Como evitar que todos os filhos se contaminem se um fica doente?

· 18 de abril de 2017

Se você tem dois ou mais filhos há grandes chances de que quando um fique doente os outros se contaminem. Neste artigo iremos dar alguns conselhos para minimizar as chances de que isso aconteça.

Os riscos

Não importa se eles são gêmeos, trigêmeos, irmãos mais velhos, ou mais novos, há grandes chances de que se um ficar doente, os outros se contagiem, devido ao contato natural e direto que eles possam ter; por essa razão é muito significativo conhecer como evitar que todos se contaminem entre si.

Espirros, saliva e muco são agentes diretos de contaminação que podem ser facilmente transmitidos através de objetos como copos, talheres, brinquedos, chupetas, cobertores, travesseiros, entre outros.

É por este motivo que devemos prestar especial atenção e tomar as medidas de higiene extras com todos esses objetos, enquanto tivermos um de nossos filhos doentes em casa.

Quando a doença é extremamente contagiosa, a melhor escolha, ainda que mais difícil, é separá-los. Neste momento incômodo você deve explicar que a separação será temporária, enquanto o irmão se recupera.

Talvez separá-los pode ser desconfortável para todos, ainda mais se eles são acostumados a se abraçar, beijar e brincar, mas esta é a prevenção mais eficaz em casos difíceis ou que representem um risco elevado para todos.

Nessas eventualidades devemos procurar a ajuda de nossos avós, algum familiar ou pessoa de confiança para ficar com os irmãos em casa enquanto os remédios são ministrados e a saúde de nosso filho melhora.

Medicina preventiva

Com a medicina preventiva pode-se evitar o contágio entre irmãos; dependendo da doença é recomendável perguntar ao pediatra se você pode dar algum medicamento para prevenir que todos contraiam a mesma doença.

No momento da consulta no pediatra podemos aproveitar para pedir conselhos sobre o que podemos fazer para que os outros irmãos não se contaminem. O médico poderá dar indicações para reforçar o sistema imunológico de todos os membros da família.

É desejável que todos sejam avaliados, já que as circunstâncias individuais variam, e há chances de que um deles tenha a doença, e se manifeste de outra forma ou simplesmente demore um pouco mais para se revelar.

Algumas recomendações para você

Existem enfermidades comuns e contagiosas, como a conjuntivite, diarreia infecciosa, eritema, ou irritação de pele contagiosa, impetigo ou úlceras da pele, piolhos, sarna, catapora, sarampo e gripe.

Embora cada uma das doenças sejam das vias respiratórias, intestino (nas fezes), o contato com sangue, ou contato corporal; cada uma exige uma atenção especial e todos os níveis de saúde devem estar elevados e estáveis.

Algumas medidas que podem ser tomadas:

Uma casa limpa. Manter o ar condicionado ou ventiladores desligados pode evitar a propagação de doenças contagiosas em casa.

A higiene pessoal deve ser regular. Banhar-se regularmente, lavar as mãos com frequência, utilizar antibactericidas, sabonetes, e produtos de limpeza podem evitar o contato com a doença.

As campanhas de vacinação são necessárias para evitar que as doenças contagiosas possam ser de alto impacto e gravidade; consultar o pediatra para saber quais vacinas podem ser tomadas é importante.

Ventilar os ambientes com ar limpo ajuda muito, para que as bactérias não se concentrem no lugar onde os seus filhos frequentam.

• Ensine seus filhos a cobrir a boca e o nariz quando tossirem ou espirrarem, explique a importância disso.

• Por razões de segurança, o contato com animais deve diminuir por ser potencialmente infeccioso.

Se a doença não tem altos riscos de contágio é possível integrar um dos irmãos que não está doente na tarefa indireta para curar seu irmão, como lhe dar os medicamentos, cobertores limpos, etc…

Evite expor seu filho a lugares onde estejam outras crianças, como parques ou a escola para evitar a propagação a outras crianças.

Use álcool e água fervida para limpar tudo o que esteja em contacto com seu filho doente.

Certifique-se de que os seus filhos mantenham uma dieta saudável com alimentos que contêm vitaminas, ferro e outros nutrientes que fortaleçam o sistema imunológico.

… “Para a queda que deste no parque, um beijo. Para a febre, medicamento. Durante esse processo cuidarei de ti, meu filho em cada uma de suas etapas. E quando te sentires melhor, eu ainda quero te ter em meus braços “…

-Anônimo-