhas, frutos do mar e peixes grandes. Esses alimentos não fornecem valores nutricionais ideais para o desenvolvimento do bebê.

Em caso de alergias por um alimento em particular, você deve deixar o bebê descansar por alguns dias e retomar novamente a técnica sem tal alimento. Evite oferecer castanhas inteiras, pois há risco de asfixia. Assim, o ideal é esmagá-las ou triturá-las.

Por fim, adicione novos ingredientes gradualmente. Encorajá-los e motivá-los com amor e paciência são o segredo para o sucesso dessa técnica. O desmame conduzido pelo bebê pode se tornar uma arte em sua aplicação. Tudo depende da criatividade e imaginação de cada mãe e pai.