Dicas para educar crianças mais obedientes

· 27 de outubro de 2018
Você tem que repreender seu filho constantemente para que ele te obedeça? Não se preocupe, o mesmo ocorre com muitos pais.

Conseguir fazer que nossos filhos respeitarem certas regras quando são pequenos é uma das tarefas mais difíceis para os pais.

Nós, pais, sentimos muitas vezes que estamos repreendendo as crianças o dia todo para que façam todo tipo de tarefas.

Desde as mais simples, como escovar os dentes ou lavar as mãos, até as mais complexas. como não sair correndo na rua.

Então, o que fazer para que nossos filhos se tornem crianças mais obedientes?

Orientações para educar crianças mais obedientes

crianças mais obedientes

Se queremos que nossos filhos sejam mais obedientes desde pequenos, temos que estabelecer certas regras.

As crianças têm que saber o que é proibido, o motivo da proibição e que essa proibição não vai mudar nunca.

Por exemplo, se não deixamos que a criança saia sozinha na rua com a bicicleta, ela tem que saber que está proibida de fazer isso porque pode ser atropelada por um carro.

Mas também deve saber que isso será proibido sempre enquanto ela for pequena por mais brava que fique.

Além disso, deve ter consciência de que essa regra vai ser mantida na nossa casa mesmo que na casa de outros amigos seja diferente.

Para que a criança entenda quando é pequena, devemos repreender logo em seguida de uma desobediência.

Se fizermos mais tarde, muito provavelmente ela não entenderá. Ela não vai relacionar o mau comportamento com a repreensão.

Ao mesmo tempo, se ela já desobedeceu anteriormente e você não repreendeu, pode ser que ela não entenda qual é a proibição.

As crianças não são robôs e podem demorar para assimilar uma proibição que não compreendem. Portanto, tenha paciência se não se ela não obedecer imediatamente.

Explique à criança todas as vezes que for necessário. Além disso, temos que ser conscientes da idade que nosso filho tem. Não é a mesma coisa uma criança desobediente aos dois e aos sete anos.

Também, embora pareça que somos pais muito bravos, temos que repetir muitas vezes o que não podem fazer quando são muito pequenas.

Assim, ao crescer, já terão familiarizado o que é proibido. Se tentarem desobedecer de novo, não é que não entenderam, mas que não se importam com a proibição.

E quando nos ignoram?

crianças mais obedientes

Se seu filho não somente não se importa com a proibição, mas também se comporta pior e tenta de novo, pode ser que ele pense que você o repreende por tudo, não por determinada ação.

Não deixe que ele te influencie com birras ou chiliques. Estas são as armas que todas as crianças têm para conseguir fazer o que não podem. Dessa forma, mantenha-se firme na proibição.

As crianças sabem que com esses chiliques e birras os pais ficam nervosos. Assim, tente controlar a situação e não mude nem um milímetro sua posição.

Explique com calma e voz serena quais podem ser as consequências se, por exemplo, ela sair sozinha com a bicicleta.

Explique também que você não mudará de opinião por mais brava que ela fique.

Quando a criança estiver mais calma, explique de novo com carinho as razões pelas quais ela não deve desobedecer sua proibição.

Seu filho tem que saber que você faz isso pelo bem dele e que as proibições não mudam seu amor por ele.

Um erro que nós, pais, não devemos cometer é fazer pela criança o que ela não faz quando pedimos.

Por exemplo, se dissemos para ela arrumar o quarto e ela não fizer isso, não podemos acabar fazendo nós mesmos.

Os pais nunca devem perder a autoridade. Elas rapidamente entenderão que da próxima vez vamos fazer por elas.

Claro que podemos (e devemos) dizer que vamos ajudá-las. Mas, pouco a pouco, devemos ir deixando que façam sozinhas.

Dessa forma, estaremos estimulando nossos filhos a serem crianças mais obedientes.

Crianças mais obedientes: benefícios para todos

crianças mais obedientes

Se nossos filhos têm se tornado mais obedientes, estaremos dando um grande passo. Porque significa que aceitam as regras e as respeitam.

Futuramente, com certeza, nossos filhos serão responsáveis no colégio, com os amigos, na universidade ou no trabalho. Graças a essa adaptação das regras, também terão mais controle sobre seu mundo emocional.

Se, por exemplo, desde pequeno adquirem consciência da importância da reciclagem porque dizemos para jogar cada embalagem em uma lixeira diferente, quando forem maiores, serão respeitosos com o meio ambiente.

Se nós, pais, ajudamos nossos filhos a serem mais obedientes, estamos sugerindo um valor que poderão aplicar a vida toda.

Por isso, quando são pequenos e mesmo que tenhamos que repetir mil vezes, não há outra forma a não ser repreender pelo que não fizeram.

Também temos que estabelecer certas proibições em relação ao que não é permitido na família.

Se conseguirmos que pouco a pouco aceitem as regras, com certeza, serão crianças mais obedientes e, no futuro, cidadãos mais responsáveis.