7 dicas para ter um relacionamento saudável com o parceiro

07 Setembro, 2020
Falta de comunicação, ausência de diálogo, diferenças demais e até mesmo violência física, verbal e gestual. Existem muitos fatores que comprometem a estabilidade do casal. Por isso, embora tudo dependa de cada pessoa, há diretrizes a serem seguidas.

Estar bem juntos e passar no teste do tempo definem o sucesso no amor. Sem dúvida, começar um relacionamento costuma ser muito mais fácil do que mantê-lo. Se você já está com alguém, muitas vezes certamente se pergunta: “Como posso ter um relacionamento saudável com o meu parceiro?”.

As estatísticas sugerem que tudo joga contra os casais. De acordo com esses dados, 60% dos homens e 40% das mulheres são infiéis no Ocidente. Além disso, os números globais de divórcios dispararam mais de 100% na última década.

A isso, devemos acrescentar a porcentagem de casais que, infelizmente, experimentam situações de violência. No entanto, ainda há uma margem de pessoas que conseguem manter relacionamentos longos e bastante saudáveis. Com as dicas a seguir, todos nós também vamos conseguir.

7 dicas para ter um relacionamento saudável com o parceiro

1. A palavra-chave: paciência

Todos queremos um relacionamento estável, mas poucos de nós somos assim. Ou seja, quando o primeiro problema ocorre, costumamos reagir descontroladamente. Quem sente a necessidade de liberdade volta à vida de solteirice e os ciumentos explodem por qualquer coisa.

Na verdade, a paciência é o segredo dos relacionamentos saudáveis. Compreender que existem diferenças e que, apesar delas, o objetivo é continuar juntos é algo central o tempo todo. Grandes amores brigam, mas sabem que isso é perfeitamente normal e até mesmo saudável.

2. Cada um tem o seu espaço

Ter um relacionamento ou namoro, morar junto ou se casar não significa que o casal deva fazer tudo junto. Pelo contrário, cada pessoa tem o direito de conservar o seu espaço para fazer as suas coisas: trabalho, hobbies, estudos, etc.

dicas para ter um relacionamento saudável

Os relacionamentos bem-sucedidos são aqueles nos quais as pessoas podem desenvolver o amor juntamente com o restante das prioridades. De fato, o compromisso deveria ser a segurança de que todos precisam para entender as outras realidades da pessoa amada.

3. O parceiro deve nos ajudar a crescer

Há quem acredite que a ideia de amor implica em deixar tudo para agradar a quem se ama. No entanto, o parceiro é, na verdade, um complemento que nos ajuda a nos desenvolver como indivíduos.

Dessa forma, nosso parceiro ideal sempre estará de acordo com quem somos e com nossos sonhos. Quem ama de verdade não coloca obstáculos nem é egoísta. Poderíamos entendê-lo como um tipo de assistente que quer nos ver alcançar a felicidade.

4. O ciúme deve ser controlado

Todos temos um pouco de territorialidade nos nossos corações. No entanto, devemos lembrar que o ciúme e a possessividade são duas das causas que mais geram rompimento. Uma pitada não faz mal e é compreensível, mas, em excesso, pode ser prejudicial.

O ciúme é precisamente o componente que intoxica qualquer relacionamento. Ele nos faz perder espaços e, no final, o relacionamento passa do amor para a dominação. Com posse e obsessão, ninguém pode existir ou ser quem é.

“Ter um relacionamento ou se casar não significa que o casal deva fazer tudo junto. Pelo contrário, cada pessoa tem o direito de conservar o seu espaço”.

5. A comunicação dará mais anos de duração a qualquer amor

Muitos se perguntam “como ter um relacionamento saudável com o parceiro”, mas poucos conseguem fazer essa pergunta a essa pessoa especial. Em vez de procurar conselhos na internet, o melhor é perguntar ao parceiro o que ele quer.

A comunicação já salvou mais casais do que qualquer terapeuta ou terapia psicológica existentePara isso, é necessário saber como dizer as coisas e também saber ouvir. Às vezes, teremos que ouvir palavras das quais simplesmente não vamos gostar.

6. Dicas para ter um relacionamento saudável com o parceiro: as diferenças

Não somos todos iguais e, se fôssemos, a existência humana seria muito chata. Ser diferente não deve nos fazer questionar o relacionamento. Mesmo que seja bom ter interesses em comum, isso não define o sucesso no amor.

dicas para ter um relacionamento saudável

Na verdade, existem milhares de histórias protagonizadas por pessoas totalmente opostas. Diante das diferenças, devemos trabalhar três valores: paciência, tolerância e respeito. Se houver amor, sempre será possível encontrar um meio termo.

7. Sempre devemos ser nós mesmos

Se não pudermos nos sentir livres, o lógico é que, mais cedo ou mais tarde, ficaremos cansados. Portanto, os bons casamentos e casais são aqueles em que ninguém deixa de ser genuínoO amor não pode ser uma traição contra nós mesmos.

Por tudo isso, devemos repetir o seguinte: “Ter um relacionamento saudável com o parceiro inclui ser eu mesmo”. Estamos nos referimos à tão desejada aceitação, que deve ser total e consensual. Quando alguém nos ama por quem somos, o restante pode ser muito simples.