Estudar nas férias é positivo para as crianças?

27 Julho, 2018
O período das férias é sinônimo de diversão para as crianças. No entanto, muitas são obrigadas a sacrificar suas valiosas horas de descontração para estudar. Será que isso é positivo para elas?

Chegam as férias, e as crianças sabem que esse é o momento ideal para aproveitar ao máximo seu tempo livre e se divertir. Entretanto, muitos pais assumem como um objetivo encontrar atividades para as crianças fazerem. Assim, a questão é: será que é positivo para as crianças estudar nas férias?

Há quem diga que é positivo para as crianças ter seu momento de descontração na época das férias para, assim, poderem repor as energias a fim de começar o próximo semestre.

Por outro lado, há aqueles que afirmam que as atividades de descontração devem ser complementadas com outras como, por exemplo, estudar. Dessa forma, as crianças não se desprendem da noção de responsabilidade e não se desacostumam do hábito de estudar.

Os dois posicionamentos são válidos. Assim, a dúvida que fica no ar é: estudar nas férias é positivo para as crianças?

Por que não é positivo para as crianças estudar nas férias?

Alguns especialistas não acham que é positivo fazer as crianças estudarem nas férias. Eles afirmam que isso pode gerar consequências negativas que vão afetar o desenvolvimento da criança.

Tornou-se uma prática comum enviar tarefas para as férias sem levar em consideração se a criança se saiu bem ou mal nos estudos durante o semestre. No entanto, devemos considerar que, para muitas crianças, essa é uma forma de castigo por não terem atingido os resultados esperados.

As obrigações desestimulam as crianças

Se sobrecarregarmos as crianças de obrigações nas férias, podemos acabar prejudicando o retorno dos estudos no início do próximo semestre e, consequentemente, fazendo com que as notas das crianças diminuam. Nessa linha de raciocínio, para os pequenos, não faria diferença tirar notas boas ou ruins, já que seriam obrigados a estudar nas férias de qualquer forma.

A realização dos deveres ocupa um tempo considerável do dia das crianças, o que faz com que não tenham tanto contato com os amigos e, assim, percam momentos de lazer.

estudar nas férias

No entanto, as férias são momentos destinados ao prazer, e não às obrigações. Por isso, os deveres nas férias causam desmotivação em relação aos estudos, isolamento dos amigos e baixa interação com outros membros da família.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os alunos já dedicam muito tempo à realização dos deveres ao longo do ano letivo. Por esse motivo, a instituição alerta sobre as incidências negativas que estudar nas férias pode trazer. Tanto para a saúde física quanto para a saúde mental, pois as crianças já recebem uma carga considerável de pressão diariamente.

E quanto aos direitos das crianças?

Também é importante se lembrar de que, entre os direitos dos pequenos, temos o artigo 31 da convenção internacional sobre os direitos da criança, realizada em no ano de 1989.

Nesse artigo, está definido que a criança tem direito “ao descanso e ao lazer, a brincar e a participar de atividades de recreação apropriadas à sua idade e de participar livremente da vida cultural e das artes”.

“Aqueles que afirmam que as crianças devem estudar nas férias defendem que, dessa forma, os pequenos não se desprendem da noção de responsabilidade e não se desacostumam do hábito de estudar”

Por que é positivo para as crianças estudar nas férias?

É preciso levar em consideração que as atividades escolares são contínuas. São os deveres que criam nas crianças a noção de responsabilidade, a disciplina, a ordem, a constância e os hábitos de estudo.

Passar deveres para as crianças nas férias as ajuda a reforçar o que foi aprendido ao longo do ano letivo. No entanto, devemos ter consciência da quantidade de atividades que vamos propor e das capacidades do aluno, de tal forma que seja possível fazer os deveres e também passar um tempo com a família e os amigos, sem que nenhum aspecto da vida da criança seja negativamente afetado.

estudar nas férias

Tempo para ajudar

Ao mesmo tempo, também devemos destacar a oportunidade que nós, pais, temos para ajudar as crianças nos deveres, sem, é claro, fazer os exercícios por elas. Dessa forma, os laços entre pais e filhos se fortalecem.

Para nós, pais, os deveres escolares são importantes e necessários para a educação dos filhos. Mais ainda quando se trabalha as matérias centrais.

A carga adequada, contudo, é aquela que permite reforçar o conhecimento de alguma matéria com a qual a criança teve dificuldades.

O tempo recomendado quando são pequenas é de 15 minutos. Para as crianças que estão no ensino fundamental, aproximadamente, uma hora. Assim, a quantidade de horas dedicadas a reforçar os conteúdos aprendidos deve ir aumentando de acordo a idade da criança.

É extremamente importante que os pais e os professores trabalhem de maneira coordenada e tenham uma excelente comunicação a fim de elaborar um plano de trabalho adequado. Com esse detalhe, o tempo gasto nas férias vai ser realmente produtivo.