Como a fase lunar influencia no parto?

· 9 de julho de 2017

Os seres humanos têm muitas conexões com a lua e suas fases. De alguma maneira, este astro influencia em nossos sistemas naturais, pois afeta certos fatores próprios da natureza. A gestação não escapa disso, é levada em conta para observar o ciclo reprodutivo feminino e o aumento da fertilidade. Da mesma forma, acredita-se que a fase lunar influencia no parto.

As crenças em relação a como a fase lunar influência no parto são bastante generalizadas. Algumas pessoas aplicam sua experiência e conhecimento para relacionar a fase lunar com o momento do parto, por exemplo as parteiras. Pesquisas sobre o assunto também puderam comprovar alguma conexão.

A parteira Lina Abellán Martínez nos explica como a fase lunar influência no parto dos humanos.  Trata-se de uma pesquisa realizada em mais de 7 mil nascimentos, os quais foram relacionados com a fase da lua na qual ocorreram. Lhe contamos como ocorre.

● Aparentemente, quando a lua se encontra em sua fase minguante, os partos tendem a apresentar características relacionadas com bolsas amnióticas rompidas, assim como coloração do líquido.

● Durante a lua nova, ocorrem mais partos espontâneos.

● Entre as fases crescente e cheia ocorrem mais casos de partos prematuros, cesáreas, partos manuais, dilatações lentas e partos induzidos.

Como a fase lunar influência no parto

fase lunar influência no parto

Às vezes somente nos deixamos levar pelo encanto da lua. Algumas culturas inclusive, consideram a lua como uma divindade. Sem dúvida esta pode influenciar em alguns elementos naturais, por exemplo, a maré dos oceanos, a produtividade da terra e o sucesso das colheitas.

Também acredita-se que a lua influencia as pessoas. Ainda que a nível gestacional não se considere a fase lunar como estatuto, podemos ver uma certa relação. Em muitos casos, se estabelece o calendário lunar como guia para assegurar um filho. Outro tipo de conexão pode encontrar-se no momento do parto e nas possíveis complicações.

A este respeito, estudos de psicoprofilaxia perinatal revelam que pode existir relação real entre a fase lunar e o parto. Trata-se de uma análise empírica realizada por parteiras, em colaboração com mães e profissionais da saúde.

Embora saibamos que os partos ocorrem todos os dias sem importar em que fase se encontra a lua, algumas coincidências são notáveis. Estatisticamente, o parto ocorre da seguinte maneira segundo a fase lunar.

Lua Nova

Acontece que, nesta fase, os partos podem ser mais simples e rápidos. Nesses casos, a mulher chega quase pronta para dar à luz; está completamente dilatada e mal dá tempo dela tirar a roupa. Coincidem, pelo menos, duas mulheres dando à luz ao mesmo tempo e com características muito parecidas. Ou seja, é um nascimento espontâneo.

Geralmente as membranas se rompem de maneira natural sem nenhuma alteração. Além disso, a expulsão é tão espontânea que a mãe não tem oportunidade para refletir sobre o que ocorre. 

Quarto crescente

As especialistas consideram que os partos ocorridos nesta fase são muito bonitos. Não são tão explosivos como os anteriores, mas são bastante normais. A dilatação é progressiva, sem contratempos; além disso, a mãe tem a oportunidade de participar e estar consciente. O explicam como o parto de revistas, esse cujas etapas são perfeitas em todos os sentidos.

Lua Cheia

De acordo com a experiência das parteiras, nesta fase os nascimentos ocorrem com mais frequência. São esses dias onde os hospitais estão lotados e o pessoal super ocupado. Normalmente são nascimentos de gestação a termo, pelo qual geralmente são naturais.

Em certos casos se adiantam alguns partos, mas com data provável e em ótimas condições. No entanto, quando se apresentam os adiantamentos, então ocorrem casos de ruptura de bolsa e certas complicações relacionadas. Isto traz como consequência, que o processo demore um pouco mais.

Quarto minguante

Nesta fase lunar ocorrem poucos partos. No entanto, os que ocorrem podem ser muito trabalhosos. Não são os típicos partos fisiológicos, mas podem ser cesáreas ou normais. Nesta etapa, os nascimentos são um pouco mais complicados, onde o bebê vem sentado ou de pé.

As características destes nascimentos em quarto minguante, requer o gasto de energia da equipe médica e da mãe. Além disso, podem ocorrer coisas pouco comuns, como um cordão mais curto, ou um pai que chega no momento mais importante. Se necessita de muita paciência para esperar o desenlace, mas a maioria termina feliz.

Lua negra

A lua negra é aquela fase prévia à lua nova. Os partos ocorridos nesta fase são os mais complexos. Trata-se de partos trabalhosos onde o bebê tem dificuldade para nascer. É possível que se necessite de um maior monitoramento do sistema cardíaco e de possíveis complicações.