Meu filho adolescente quer assistir Euphoria: o que devo fazer?

Euphoria é uma série que está arrebatando os adolescentes e preocupando os pais. Se o seu filho quiser assistir, aqui vamos contar como lidar com essa situação para que seja algo construtivo.
Meu filho adolescente quer assistir Euphoria: o que devo fazer?

Última atualização: 04 abril, 2022

Se você tem um adolescente em casa, provavelmente já sabe da existência de Euphoria, uma das séries mais polêmicas dos últimos tempos. Suas cenas relatam uma realidade crua e explícita, com a qual muitos jovens se identificam, mas que preocupa os pais. O que devo fazer se meu filho adolescente quiser assistir Euphoria? Permito ou tento evitar? A seguir, tentaremos responder a essas perguntas.

Antes de mais nada, é importante entender por que essa série do canal HBO® conseguiu conquistar o público jovem e gerar tanta expectativa. A questão é que tudo foi pensado nos mínimos detalhes, desde a escolha do elenco à trilha sonora ou à estética visual.

Euphoria mergulha nos dramas e inquietações da adolescência e faz isso sem filtros, sem adoçar as cenas, imergindo na emotividade dos personagens.

Todos esses ingredientes fazem com que seja uma produção extremamente atrativa para os jovens. Mas será que é positivo que seu filho adolescente assista a essa série? Aqui vamos contar mais sobre isso para que você possa tomar sua decisão.

Euphoria: a série que retrata uma realidade

Como ajudar um filho que fuma maconha?
Atualmente, algumas séries e filmes mostram a realidade que muitos adolescentes vivem, de forma aberta e sem filtros. Essa abordagem é ruim?

Euphoria conta a história de um grupo de estudantes do ensino médio e tenta refletir todas as dificuldades que eles enfrentam no dia a dia. Através da vida de seus personagens, aborda temas extremamente complexos, importantes e profundos, como os seguintes:

  • Toxicodependência e o processo de recuperação.
  • Saúde mental e problemas associados.
  • As relações sexuais na adolescência e o consumo de pornografia.
  • Conflitos de identidade e diversidade sexual.
  • Os perigos da superexposição à internet e o abuso das redes sociais.
  • A intensidade emocional da adolescência.

Euphoria é, em suma, um retrato geracional, um reflexo do que significa ser adolescente nesse momento.

O que acontece é que para os pais isso pode soar exagerado ou absurdo, já que está muito longe da adolescência que eles mesmos viveram.

No entanto, não podemos tapar o sol com a peneira: são questões que os nossos jovens enfrentam hoje em dia e olhar para o outro não vai impedir que isso aconteça.

Meu filho adolescente quer assistir Euphoria: devo permitir?

Uma máxima que todos os pais devem ter em mente é que a adolescência é um momento de negociação. Proibir algo estritamente é inútil: só gera rejeição, ressentimento e revolta no jovem que, com mais razão, desejará fazer o que foi proibido.

Talvez essa série não seja uma opção que recomendamos aos jovens, mas se eles mostrarem interesse, se é o que todo o seu grupo de amigos fala, é melhor não ser intransigente.

Claro, a reticência é compreensível, pois Euphoria mostra violência, drogas, sexo explícito, nudez completa e múltiplas cenas chocantes.

Não podemos negar que é fundamental cuidar do conteúdo audiovisual que os jovens consomem, pois se esse tipo de cena não for compreendido e interpretado, pode ser bastante prejudicial.

O que a série mostra é, sem dúvida, a realidade de alguns jovens, mas claro que não de todos eles e isso deve ser esclarecido. Caso contrário, pode enviar uma imagem distorcida da juventude.

O mais aconselhável é focar em consumir modelos e histórias positivas que narram o que se deseja viver e o que se deseja imitar. Nesse caso, Euphoria é o oposto completo. No entanto, a série tem vários pontos a seu favor.

Por que seu filho adolescente deveria assistir Euphoria ?

Apesar do exposto acima, a verdade é que essa série aborda questões altamente relevantes que seu filho pode enfrentar ou está enfrentando no momento.

Ansiedade e depressão, relacionamentos amorosos complicados, vídeos privados que viralizam, drogas como rota de fuga, pressão social e a intensidade com que tudo é vivenciado na adolescência são apenas alguns exemplos.

Assistir à série pode fazer com que muitos adolescentes se sintam identificados, podendo ajudá-los a compreender e refletir sobre essas realidades. E, sobretudo, ajudá-los a entender a importância de criar um espaço de diálogo sobre o assunto.

Por tudo isso, sugerimos que você não proíba seu filho adolescente de assistir Euphoria, mas tome algumas medidas em relação a isso.

Se meu filho adolescente quiser ver Euphoria, posso aproveitar a oportunidade

Mãe abraçando filho adolescente na cozinha.
Aproveite as séries e filmes para abrir espaço para um diálogo sincero e empático com seu filho.

Em primeiro lugar, leve em consideração a idade do seu filho. A série é classificada para maiores de 17 anos. Portanto, essa recomendação deve ser levada em consideração. Se seu filho for mais novo, tente negociar e proponha deixar assisti-la mais tarde. Mas se ele insistir, certifique-se de assistir com ele.

Essa é uma excelente oportunidade para dedicar um tempo de qualidade ao vínculo existente entre vocês e abrir canais de comunicação. Mesmo que a série não seja do seu interesse ou gosto, assistir juntos permitirá que você conheça melhor seu filho e converse com ele sobre vários assuntos importantes que possam preocupá-lo. Da mesma forma, ajude-o a refletir sobre o que vocês veem na tela.

Talvez nesses momentos seu filho seja encorajado a compartilhar experiências e sentimentos que você não sabia que ele tinha. Mas, para isso, é importante que você mantenha a calma e mostre uma atitude aberta e sem julgamentos. Assistir a série para apenas criticá-la não é uma boa ideia. Em vez disso, aproveite a oportunidade para observar as reações do seu filho.

Em suma, Euforia é um sucesso entre os jovens e cabe aos pais oferecer as condições para que seja algo positivo e construtivo. Aproxime-se do mundo do seu adolescente para poder apoiá-lo, ouvi-lo e orientá-lo quando ele precisar.

Pode interessar a você...
Binge-watching ou maratonar séries em crianças: o que você deve saber
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Binge-watching ou maratonar séries em crianças: o que você deve saber

O binge-watching pode ativar o comportamento viciante em crianças, prejudicando o desenvolvimento. Vamos contar o que é isso e como evitá-lo.