Forçar as crianças a estudar é um erro ou o melhor a fazer?

4 de julho de 2019
Para os pais, não há maior orgulho do que seus filhos serem os mais destacados da turma e depois optarem por carreiras de prestígio. No entanto, obrigar as crianças a estudar pode causar resultados contraproducentes, uma vez que elas não se sentirão confortáveis ​​e poderão acreditar que nunca obterão a aprovação dos pais.

Os pais sabem como é importante para seus filhos estudar e ter uma boa formação acadêmica, pois serão profissionais de sucesso. Isso pode levá-los a exigir demais de seus filhos e cometer erros que os afetam emocionalmente.

É por isso que muitos pais se perguntam se devem forçar as crianças a estudar. Se você é um deles, poderá gostar dos conselhos que daremos aqui.

Consequências de forçar as crianças a estudar

É muito comum os pais sentirem a necessidade de estimular demais os filhos a serem mais inteligentes. Então, eles podem matriculá-los em atividades extracurriculares, como música, canto, esportes, desenho ou outros tipos de cursos.

No entanto, essas coisas podem não ser o que as crianças gostam, mas sim o que você gosta. Essa situação causa frustração nos pequenos e também uma série de consequências. Entre elas, estão:

  • Não gostar de ir à escola.
  • A rotina ficar fora de controle. Por exemplo, a hora da refeição ou de dormir.
  • Não ter interesse em fazer as tarefas diárias.
  • O relacionamento que têm com amigos ou colegas pode ficar tenso e distante.
  • Eles podem se tornar nervosos ​​e facilmente irritados.
  • Alguns apresentam sintomas de hiperatividade.
criança estudando

3 coisas que os pais devem evitar

Forçar as crianças a estudar pode ser a solução mais fácil para elas aprenderem, mas não a mais bem-sucedida. 

Existem vários métodos que você pode seguir para que seus filhos vejam os estudos como uma maneira de aprender coisas novas que terão utilidade em suas vidas, e não como um castigo do qual eles querem fugir. Para conseguir isso, é importante que você:

Não se torne um professor

Esse é um papel que os educadores cumprem. Embora você precise garantir que as crianças façam o dever de casa completamente e que não há erros, você não deve fazer o dever de casa por elas, pois assim não aprenderão a resolver seus próprios problemas e sempre dependerão da ajuda dos outros.

O que você pode fazer é dar orientações e fornecer ferramentas para que os pequenos possam fazer sua própria pesquisa.

Deixe a criança aprender no seu próprio ritmo

Não vá em frente tentando espremer suas habilidades e forçando-a a aprender a ler e escrever aos quatro anos de idade se essa atividade está programada para crianças de sete anos na escola. Então, respeite.

Não dê recompensas o tempo todo

Embora recompensar as crianças por boas notas pareça ser algo benéfico, na verdade não é. Se você abusar disso, o pequeno só vai se esforçar para obter a recompensa e, se não tirar notas altas, se sentirá fracassado.

Portanto, é melhor aplaudir e elogiar quando a criança passar numa prova, por exemplo. No caso oposto, é aconselhável que você se sente para conversar com ela e mostre o que ela pode fazer da próxima vez, para que a mesma coisa não aconteça. Dessa forma, ela verá seus erros como oportunidades para melhorar, e não como falhas.

“Forçar as crianças a estudar pode ser a solução mais fácil para elas aprenderem, mas não a mais bem-sucedida.”

Deixe as crianças curtirem a infância

É verdade que estudos são necessários, mas não são tudo na vida. Se você se dedicar apenas a fazer as crianças estudarem, você e elas vão se frustrar.

Portanto, esforce-se para também para dedicar tempo a outras atividades que são fundamentais no desenvolvimento das crianças, tais como:

  • Recreação: é muito importante porque as ajuda a desenvolver a imaginação e a curiosidade para aprender coisas novas. Aproveite esses momentos para ensinar fatos interessantes. Elas ficarão felizes em ouvir você.
  • Praticar esportes: ajuda a criança a liberar todo o estresse das atividades escolares. Mas tenha cuidado para não exigir que ela seja a melhor da equipe. Em vez disso, ajude-a a ver essa prática como divertido.
  • Proporcione à criança tempo suficiente para compartilhar com os amigos. Dessa forma, ela aprenderá a ter boas relações com os outros.
menino não quer estudar

Muitas vezes, os pais acreditam que a falta de interesse das crianças pelos estudos tem a ver com distúrbios psicológicos. Isso não é necessariamente assim, já que é muito provável que elas sejam simplesmente preguiçosas ou não estejam interessadas ​​em fazê-lo.

Portanto, é bom levar em conta as dicas acima mencionadas. Dessa forma, as crianças serão despertadas pelo desejo de realizar suas próprias tarefas e não irão desejar que os outros façam por elas.

Em conclusão, obrigar as crianças a estudar não é o mais adequadodeve haver um equilíbrio saudável. O ideal é cultivar o desejo de aprender e desenvolver suas habilidades. Só então as crianças farão a lição de casa com a melhor atitude, sem a necessidade de você agir como vigia.