Escolha o melhor produto lácteo para seu filho

· 12 de junho de 2017

Todos nós sabemos da importância do cálcio para o desenvolvimento dos ossos. Assim, também é muito importante para o crescimento das crianças. Os produtos lácteos são ricos em cálcio e por isso é essencial que a partir dos 2 anos de idade bebam meio litro de leite por dia. Ou no lugar do leite, outros derivados lácteos serão muito bem vindos. Neste artigo vamos ver qual é o melhor produto lácteo para dar a nossos filhos.

Durante os primeiros meses os bebês somente necessitam tomar leite. O melhor é o leite materno, mas caso não possa poderá ser o leite de fórmula, este será seu alimento até os 6 meses de vida. A partir dessa idade, já se deve tomar outros produtos para que haja um crescimento normal e sadio.

O melhor produto lácteo para as crianças

Leite

O leite a partir dos 12 meses deve ser integral, quer dizer, com toda a gordura. As crianças crescem depressa, mas tem o estômago pequeno e tem que tomar alimentos com calorias. E nessa idade, salvo alguma exceção, o colesterol não representa risco para eles. Além disso, a gordura do leite faz com que se absorva melhor a vitamina A e D.

A partir dos três anos, é recomendável que tomem o leite de vaca com menos gordura, semi-integral, bem melhor que tomar o leite de crescimento vendido em farmácias.

Os leites de crescimento são compostos de leite semi-integral e gorduras vegetais. As indústrias acrescentam açúcar ou mel para que tenham melhor sabor, já que as gorduras vegetais que levam alteram seu sabor. Isso pode resultar prejudicial porque pode favorecer o aparecimento das cáries. Além disso, faz com que se acostumem com esse sabor doce e já não queiram o leite normal.

Iogurtes

Os iogurtes podem ser dados a partir dos 6 meses, mas seria aconselhável não serem consumidos até um ano de idade devido as proteínas.

Os melhores iogurtes são os naturais, já que não levam nenhum edulcorante, açúcar, etc… Assim não se acostumam a um sabor doce, além disso de que favoreça o aparecimento de cáries.

E quanto ao “Meu primeiro Iogurte” produto existente em alguns países, deveríamos iniciar igualmente a partir dos 12 meses, ainda que se diga que pode ser dado a partir dos 6 meses. Este iogurte é igual aos iogurtes normais, somente levam mais vitaminas e minerais.

O queijo

O queijo pode ser dado a partir também dos 12 meses. Se recomenda começar por queijo fresco e suave. Inclusive, devemos estar atentos em que este tenha sido produzido com leite pasteurizado para evitar algumas doenças, que são transmitidas quando se come queijo feito com leite não pasteurizado.

É melhor evitar os queijinhos industriais com sabores, porque contém gorduras de baixa qualidade. Também é preferível não comê-los mais que uma vez por semana.

Lácteos líquidos

Estão muito em moda os lácteos líquidos de beber. Mas com esses iogurtes líquidos, outros iogurtes, leites e queijos, as crianças estão tomando um excesso de proteínas. A Organização de Consumidores e Usuários da Espanha, analisou esses lácteos e concluiu que tinham gorduras de má qualidade, por isso recomendou que o tomassem somente uma vez por semana.

Pudins, flãs, arroz doce, mousse e outras sobremesas doces

Esses produtos comprados não costumam conter ovos como indicam as receitas tradicionais, somente espessantes, açúcares e colorantes.

Não são iogurtes e são menos saudáveis que os mesmos. Tem um alto conteúdo de açúcar e não devem substituir o copo de leite ou o iogurte natural.

Se queremos que nossos filhos consumam leite ou pudins, é melhor preparar os mesmos com ingredientes que tenhamos em casa. Também devemos fazê-los tipo caseiro, são muito mais saudáveis que os comprados em supermercados. Como preparar um produto lácteo melhor que o comprado nas lojas.

Coalhada

Também é um produto lácteo muito recomendado para as crianças por seu alto valor nutricional.

Quantidade de cálcio recomendada por dia, conforme a idade:

  • Crianças de 1 a 3 anos, 700 mg/dia.
  • Crianças de 4 a 8 anos, 1.000 mg/dia.
  • Crianças e adolescentes de 9 a 18 anos, 1.300 mg/dia.

Esses valores se conseguem tomando entre 3 e 5 copos de leite, iogurtes, queijos ou receitas com produtos lácteos para obter as quantidades necessárias de cálcio.

Neste artigo podemos ver alguns produtos lácteos que são bons para dar para seus filhos pequenos, além disso os mais e os menos recomendáveis. Assim, você terá condições de escolher o melhor produto para seu filho, atendendo sempre a suas necessidades e gostos.