O que fazer para a família dormir bem nos 6 primeiros meses do bebê

Não perca essas dicas para conseguir fazer a família dormir bem durante os 6 primeiros meses do bebê.
O que fazer para a família dormir bem nos 6 primeiros meses do bebê

Última atualização: 03 Fevereiro, 2021

Os 6 primeiros meses da vida de um bebê podem ser incrivelmente avassaladores, especialmente em relação ao sono. Alguns bebês têm refluxo ou cólica, enquanto outros são pequenos dorminhocos incríveis. Contudo, os pais podem não saber disso porque outra mãe disse que o bebê dela dormia a noite toda aos 2 meses de idade, o que é raro. Conseguir fazer a família dormir bem parece difícil durante essa fase.

Se você tem um bebê com menos de 6 meses, não perca essas dicas, pois elas serão úteis para você e para toda a família. Talvez algumas noites possam ser mais difíceis do que outras, mas aproveite cada dia e cada noite ao lado do seu pequeno, pois essa é uma época maravilhosa que passa rápido demais.

O que fazer para a família dormir bem?

Como conseguir que a família durma bem durante os 6 primeiros meses do bebê

Você é quem mais conhece o sono do seu bebê

Embora possa ser tentador ouvir o que os outros têm a dizer sobre como colocar o bebê para dormir ou por quanto tempo ele deve dormir, tente confiar nos seus próprios instintos.

Quanto mais você se preocupar por “não fazer a coisa certa” porque está lendo artigos sobre o sono do bebê ou ouvindo outras mães em um grupo do Facebook, mais você estará se afastando do seu tempo com o seu bebê.

Faça o que funcionar para a sua família e confie em você mesma para conhecer o seu bebê melhor do que qualquer autoridade externa. Você passa a maior parte do tempo com o seu filho e cada bebê é diferente do outro. Quando se trata dos arranjos para dormir, muitas famílias desenvolvem e exibem noções muito fluidas de onde o seu bebê “deve” dormir.

Pais que têm ideias menos rígidas sobre como e onde os seus filhos devem dormir geralmente são muito mais felizes. Além disso, é muito menos provável que eles fiquem desapontados quando os filhos não conseguirem desempenhar o papel que supostamente deveriam, ou seja, dormir a noite toda.

Não se preocupe com o que você deve e não deve fazer para conseguir fazer a família dormir bem

É realmente importante não se deixar levar por pensamentos excessivos sobre o que deve e o que não deve ser feito durante os primeiros meses. Principalmente durante os primeiros três meses do bebê, basta alimentá-lo, trocá-lo e colocá-lo para dormir novamente.

Não existem maneiras ruins de dormir

Não há formas negativas para o seu bebê dormir: amamentar, usar chupeta, dormir todos juntos  na mesma cama… Tudo é válido se a família conseguir dormir bem e houver um verdadeiro descanso. Deixe o seu filho dormir como ele quiser, seja embalando-o ou cantando para ele.

O termo “associação negativa do sono” frustra porque até mesmo os adultos têm associações para dormir: usar ruído branco, ler um livro ou ter um jogo específico de lençóis preferidos. Não há nada de negativo em precisar de algo que ajude a relaxar para fazer a família dormir bem.

Se o seu filho adora dormir com você durante o dia, mas isso não funciona mais porque você gostaria de fazer outras coisas, experimente deixá-lo dormir com você e, em seguida, fazer a transferência. Espere até que ele esteja dormindo e tente colocá-lo primeiramente no pé do berço e soltá-lo lentamente. Isso elimina a sensação de queda que às vezes pode acordá-los.

Como conseguir que a família durma bem durante os 6 primeiros meses do bebê

Os 6 primeiros meses do bebê

Acordar e não querer dormir durante a noite é normal

Os recém-nascidos têm dois estados de sono: o sono ativo (que é semelhante ao sono REM em adultos) e o sono tranquilo (semelhante ao sono não REM).

Nesse sentido, o sono ativo desempenha um papel necessário na prevenção da SMSL (Síndrome da Morte Súbita do Lactente). Felizmente, os bebês passam mais tempo em sono ativo das 2 às 6 da manhã, então, durante esse período, é muito mais provável que acordem se estiverem com fome, frio, molhados ou assustados por não respirar.

Seus ciclos de sono são, na verdade, mais curtos do que os dos adultos (já que duram apenas 50-60 minutos). Portanto, eles podem sentir uma excitação parcial a cada hora, mais ou menos. Existe uma razão biológica para a vigília: a sobrevivência. Para que as crianças cresçam, elas precisam comer e, portanto, precisam acordar para se alimentar.

Se uma criança sente muito calor ou muito frio, ela acorda para avisar a mãe. Qualquer coisa que force o seu filho a dormir profundamente muito depressa é perigoso. O sono ativo também traz outros benefícios. Acredita-se que este seja um sono inteligente porque o cérebro não está descansando. O fluxo sanguíneo para o cérebro aumenta e acredita-se que isso seja responsável por um crescimento cerebral mais acelerado.

Pode interessar a você...
Dar ao bebê o que ele pedir não é mimá-lo demais
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Dar ao bebê o que ele pedir não é mimá-lo demais

Muitas pessoas dizem que ao cuidar "excessivamente" do bebê, ele se torna inseguro. Mas saiba: dar ao seu filho o que ele pedir não é mimá-lo demais.