Dicas financeiras para famílias jovens

Dicas financeiras para famílias jovens

Última atualização: 17 Março, 2021

Quando um jovem casal inicia um projeto familiar, é mais do que provável que encontre obstáculos que deverão ser superados para que se possa seguir em frente. Um dos maiores obstáculos para as famílias jovens é ter controle financeiro para encontrar um equilíbrio familiar. Muitas mudanças na vida dos jovens podem afetar o aspecto econômico. Confira a seguir algumas dicas financeiras.

Ter filhos afeta as finanças de qualquer família. Desde o início, as despesas diárias aumentam a cada pequeno que se soma à família. De repente, você precisará pagar por fraldas, babá, contas médicas, vacinas e uma tonelada de outras despesas relacionadas ao bebê.

Ao mesmo tempo, um dos pais pode estar fazendo uma pausa no trabalho ou trabalhando menos horas para cuidar dos filhos (o que significa menos renda no final do mês).

Dicas financeiras para famílias jovens

Ter um orçamento familiar

Antes de falar sobre seguros e investimentos, você precisa se concentrar no orçamento e no planejamento patrimonial. É uma boa ideia criar um orçamento familiar mensal e controlar as despesas para poder ajustar o dinheiro às suas necessidades e ao estilo de vida da família. Dessa forma, você poderá saber quanto dinheiro necessita por mês.

Família unida em tempos de 'vacas magras'.

Ser capaz de ter um orçamento familiar e obedecê-lo exige força de vontade. É preciso analisar o dinheiro que você tem, saber se é possível (ou não) ter um seguro de vida, saber se vale a pena investir nisso ou esperar um pouco…

Há famílias que abrem contas para poupar todo mês, mas só você poderá decidir se isso vale a pena ou não na sua situação (as contas-poupança às vezes não permitem resgatar o dinheiro).

A educação das crianças

Quanto antes você começar a economizar para a educação do seu filho, melhor. A educação, mesmo sendo pública, pode custar dinheiro e, se for privada, custa com certeza. É preciso poupar dinheiro não só para a faculdade dos filhos, mas também para poder custear outros tipos de ensino, como atividades extracurriculares ou atividades que exijam o investimento de dinheiro.

Se você começar a economizar desde o momento em que seu filho nascer, poderá construir uma boa base antes de ter de pagar as despesas escolares.

Lembre-se de que o custo da educação e de tudo que envolve esse aspecto geralmente aumenta a cada ano de escolaridade. A educação é cara, e a cada criança a mais o montante necessário vai aumentando. Então é preciso economizar por causa disso.

Casal pensando no orçamento familiar.

Tenha um fundo de emergência

Também é muito importante ter um fundo para emergências, porque você nunca sabe quando o tempo das ‘vacas magras’ pode voltar. A vida é imprevisível, especialmente quando temos crianças. Ter um fundo de emergência pode ajudar você a cobrir despesas imprevistas, ser capaz de sobreviver em épocas de perda de renda ou quando as coisas estão regulares na economia, etc.

Esse dinheiro deve ficar guardado em uma conta de acesso instantâneo para que você possa retirá-lo sempre que precisar. É essencial ter disciplina para conseguir poupar, tanto para formar o fundo quanto para ter força de vontade para não usar esse dinheiro, a menos que seja extremamente necessário. Esse dinheiro deve ser usado apenas em caso de emergência, não quando você precisar de um pouco mais de dinheiro na carteira.

O que fazer se você sentir ansiedade sobre a economia familiar

A primeira coisa é não se desesperar e manter a calma. É normal sentir estresse em relação às finanças da família quando um novo membro entra em sua vida. Você pode não saber como gastar seu dinheiro ou quais deveriam ser as prioridades da sua família. Mas quando temos um bebê, a prioridade é sempre o bebê e depois o resto. Ou seja, a alimentação do pequeno, sua higiene e o atendimento às suas necessidades básicas.

Se você tiver que abrir mão temporariamente de outras despesas, como seguro, por exemplo, faça isso. Se você tiver que parar de comprar marcas de roupas caras por um tempo, também o faça. É importante sentar com papel e caneta nas mãos e colocar na ponta do lápis a renda mensal que você tem a cada mês e se ater a ela. Dessa forma, você não terá surpresas desagradáveis.

Pode interessar a você...
5 maneiras de economizar ao viajar em família
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
5 maneiras de economizar ao viajar em família

Você pode não acreditar, mas é possível economizar ao viajar! A seguir, vamos mostrar maneiras de economizar ao viajar em família.