Como guardar as roupas e mantê-las em boas condições para um próximo bebê

Economizar e reutilizar roupas é benéfico para todos. E em casa, como fazemos?
Como guardar as roupas e mantê-las em boas condições para um próximo bebê

Última atualização: 20 abril, 2022

À medida que seu filho cresce, você deve pensar em como guardará as roupas que não servem mais. Especialmente se quiser mantê-las em boas condições para um futuro bebê.

Existem alguns segredos para fazer isso corretamente, para que suas roupas mantenham suas cores e fiquem bonitas para quando você precisar usá-las novamente.

Veja essas dicas e coloque-as em prática hoje mesmo, pois você não sabe quanto tempo elas vão ficar no armário.

Dicas para guardar roupas e mantê-las em boas condições

A ideia ao fazer esse trabalho meticuloso é não danificar as roupas para que possam ser usadas pelo próximo bebê da família. Siga estes passos e você verá que a roupa do seu pequeno terá um segundo uso nas mesmas condições de agora.

roupas pendurando sapatos infantis na corda
Separe as roupas que seu pequeno não usa mais e guarde-as da melhor maneira para o próximo rebento.

1. Escolha todas as roupas que você vai guardar

Faça uma seleção para ver em que condições estão as roupas e separe aquelas que valem a pena guardar. Ou porque estão com pouco uso ou porque estão em excelente estado.

2. Lave tudo com cuidado

Use o sabão neutro habitual para lavar a roupa e não use amaciante. Verifique bem os tecidos quanto a manchas de alimentos e remova-as, pois a matéria orgânica retém a umidade e isso favorece o desenvolvimento de mofo.

3. Ferro quente, sim ou não?

Há opiniões divididas sobre essa etapa. Por um lado, passar as roupas permite acomodá-las melhor e sem rugas que podem marcar os tecidos. Mas você também tem que ter muito cuidado, pois o ferro quente pode fixar aquelas manchas que você não conseguirá remover depois.

Outra coisa a se ter em mente é que, se você passar as roupas, deve deixá-las ao ar livre antes de dobrá-las e guardá-las definitivamente. Dessa forma, você garantirá que não haja vestígios de vapor ou umidade nos tecidos.

4. Remova os acessórios de metal para guardar as roupas e mantenha-as em boas condições

Botões e peças de metal podem marcar tecidos com manchas de ferrugem e, portanto, devem ser removidos.

Depois de tirá-los, coloque-os em uma sacola ou caixa separada e mantenha-os no mesmo lugar que as roupas. Dessa forma, você pode recolocá-los quando voltar a usar as roupas.

5. Agrupe as roupas de acordo com o tamanho

Faça uma escala para dividir as roupas, por exemplo, de 0 a 3 meses, de 3 a 6 meses e assim por diante. Essa organização permitirá que você encontre o que realmente precisa na hora de usar.

6. Embalagens: qual a melhor forma de guardar as roupas e mantê-las em boas condições?

Esse ponto é muito importante, embora a escolha de como você fará isso dependa do espaço de armazenamento que você tem disponível em casa.

A forma mais segura é guardar as roupas em sacos de linho ou algodão e separar cada peça com papel de seda. Todos esses materiais são respiráveis e permitem que o ar circule para que a umidade não se acumule. Isso evita que as roupas fiquem com um “cheiro de guardado”. Esse sistema é perfeito se você tiver um local seco para armazenamento em casa.

Mas se o seu local de armazenamento não reunir as condições perfeitas, você pode optar por caixas de plástico com tampa e colocar os sacos aí como explicamos. Esses recipientes têm a vantagem de não permitir a passagem de umidade e de serem transparentes, o que ajuda a ver o que está dentro sem a necessidade de abri-los.

Em ambos os casos, é aconselhável abrir as caixas pelo menos uma vez por ano para verificar se está tudo perfeito.

7. Não use naftalina!

As bolas de naftalina contêm ingredientes ativos como naftaleno ou paradiclorobenzeno, que são transformados em gases tóxicos para matar mariposas e seus ovos.

No entanto, o Serviço Nacional de Informações sobre Pesticidas dos Estados Unidos relatou que, quando esses gases são inalados pelas pessoas, podem causar sintomas desagradáveis: dores de cabeça, náuseas, vômitos, diarreia, irritação dos olhos e nariz e tosse.

Evite o uso de naftaleno ou qualquer produto químico que possa ficar impregnado nas roupas, pois pode causar maus odores e colocar em risco a saúde do futuro bebê.

Para espantar insetos e mariposas, é melhor usar saquinhos com lavanda, que é um repelente natural muito eficaz e também tem um aroma requintado.

Camisas dobradas com lavanda
A lavanda é um repelente natural de insetos, que evita a inalação acidental de toxinas presentes nos tecidos.

8. Etiquete tudo

Depois de montar as caixas, escreva em um pedaço de papel o que você guardou lá e cole-o do lado de fora para deixar evidente o que está em cada recipiente.

Guardar roupas de bebê: um costume antigo que continua entre nós

Guardar as roupas do bebê é uma tradição antiga que todas as mamães conhecem e praticam. Em outras épocas, isso era mais comum porque as roupas eram feitas à mão e os tecidos usados custavam muito caro.

Hoje, a roupa é um produto mais acessível e substituível. No entanto, as mães mantêm esse costume que, além de colaborar com a economia familiar, contribui para a sustentabilidade e o respeito com o meio ambiente.

Agora que você já sabe como guardar as roupas e mantê-las em boas condições para um futuro bebê, recomendamos que se organize, compre tudo o que precisa e faça isso a cada 3 ou 4 meses. Dessa forma, você terá tudo bem organizado se, de repente, chegar a feliz notícia de que você vai ser mãe de novo!

Pode interessar a você...
Quais são as vantagens e as desvantagens de vestir irmãos com roupas iguais?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Quais são as vantagens e as desvantagens de vestir irmãos com roupas iguais?

A moda permite que homens e mulheres se vistam com a mesma roupa, o que parece ser muito interessante e atraente. Isso nos leva a nos perguntar: qu...