Dores nos ossos associadas ao crescimento

01 Fevereiro, 2020
As dores nos ossos são algo normal e transitório que, em geral, não representam a existência de nenhuma patologia.

As dores nos ossos associadas ao crescimento, em geral, ocorrem na infância, embora também possam ocorrer durante a adolescência. Trata-se de um sintoma comum que faz parte do desenvolvimento físico e que, portanto, não representa nenhuma patologia.

No entanto, muitos pais se preocupam quando os seus filhos expressam incômodos ou desconfortos, sobretudo porque expressam esses incômodos durante o repouso noturno, que é quando há maior inatividade.

Ainda que nem sempre sejam evidentes no que se refere à intensidade, as dores nos ossos são mais comuns do que se pensa. Em geral, não é necessário consultar o médico quando elas ocorrem, embora seja de fato importante levar em conta o modo como a criança reage.

As dores nos ossos associadas ao crescimento

Dores de ossos associadas ao crescimento

As dores nos ossos associadas ao crescimento ocorrem, em geral, nas extremidades. Isso quer dizer que as crianças podem sentir desconfortos de intensidade leve e duração curta nos braços e nas pernas em determinados momentos. Entretanto, elas costumam desaparecer sozinhas.

Ainda que, certamente, cada caso seja diferente, as crianças costumam apresentar dores nos ossos com maior frequência em duas fases, que são:

  • Entre 3 e 5 anos de idade.
  • Entre 8 e 12 anos de idade.

Quais regiões afetam?

Em geral, as dores mais comuns relacionadas com o crescimento das crianças são nas extremidades inferiores, como, por exemplo, pernas, joelhos e panturrilhas.

Esse tipo de dor em particular costuma ser localizado nos músculos e não nas articulações. Mas o que os ossos têm a ver com isso? Durante o período de crescimento da criança, os ossos começam a crescer e provocam tensão nos músculos e nos tendões, e isso é o que causa as dores nos “ossos”.

Como aliviar as dores nos ossos?

Caso a criança se sinta muito desconfortável ou não consiga pegar no sono durante a noite devido às dores nos ossos, algumas medidas para aliviar essas dores podem ser aplicadas.

A melhor maneira de aliviar as dores nos ossos associadas ao crescimento é fazer uma massagem muscular relaxante na região que mais incomode, já que isso vai oferecer alívio e também vai ajudar a relaxar. É sempre recomendável realizar esse tipo de massagem de maneira ascendente, ou seja, dos dedos dos pés para cima.

Outra forma de aliviar a dor consiste em ensinar a criança a realizar alguns alongamentos leves. Aliás, muitas vezes, a atividade física de baixo impacto ajuda a esquecer dos desconfortos ou até mesmo a reduzi-los.

Outra técnica muito útil consiste em aplicar uma compressa quente sobre a região dolorida. Certamente, todas essas medidas devem ser complementadas com abraços, carinhos e mimos para que a criança possa relaxar e deixar de prestar atenção somente na dor.

Atividades para reduzir e evitar as dores nos ossos

O exercício físico realizado de forma regular beneficia as crianças em grande medida. De fato, ajuda a reduzir ou, até mesmo, a evitar as dores nos ossos associadas ao crescimento.

Atividades como correr, pular, escalar e brincar ao ar livre vão ajudar as crianças a se distrair e a esquecer das dores. Contudo, um esporte ou uma modalidade física será o ideal, não apenas porque se trata de uma prática estruturada, mas também porque há um instrutor capacitado que corrige as más posturas e guia cada ação para evitar lesões de qualquer índole.

Dores de ossos associadas ao crescimento

É necessário consultar o médico?

Embora as dores nos ossos sejam muito comuns, se você se sentir mais tranquilo tratando do tema com o pediatra, faça isso. Ele será a pessoa mais indicada para dar à você a informação e a tranquilidade de que precisa.

Caso o médico indique que a criança deve tomar analgésicos (como o ibuprofeno, por exemplo) ou anti-inflamatórios, no caso de incômodos extremos e recorrentes, é fundamental seguir ao pé da letra as suas indicações em relação à dose.

Por outro lado, não devemos nos esquecer de que uma hidratação e uma alimentação saudáveis são sempre um bom acompanhamento para todo tratamento.

São motivos de consulta médica os seguintes sintomas:

  • Lesão.
  • Fraqueza.
  • Dor e inflamação de uma extremidade.
  • Incapacidade de realizar alguma ou várias atividades.

Em resumo, as dores nos ossos são algo normal e transitório. Elas não impedem que os ossos se desenvolvam normalmente. No entanto, caso venham a impedir, é necessário consultar o pediatra o mais cedo possível, especialmente se causarem algum dos sinais já mencionados.