Como escolher o pediatra do seu filho?

· 17 de janeiro de 2017

Escolher o pediatra do seu filho é uma tarefa bastante complexa. Alguns pais resolvem levar o filho ao médico da família, enquanto outros pedem recomendação ao ginecologista que atende a mãe. Visto que podem existir muitas recomendações vindas de várias pessoas, existem certos aspectos que devem ser levados em consideração na hora de escolher o pediatra do seu filho.

Você deve ir além dos comentários favoráveis sobre um pediatra e pensar cuidadosamente sobre o futuro pediatra do seu bebê. Tenha em mente que o seu filho vai se consultar com ele desde o dia do nascimento até a idade adulta.

Aqui estão alguns fatores que não podem ser descartados ao fazer a sua escolha:

 Confiança

escolher o pediatra

Esse é um dos campos mais complicados na hora de escolher o pediatra do seu filho. A questão é que não basta escolher o especialista mais renomado e com maior números de certificados. Ainda que esses pontos sejam importantes, você deve ter certeza de escolher o médico no qual deposita mais confiança.

É importante que você se sinta à vontade para perguntar qualquer coisa e que tenha a sensação de que ele realmente pode ajudar quando você precisar. Imagine que ele será o seu aliado para tomar conta da saúde do seu filho. Pergunte-se:

  • Posso perguntar qualquer coisa para esse pediatra? É importante que você tenha coragem de perguntar sobre qualquer assunto ao médico. Não pense que existem perguntas idiotas, nem permita que nenhum médico faça você se sentir assim. É muito comum que a mãe tenha dúvidas, especialmente as mães de primeira viagem.
  • A atitude do médico é amável comigo e com o meu bebê? É importante que você e o seu bebê sempre se sintam à vontade com o pediatra. Ele deve tratar vocês com respeito e atenção.
  • Ele atende o meu filho com paciência, delicadeza e carinho? Um médico distraído ou que está sempre de mau humor vai fazer você se sentir insegura e o seu bebê desconfortável.

Custos

É preciso ser honesto consigo mesmo e aceitar que não podemos escolher determinado pediatra para o nosso bebê simplesmente porque ele é mais caro. Alguns pais têm a ideia de que quanto mais caro for o médico melhores serão os seus serviços. Mas isso não é completamente verdade e talvez nem sempre você poderá pagar a visita periódica a um especialista muito caro.

Analise as finanças do lar e defina o orçamento que você pode destinar a esse gasto. Tenha em mente que as visitas podem ser muito frequentes nos primeiros anos de vida e não é adequado mudar constantemente de pediatra.

Além disso, é preciso considerar se você vai precisar se deslocar até locais afastados da sua casa para visitar o pediatra e os gastos que isso acarreta. Gasolina? Transporte público? Quanto vai custar no total? Esse gasto cabe no orçamento ou vai exigir grandes sacrifícios?

Disponibilidade

Você acha que um pediatra muito reconhecido é a melhor opção? Talvez seja verdade, mas você precisa ter certeza de que ele estará disponível quando você precisar. Um bebê que sempre fica doente ou que tem alguma necessidade especial precisará de atenção mais constante do que um bebê com boa saúde.

Além disso, se você é uma mãe de primeira viagem é provável que tenha muitas dúvidas o que faz necessário escolher um pediatra que tenha tempo para você. Converse honestamente com o possível pediatra sobre essas necessidades. Se ele disser que não terá tempo para te dar toda a atenção de que você precisa peça que ele recomende algum colega.

Experiência

escolher o pediatra

Os médicos passam muito tempo estudando e praticando. Isso traz muitos conhecimentos. No entanto, ao escolher o pediatra do seu filho, recomendamos optar por um com uma boa experiência. Procurar um médico que trabalhe há pelo menos 5 anos com bebês e crianças e que sua especialidade seja a pediatria. 

Esses dois fatores vão garantir um pediatra preparado para lidar com uma emergência. Tenha em mente que um bebê ou uma criança têm necessidades especiais muito diferentes das de um adulto. Por isso, não é recomendável se consultar com um clínico geral ou um médico com pouca experiência em crianças.

Tome seu tempo para escolher o pediatra do seu bebê

Não tenha pressa nem escolha o primeiro pediatra apenas porque “sim”. Escolha com cuidado e pergunte tudo o que precisa saber ao possível médico do seu bebê. Você vai perceber que uma decisão bem tomada facilita a sua vida como mamãe.