Estresse materno: sinais e soluções

· 7 de fevereiro de 2018
Quando falamos da gestão do estresse, a primeira coisa que nos vem à cabeça são palavras como ioga, meditação, descanso e relaxamento.

Imagine por um momento que você é mãe de um bebê e se encontra em plena transição de estresse materno. Em muitos casos, lidar com esta situação é difícil ou impossível para uma mulher que não sabe como. Por isso, se esta é sua situação, queremos te mostrar alguns aspectos que você precisa conhecer.

Na medida do possível, se transformar em mãe deve ser um ato consciente e planejado. Ainda que, certamente, muitas mulheres no mundo recebem um bebê em seus braços sem ter nenhum tipo de preparo prévio sobre como gerenciar o estresse materno.

As ferramentas para gerenciar o estresse materno são necessárias para criar uma criança. E o são porque ser mãe é uma tarefa de tempo integral à qual se soma o trabalho de se ocupar dos cuidados de uma casa e muitas vezes de ter que trabalhar. Desta maneira, é normal que tudo isso gere estresse em algum momento da sua vida.

O estresse tem muitas faces

O estresse não é algo que deva causar muita preocupação, já que de certo modo é uma reação natural às pressões físicas ou emocionais. Porém, os problemas começam quando de alguma forma a mãe se encontra fora de controle e essa situação afeta outros integrantes da família.

As crianças aprendem com seus pais a como gerenciar o próprio estresse. Por isso, o ideal é que você reconheça imediatamente os sinais e os sintomas e, assim, aprenda a aplicar soluções rápidas e saudáveis a fim de evitar que seus efeitos perigosos atinjam outros dentro de casa.

Sinais e sintomas de estresse no seu corpo

Geralmente, a frequência cardíaca e respiratória de uma pessoa com muito estresse aumenta muito, além da pressão sanguínea e da tensão muscular. Na contramão, o processo digestivo e a resistência às doenças caem. Além disso, a digestão pode causar acidez, prisão de ventre ou diarreia.

Os padrões de sono se alteram, os níveis de energia flutuam e a sensação de exaustão é constante inclusive quando se dorme bem. O estresse também pode desregular a menstruação nas mulherescausar dores e o surgimento ou o agravamento de doenças. Por último, a dificuldade de controlar o nervosismo pode causar, em determinadas ocasiões, episódios de fúria.

Às vezes a mente está tão cheia de pensamentos negativos, ansiedade, raiva ou frustração, que esquecemos de nos conectar com o que nos rodeia.

Técnicas para reduzir o estresse materno

Não cabem dúvidas de que ser mãe é um trabalho esgotante; por isso é importante conhecer estratégias que te ajudem a relaxar sempre que você estiver em uma situação de estresse.

O escritor Jeremy Lehrer fala de uma alternativa baseada no “apaziguamento da mente” diante dos momentos de estresse que o processo de criação pode causar. Essa alternativa se chama “consciência plena” e envolve de “acalmar sua mente para poder estar mais presente no momento”.

Algo como estar sempre vivendo no momento presente: o aqui e o agora. Em um de seus artigos oferece três vias ou técnicas para gerenciar da forma mais saudável possível o estresse materno ou de criação. Vejamos agora no que consistem estas técnicas:

1. Respiração consciente

Para pôr em prática a técnica da respiração consciente é necessário fixar a atenção na maneira como o ar entra e sai do corpo. Você pode fechar os olhos ou mantê-los abertos, o que mais te ajudar a se concentrar. Enquanto inala e exala se concentre em contar de 1 a 10 ou de dois em dois.

A contagem te ajuda a se dar conta de quando um pensamento interrompe sua mente. Quando isso acontecer deixe-o passar e volte à tarefa de contar as respirações. Sempre surgirão pensamentos e você se dará conta de que a mente está muito inquieta. Porém, a ideia do exercício de respiração consciente é exatamente educar a sua mente.

Você verá que pouco a pouco este exercício se tornará mais fácil. O segredo está no quão disciplinada e constante você será. Se você fizer este exercício diariamente, descobrirá que você vai se sentir mais calma e relaxada e realizará suas tarefas com uma predisposição nova.

2. Percepção de sensações

Outra técnica para combater o estresse e alcançar um estado de relaxamento consciente é prestar atenção às sensações do nosso corpo. Para colocá-la em prática você precisa, em primeiro lugar, focar na sua respiração. Inale e exale profundamente até que sinta sua mente relaxada e comece a sentir as diferentes partes do seu corpo.

O propósito desta técnica é ser consciente das sensações do seu corpo. Não para julgá-las, mas para identificá-las e reconhecer como nosso corpo está reagindo frente ao estresse e às preocupações. A mente e o corpo precisam estar em sintonia. Isso se consegue estando mais atento às percepções do corpo.

Você também pode conseguir isso ao ouvir com atenção os sons que estão ao seu redor. O objetivo é notar as mudanças sutis que os som têm. Às vezes a mente está tão cheia de pensamentos negativos, ansiedade, ira ou frustração que nos esquecemos de nos conectar com o que nos rodeia.

Uma das técnicas para gerenciar o estresse materno é a respiração. A mãe deve focar toda a sua atenção na maneira como respira.

3. Relaxamento consciente

Esta técnica é especialmente efetiva quando estamos com raiva ou chateadas, explica Lehrer. Quando notar que está nesse estado, o aconselhável é procurar um lugar afastado em casa para que possa tentar relaxar e pensar melhor. Peça que, por favor, te deem alguns minutos e evite qualquer tipo de distração ao seu redor.

Quando conseguir isso, deite-se no chão, feche os olhos e novamente se concentre na respiração. Desta vez tente respirar e sentir as diferentes partes do seu corpo em ordem. Você pode começar pelos pés, sinta-os e e convide-os a relaxar. Posteriormente vá fazendo o mesmo com os joelhos, as coxas e as outras partes do seu corpo.

Você também pode começar pela cabeça e ir sentindo como cada músculo de seu rosto relaxa, seus ombros, suas mãos e assim até chegar aos seus pés. Quando terminar de relaxar cada parte do seu corpo e decidir se recompor novamente, levante-se do chão com suavidade.

Há muitos vídeos que podem te ajudar a guiar a execução deste tipo de técnicas, cuja prática constante pode te ajudar a eliminar o estresse materno de forma paulatina e te ajudar a enfrentar os desafios do dia a dia com o melhor ânimo.