Estimular os hormônios da felicidade para curtir a maternidade

O corpo e a mente estão intimamente relacionados. Portanto, estimular a liberação natural de certas substâncias no corpo pode ajudar você a aproveitar mais a maternidade.
Estimular os hormônios da felicidade para curtir a maternidade

Última atualização: 09 Maio, 2021

A maternidade costuma ser vista como uma grande responsabilidade, e não é para menos, já que outra vida humana está a caminho e deve ser zelada. Além disso, depois de ter um filho, termos como depressão pós-parto, dificuldades de reconciliação e as demandas a que as mães são submetidas tornam-se mais palpáveis do que nunca. Por isso, é possível que em algum momento você perca de vista um objetivo prioritário: curtir a maternidade. Hoje queremos lembrar dessa meta.

Ser mãe pode ser uma experiência extremamente gratificante. No entanto, às vezes, a mente pode pregar uma peça e encher essa bela fase da sua vida com estresse e preocupações. Por isso, queremos explicar como você pode estimular os hormônios da felicidade com pequenas ações cotidianas para ter um maior bem-estar no seu dia a dia.

Estimular os hormônios da felicidade para curtir a maternidade

Pode parecer que a felicidade é um estado mental, mas não devemos esquecer que corpo e mente estão intimamente relacionados. Assim, estimular a liberação natural de certas substâncias no corpo pode ajudar você a experimentar um melhor estado de espírito.

Mãe abraçando a filha, aprendendo a curtir a maternidade.

Dopamina

A dopamina é conhecida como o hormônio da recompensa, pois as sensações agradáveis que ela traz nos levam a repetir os comportamentos que as produziram.

Por exemplo, você já percebeu como seu humor melhora depois de comer aquela comida que você adora, mas não se permite muitas vezes porque não é muito saudável? Bem, existem outras maneiras de obter essa gratificação sem prejudicar sua saúde:

  • Descobriu-se que ouvir suas músicas favoritas causa um aumento na liberação de dopamina, principalmente quando chega aquele momento ápice da melodia que nos dá arrepios. Então, você pode escolher seus artistas favoritos e ouvi-los enquanto canta e dança com seu bebê.
  • Cumprir metas também pode ajudar você a atingir esse propósito. Não é necessário que sejam grandes ações: riscar da agenda aquelas pequenas tarefas cotidianas que você tem pendentes pode trazer sensações agradáveis.
  • Um descanso de qualidade também é essencial para manter bons níveis de dopamina. Portanto, embora o sono da mãe seja inevitavelmente perturbado durante os primeiros meses de vida do bebê, tente cuidar dele o máximo que puder.

Serotonina

A serotonina gera sensações de satisfação, relaxamento e tranquilidade, mas quando seus níveis estão baixos podem surgir a tristeza, a ansiedade e a preocupação.

Então, para evitar que isso aconteça, você pode optar por algo tão simples como dar um passeio com seu bebê em uma manhã ensolarada, já que está comprovado que a luz solar multiplica exponencialmente a produção de serotonina.

Por outro lado, praticar a gratidão também é muito benéfico: esforce-se todos os dias para perceber e valorizar todas as coisas boas da sua vida.

Endorfina

As endorfinas não só geram prazer e felicidade, mas também ajudam a reduzir a sensação de dor física e emocional. Portanto, são hormônios podem se tornar grandes aliados. Para estimular a sua produção, você pode tentar fazer atividade física regularmente (existem várias opções para fazer exercício com o seu bebê).

Além disso, rir também aumenta a presença de endorfinas no organismo. Então, ouça um podcast engraçado, assista a um filme de comédia ou sente-se no tapete para brincar  com seu bebê. Não há nada mais contagioso do que o riso de uma criança.

Oxitocina

 

Mãe beijando o bebê na testa.

Provavelmente você já conhecida bem essa última substância, pois ela está intimamente vinculada a todo o processo de gravidez e parto. A oxitocina gera sentimentos de amor, empatia e sociabilidade e o melhor que você pode fazer para estimulá-la é curtir a companhia das pessoas que ama.

Abrace seu bebê, beije seu parceiro ou tenha uma conversa íntima e agradável com um amigo. Esses pequenos gestos diários podem fazer a diferença.

Curtir a maternidade ajuda a cuidar do seu bebê

Muitas mães ficam tão preocupadas em cuidar dos seus filhos que se esquecem de cuidar de si mesmas. Elas podem até considerar isso um ato egoísta. No entanto, para cuidar do seu bebê é essencial que você seja física e emocionalmente saudável.

Lembre-se de que o seu bem-estar está diretamente relacionado ao bem-estar do seu filho e que, se você se sentir feliz, poderá oferecer a ele mais atenção e melhores cuidados.

Pode interessar a você...
5 características das mães felizes
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
5 características das mães felizes

Uma mãe feliz curte o dia a dia porque sabe como é sortuda por poder viver ao lado de sua família. As mães felizes têm uma maneira diferente de ver o mundo. Isso se reflete nas coisas que fazem diariamente.