Uma escola onde há mais meditação e menos castigo

Você já pensou em como a meditação é importante para a vida no geral? E se essa prática começasse a ser ensinada nas escolas? Descubra uma iniciativa que com certeza vai surpreender você.
Uma escola onde há mais meditação e menos castigo

Última atualização: 22 Julho, 2021

Na Robert W. Coleman Elementary School, em Baltimore, nos Estados Unidos foi descoberta uma excelente alternativa ao castigo: a meditação. É uma proposta genial, mas ninguém esperava ter tantos resultados positivos como o que aconteceu. Os alunos dessa escola inovadora não são castigados por seu mau comportamento. Vamos ver do que se trata em detalhes.

É difícil acreditar que crianças do ensino fundamental saibam o que é meditação e como aplicá-la. No entanto, por iniciativa da Holistic Life Foundation, essa escola de Baltimore conseguiu transformar seus alunos. As principais ferramentas de transformação são a meditação e a ioga.

A importância dessa decisão se baseia na possibilidade de transformar mentes. Não se trata apenas de corrigir uma atitude ou disciplinar as crianças em momentos específicos. A experiência pode ser transformadora em níveis mais elevados. Alguns pais afirmam que seus filhos trouxeram esse aprendizado para casa, algo que pode se manter em suas vidas.

Aqueles que desobedecem vão para a meditação

 

Um grupo de pesquisadores da citada fundação, que não tem fins lucrativos, colocou em prática uma interessante alternativa ao castigo. Em vez de punir as crianças com detenções ou sermões tediosos, elas são convidadas a meditar. Como podemos imaginar, isso não é algo que as crianças saibam fazer, e é até difícil para nós, adultos.

Em vez disso, na escola Robert W. Coleman Elementary, as crianças aprendem a arte da meditação. Dentro da instituição, foi preparada uma sala bem diferente da sala da diretoria. Nesse caso, estamos falando sobre o que eles chamam de Sala do Momento Consciente, um recinto cheio de elementos relaxantes.

Encontramos nessa área de meditação, um tapete roxo sobre o qual os “castigados” devem se sentar, há luzes e decorações típicas da atividade. Embora saibamos que a meditação pode promover vários benefícios para a mente e o corpo, ela nunca tinha sido usada para esse fim nas escolas. No entanto, as crianças conseguiram relaxar e entrar na meditação consciente.

Os especialistas explicam que o local e a hora são propícios para os pequenos se acalmarem e, depois disso, refletirem sobre suas ações. Estudos recentes mostraram que a meditação é capaz de melhorar nossas memórias e emoções. Ou seja, incentiva que situações perturbadoras do passado sejam banidas.

Também se sabe que, por meio da meditação consciente, a pessoa pode se concentrar melhor e atender pontualmente às circunstâncias. É por isso que essa técnica foi colocada em prática em algumas terapias psicológicas com sucesso.

A inovadora sala de aula, promovida pela fundação, funciona com o programa Yo Holístico, por meio do qual as crianças aprendem a exercitar a mente e também a praticar ioga. Esse programa foi projetado para crianças desde a idade pré-escolar até aproximadamente 10 anos.

Escola como sinônimo de castigo

 

Mais meditação nas escolas

A educação tradicional optou principalmente pela punição para controlar o mau comportamento das crianças. Mesmo que sejam apenas pequenas correções, podem afetar muito os alunos. Isso porque as suspensões ou sanções mais graves ameaçam o desenvolvimento acadêmico e emocional dos pequenos.

Os castigos que envolvem detenção durante algumas horas ou o típico isolamento no canto da sala não oferecem oportunidades de crescimento. Às vezes, nem mesmo é uma alternativa capaz de ajudar a criança a refletir sobre sua ação. Portanto, logo deixam de ser eficazes e podem até se tornar prejudiciais.

Nesse sentido, agir com violência também não é uma opção. Assim, o castigo escolar deixou de produzir o efeito desejado, mas continua existindo. Nas escolas, as crianças atualmente ainda são castigadas e têm consciência de que isso continuará a ser assim.

Pode interessar a você...
Os 10 erros mais comuns ao punir as crianças
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Os 10 erros mais comuns ao punir as crianças

Cometer erros é uma das coisas mais comuns na vida, mas os pais costumam cometer os mesmos equívocos. Punir as crianças não é uma tarefa fácil. Sai...