Estamos promovendo a criação de crianças consumistas?

2 de fevereiro de 2020
É em você que o seu filho se espelha. Portanto, se você tem um filho consumista, pode ser que ele tenha tido um bom professor. Saiba mais sobre esse problema, que afeta muitas crianças, a seguir.

As crianças de hoje em dia têm muito mais coisas do que precisam. Isso é uma realidade. No entanto, o foco deve estar em saber se as atitudes de alguns pais estão promovendo a criação de crianças consumistas.

Os pais têm a responsabilidade de criar os filhos e garantir o seu desenvolvimento de uma maneira apropriada. Isso significa que, entre outras coisas, eles devem ter controle sobre as compras da criança.  

Além disso, os adultos responsáveis ​​também têm o direito e a obrigação de orientar a criança e decidir a que tipo de publicidade ela deve estar exposta.

Da mesma forma, as escolas também têm a missão de ensinar e promover o crescimento do aluno, levando em consideração códigos éticos responsáveis, além de fornecer as informações e habilidades necessárias para a vida.

Infelizmente, o mercado de produtos e alimentos para crianças é enorme e isso condiciona a criação de crianças consumistas. Nesses casos, os pais encontram dificuldade para educar os filhos da maneira que desejam.

Ao mesmo tempo, as crianças são cada vez mais influenciadas pelo consumismo que, na maioria dos casos, contraria os valores ensinados pelos seus pais. Existem muitos estudos que tratam do comportamento infantil e da influência do marketing. Vamos nos aprofundar um pouco mais a seguir.    

Filhos consumistas, pais permissivos

Sem dúvida, a principal causa da existência de casos de crianças consumistas é a permissividade e a atenção excessiva de alguns pais. E isso é bem conhecido pelos pequenos.

Por exemplo, quando eles choram ou usam as típicas birras, você não deve ceder imediatamente. Isso pode ser usado para conseguir o que eles quiserem naquele momento e, como consequência, a permissividade que acompanha a sua educação será reafirmada.

crianças consumistas

Além disso, as crianças devem ser educadas com responsabilidade.Isso significa que os pais devem dar o exemplo e ensinar os pequenos a ter um consumo responsávele a evitar excessos sem sentido.

Afinal, eles repetem as atitudes dos mais velhos, que consideram como referências. Lembre-se de que é em você que o seu filho se espelha.

Como mãe, você deve transmitir ao seu filho o valor das coisas e não dar tudo o que ele pedir. Se você perceber que ele tem dificuldade para entender isso, não se apresse e explique claramente o que está acontecendo.   

A comunicação é o ponto principal para impedir que o seu filho se torne uma criança consumista. Além disso, também permitirá que ele possa entender e aceitar as regras impostas. Recomendamos evitar a superabundância com a criança. Isso significa que, na medida do possível, a criança não deve ter muito mais objetos do que precisa.

“O consumismo tem uma forte raiz na publicidade em massa e nos bombardeios de ofertas que criam falsas necessidades para nós”.
–Enrique Rojas–

Dicas para evitar a criação de crianças consumistas

Aqui estão algumas dicas para impedir que as crianças sejam consumistas. Tome nota e tente levá-las em consideração na educação do seu filho!

1. Defina os limites

Em primeiro lugar, recomendamos que você defina os limites e diga ‘não’ em muitas ocasiões. Você não pode dar tudo o que a criança pedir, pois, entre outras coisas, isso faz com que ela não valorize muitas de suas ações.   

2. Não exagere nos presentes

Como mãe, talvez você queira encher o seu filho de presentes. No entanto, você não deve fazer isso em excesso, pois contribui para criar uma criança consumista.Portanto, você deve encontrar outras maneiras de transmitir o seu amor.

3. Não tente fazer com que estejam sempre felizes

As crianças nem sempre estão felizes. Quando choram ou fazem birra, nem sempre significa que os pais fizeram algo errado.  

Portanto, se você perceber que a criança está sentindo algum desconforto, você deve deixá-la superá-lo sozinha. Isso a ajudará a se fortalecer emocionalmente e a melhorar a sua capacidade de superação.

crianças consumistas

4. Dê o exemplo

Se você deseja que o seu filho não tenha hábitos consumistas, deve incentivar uma alimentação saudável e certificar-se de dar o exemplo.Comece a valorizar as coisas e não compre em excesso. Além disso, lembre-se também de que é importante que você não se compare com os outros pais, uma vez que as regras são diferentes em cada casa.

Por fim, lembre-se de que a criação de crianças consumistas tem a sua origem no núcleo familiar. Portanto, o mais importante é que você aja com responsabilidade na frente da criança e tenha um consumo coerente.