Etapa egocêntrica das crianças. Perigo!

25 de janeiro de 2018
As três doenças do homem atual são a falta de comunicação, a revolução tecnológica e sua vida centrada em seu sucesso pessoal - José Saramago (1922 - 2010).

egocentrismo se manifesta desde cedo. A pergunta é: como os pais devem agir durante a etapa egocêntrica das crianças?

O que implica no egocentrismo nas crianças?

Quando uma pessoa manifesta egocentrismo, isso significa que só pensa em si mesma, sem se importar com o que os outros pensem. Agora, no caso das crianças acontece algo diferente. O fato de manifestarem egocentrismo não significa necessariamente que sejam egocêntricas em si, mas sim que se encontram em uma etapa evolutiva.

Nesta etapa evolutiva, as crianças pretendem ser as protagonistas, tendo em vista que não desenvolveram o que se conhece como pensamento empático. De fato, toda criança deve passar por esta etapa e é até saudável que passe por ela. Por isso os pais não precisam dar mais importância do que o necessário. O que devem fazer é manifestar carinho e paciência com o pequeno.

Fases da etapa egocêntrica das crianças

Uma frase de Saramago faz referência ao mal que pode chegar a ser o fato de dar rédeas soltas ao egoísmo tanto em adultos quanto em crianças. Por isso, é vital saber como agir durante a etapa egocêntrica nas crianças. Mas antes, convém saber as fases de tal etapa, as quais serão mencionadas a seguir:

Fase da descoberta

Nesta fase a criança aprende tudo aquilo que vê ao seu redor. Por isso, se nota comportamentos individualistas, isso é o que vai imitar. Assim, é importante ensiná-la a forma correta de se comportar dando o exemplo.

Fase de vinculação

É quando surge o apego e a amizade na criança. Segundo o psicólogo Paul Osterrieth, as crianças de até 5 anos não têm necessidade de compartilhar coisas com outras, devido ao fato de que não entendem que um brinquedo é para uma finalidade em comum.

Porém, entre os 6 e os 7 anos a criança começa a entender o que significa a cooperação. Por isso consegue-se fazer com que ela compartilhe as coisas com outros, manifestando assim a vinculação.

Fase de aceitação

Nesta fase a criança já manifesta ter aprendido habilidades sociais adequadas. Tais habilidades ou condutas são aprendidas através da instrução, da imitação, do preparo e da prática. Este é o objetivo que todo pai deve se esforçar para chegar com seus filhos.

Quando a etapa egocêntrica das crianças começa?

Em que momento começa a etapa egocêntrica das crianças? Talvez os pais se façam essa pergunta. Segundo diversos estudos, a etapa egocêntrica nas crianças surge a partir dos 2 ou 3 anos de idadeIsso porque, pela natureza humana, toda pessoa tende a ser egocêntrica. Porém, um bom desenvolvimento através da educação pode fazer com que isso mude.

Desde pequena, a criança só conhece a perspectiva de que é o centro do mundo e isso faz com que tenha dificuldade para conseguir se colocar na perspectiva de outra pessoa. O anterior leva ao fato de que não pode manifestar empatia, em vista de que não entende a realidade: que existem outras pessoas com as quais compartilhar.

Manifestações de egocentrismo nas crianças

Durante a etapa egocêntrica nas crianças, é muito comum que surjam birras constantemente. Isso ocorre devido à falta de entendimento por parte dos menores. Por isso gera-se uma grande frustração entre diversas situações.

Através das birras e de gritos, pirraças e inclusive insultos, a criança tenta obter aquilo que ela quer, por isso é necessário lhes ajudar com o objetivo de que tais birras não se transformem no pão de cada dia.

Como agir durante a etapa do egocentrismo das crianças?

Os pais devem ter uma atitude positiva, sempre levando em consideração que a mudança de conduta nas crianças é possível se incentivarmos constantemente a agir como deve ser. Para alcançar o que foi dito antes, pode-se seguir os seguintes passos:

Caso surja uma birra por atitudes egocêntricas nas crianças, o que se deve fazer é não dar a ela aquilo que ela quer para que se acalme e também entretê-la com outra alternativa. O ideal é manter a calma e indicar como as coisas devem ser e fazê-lo com poucas palavras.

Depois que a birra passar, você pode explicar à criança o que se espera dela da próxima vez. Além disso, é essencial que o ambiente familiar seja tranquilo e que haja serenidade.

A relação da aquisição completa da linguagem

A etapa egocêntrica nas crianças começará a acabar quando elas desenvolverem de forma completa a linguagem. Isso vai começar a partir dos 4 anos de idade. A razão é que as crianças começam a socializar com os outros e começam, assim, a entender outros pontos de vista. Desta forma, desenvolve-se maturidade e compreensão.

Não forçar, mas sim encorajar

Encorajar e não forçar deve ser o lema de todo pai na hora de ensinar seus filhos sobre a importância de compartilhar. Por isso, pela forma de agir dos pais pode-se transmitir aos filhos que existem outras pessoas e que as mesmas têm necessidades.

É primordial, então, fazer a criança entender que compartilhar as coisas em grupo pode ser proveitoso, algo que pode ser interessante. Isso é alcançado principalmente através do exemplo.

Não incorrer na obrigação

Os pais não devem obrigar seus filhos a deixarem seus brinquedos e cederem aos outros se eles não desejarem fazer isso. O que devem fazer é ensiná-los como as coisas precisam ser feitas. Uma coisa é obrigar e outra muito diferente é ensinar. Também não se deve ridicularizar o comportamento. Ao fazer isso a sensação da criança de não ser compreendida vai aumentar.

E estas são só algumas maneiras de agir durante a etapa egocêntrica das crianças. O importante é ensinar com tranquilidade e através do exemplo, um aspecto que os pais não devem dar por finalizado em sua educação.