A importância de ensinar as crianças a se comportar à mesa

· 14 de fevereiro de 2019
Ensinar o seu filho a comer com a boca fechada, a usar os talheres corretamente, bem como ensinar as regras de cortesia para com os convidados à mesa vai fazer com que ele seja uma criança respeitosa e educada. Vamos te dar algumas orientações para conseguir fazer isso.

Ensinar as crianças a se comportar à mesa é uma das primeiras e constantes tarefas dos pais. Por conta da natureza inquieta e brincalhona das crianças, a hora de comer também representa para elas um momento de alegria e diversão, à sua maneira.

No entanto, quando as crianças deixam de prestar atenção ao ato de comer e começam a se distrair ou a discutir com os irmãos, sentar-se à mesa pode se tornar uma dor de cabeça para os pais.

Por isso, a seguir, queremos te dar algumas dicas para que você ensine ao seu filho o respeito e o comportamento correto na hora de se sentar à mesa.

Por que ensinar as crianças a se comportar à mesa?

Durante séculos, o nível de educação e o caráter de uma pessoa eram julgados a partir de suas maneiras à mesa. O ato de comer sempre representou um momento de respeito e reverência para todas as civilizações do mundo. Surpreendentemente, chegava até mesmo a tocar os limites do religioso e do sagrado.

Assim, até hoje, sentar-se para comer com a família e agradecer pela comida é um dos atos que ajudam a definir uma família funcional.

Levando isso em consideração, torna-se claro por que ter boas maneiras à mesa é essencial para todos, e, por sua vez, a necessidade de as crianças refletirem esse bom comportamento em casa e na hora de comer fora ou com convidados.

Por que ensinar as crianças a se comportar à mesa

O que define uma criança com boas maneiras à mesa?

Sem dúvida, são múltiplas as regras de etiqueta que devem ser aplicadas para comer à mesa e em eventos sociais.

Inclusive, muitos de nós desconhecemos, ou simplesmente negligenciamos, regras tão rigorosas quanto a maneira exata como devemos segurar os copos, como os talheres devem ser colocados nos intervalos após cada garfada ou ao terminar de comer e, até mesmo, quais são as talheres corretos para pratos especiais.

Mas, ainda que não sejamos professores de etiqueta, definitivamente existem comportamentos universais que vão fazer com que a criança mostre boa educação e respeito.

Uma criança com boas maneiras à mesa é definida como aquela que se comporta de forma tranquila, que pega a sua comida com calma, que pede permissão para pegar alguma coisa ou que pede educadamente aquilo que precisa, que não brinca com a comida nem com os talheres e que agradece ao ser atendida.

Se o seu filho não consegue se lembrar de todas as regras para se sentar à mesa por conta de sua pouca idade, apenas sorrir, pedir licença e desculpas, bem como estar sempre calmo, já é meio caminho andado para mostrar as suas boas maneiras.

“O ato de comer sempre representou um momento de respeito e reverência para todas as civilizações do mundo”

O que a criança deve saber sobre boas maneiras

A partir dos 4 anos de idade, as crianças já podem ir aprendendo as regras básicas de cortesia à mesa. As regras que vamos mostrar a seguir refletem os passos mais simples de fazer e lembrar para as crianças.

  • Lavar as mãos antes de comer: essa ação é importante para manter a boa saúde da criança.
  • Oferecer ajuda aos pais para servir a mesa ou esperar calmamente ser chamada para comer.
  • Uma vez sentada à mesa, a criança deve esperar que os pais e convidados comecem a comer para então poder começar.
  • Pedir alimentos dizendo por favor e obrigado.
  • Não colocar os cotovelos na mesa.
O que a criança deve saber sobre cortesia

  • Ao mastigar os alimentos, deve-se manter a boca fechada e mastigar lentamente.
  • O guardanapo deve ser usado com frequência.
  • Não se deve fazer barulho para tomar sopa.
  • A criança não deve brincar com os talheres. Ela deve usá-los apenas para comer. Ao terminar, deve deixá-los paralelos ao prato.
  • Quando terminar de comer, a criança não deve sair da mesa se os adultos também não tiverem feito isso, ou sem pedir autorização.
  • Ao levantar-se, ela deve agradecer pela comida e oferecer ajuda para tirar a mesa.

Por fim, lembre-se de que, na hora de comer, o verdadeiro caráter da criança vai vir à tona. Se ela for rude, mal-humorada ou recorrer à birra frequentemente para que os pais satisfaçam os seus caprichos, aprender as regras de cortesia à mesa não vai servir para muita coisa.

Por isso, é essencial que a correção do comportamento do seu filho seja constante e em todas as áreas.