Dormir ou não com os filhos?

29 Junho, 2020
Como pais, todos nós já nos perguntamos se estamos fazendo a coisa certa dormindo ou não com os nossos filhos. Tudo tem vantagens e desvantagens, mas a decisão é sempre dos pais e, seja qual for a sua escolha, certamente será a decisão certa.
 

O eterno dilema de muitos pais é o de ser conveniente ou não dormir com os filhos. É fato que, em muitas famílias, as crianças choram em busca de consolo ou, quando são mais velhas, elas se levantam e vão para a cama dos pais em busca de companhia.

Diante dessa cena, alguns pais se perguntam: “Será que deixamos dormir com a gente? Ou o que devemos fazer?”. Muitos aceitam que a criança fique na cama para que possam continuar dormindo e não precisar se levantar para levar a criança ao quarto dela. Mas será que essa é a melhor solução? É certo agir assim?

Diante disso, existem muitas discrepâncias. As pessoas que estudam a criação se dividem em dois grupos: aquelas que apoiam que os pais durmam com os filhos e aquelas que argumentam que os filhos precisam dormir sozinhos.

Vantagens de dormir com os filhos

Promove a amamentação noturna

Se um bebê dorme na cama dos pais, é mais fácil para a mãe amamentar sem precisar se levantar. Dessa maneira, ela vai descansar melhor e a amamentação será muito mais confortável. Também será benéfico o fato de que, quanto mais o bebê for amamentado à noite, mais leite a mãe produzirá durante o dia.

 

Traz paz de espírito aos pais

As mães, principalmente se forem de primeira viagem, ficam preocupadas que o bebê pare de respirar e, por isso, levantam-se constantemente para ver se ele está respirando. Ao dormir com o bebê, essa preocupação desaparece, uma vez que elas podem perceber a sua respiração e verificá-la sempre que acordarem.

Dormir com os filhos

As crianças que dormem com os pais dormem mais

Parece que foi comprovado que os bebês que dormem com os pais dormem de uma forma mais confortável. Quando acordam e percebem os pais próximos, eles adormecem de novo imediatamente, mas, quando estão sozinhos, por pura sobrevivência, choram para chamar os pais.

Em certas idades, as crianças não conseguem entender que os pais estão dormindo em outro quarto e, por esse motivo, recusam-se a dormir sozinhas.

 

Facilita o apego, uma das vantagens de dormir com os filhos

Os bebês precisam de contato com a mãe para que se sintam seguros e criem laços afetivos.

Quando forem adultos, terão maior autoestima

Há pessoas que afirmam que essa prática faz com que as crianças tenham uma melhor autoestima quando forem adultas. Além disso, também reduziria os problemas comportamentais e facilitaria a independência, embora atualmente ainda não haja evidências científicas sobre isso.

Desvantagens de dormir com os filhos

Os pais descansam menos

O fato de as crianças dormirem com os pais faz com que eles não descansem o suficiente. As crianças se mexem muito enquanto dormem, chutam, acordam… Com isso, não conseguimos descansar bem.

A intimidade do casal é afetada

Se a criança sempre dorme com os pais, no final das contas, a intimidade e as relações sexuais do casal serão diminuídas. Entretanto, sempre existe a opção de procurar outros momentos para ter essa intimidade, que não coincidam com o horário de dormir.

 
Dormir com os filhos

Atrasa o desenvolvimento evolutivo das crianças

Isso se aplica especialmente às crianças a partir dos sete ou oito anos de idade que dormem com os pais. As crianças precisam ter o próprio espaço e se acostumar com eleNão fazer isso pode ser patológico para o seu desenvolvimento.

As crianças ficam ‘mal acostumadas’: uma das desvantagens de dormir com os filhos

Sobre isso, há muito debate. Algumas pessoas pensam que é um mau hábito. Assim, há quem pense que, se permitirmos que as crianças durmam com os pais, vamos mimá-las demais.

Essas pessoas acreditam que o melhor é que as crianças durmam na própria cama porque elas precisam ter o próprio espaço para ter um desenvolvimento evolutivo adequado.

Fazemos com que se tornem emocionalmente dependentes dos pais

 

O fato de as crianças dormirem na cama dos pais pode fazer com que se tornem emocionalmente dependentes deles e não terminem de desenvolver a independência e a autonomia como deveriam.

Como podemos ver neste artigo, é um assunto bastante debatido entre os que são a favor e os que são contra as crianças dormirem com os pais.

Em conclusão, o mais sensato é que dormir ou não com os filhos seja uma decisão dos próprios pais. O que eles quiserem e se sentirem à vontade fazendo será a coisa certa, ainda mais se funcionar para a família.