Hemorroidas durante o parto, saiba mais sobre elas

24 de março de 2019
As hemorroidas são causadas geralmente durante o trabalho de parto, ou até mesmo por alguns transtornos pelos quais as mulheres passam durante a gravidez. Neste artigo, contaremos tudo o que você precisa saber sobre esse assunto.

As hemorroidas são uma inflamação das veias sanguíneas localizadas no reto ou no canal anal. Trata-se de um problema muito comum durante o parto, embora também se desenvolva durante a gravidez.

Enquanto a gestação está ocorrendo, as veias sob o útero estão sujeitas a um possível inchaço ou uma dilatação. De fato, muitas vezes a pressão intensa do útero nas veias da região anal causa o aparecimento de hemorroidas.

Além de aparecer durante a gravidez ou parto, as hemorroidas também podem ser o resultado da constipação pós-parto, momento em que o corpo elimina o líquido adicional que se necessita durante a gravidez para começar a produzir o leite materno.

A seguir, informaremos como as hemorroidas podem ocorrer durante o parto e as prevenções necessárias para aliviar a dor que elas causam.

Por que as hemorroidas podem aparecer?

Durante o parto e com o aumento da pressão no ânus, é possível que as hemorroidas comecem a aparecer. No entanto, outras causas também são responsáveis ​​por esse transtorno.

De fato, as mudanças físicas pelas quais as mulheres passam durante os meses de gravidez são geralmente aquelas que causam o aparecimento de hemorroidas.

É preciso levar em conta que, durante esse período, o útero da gestante começa a crescer, enquanto o bebê continua a aumentar de tamanho também. Esse processo provoca uma diminuição no fluxo sanguíneo.

Por sua vez, essas alterações causam o aparecimento de hemorroidas devido ao aumento da pressão venosa na parte inferior do corpo.

As hemorroidas podem ser formadas interna ou externamente. Nesse sentido, se elas se formam dentro do reto, são chamadas de hemorroidas internas. Ao passo que, quando são geradas fora do ânus, são chamadas de hemorroidas externas.

Além disso, o sangramento é um sintoma importante de hemorroidas internas, que ocorre quando as veias se dilatam até o ponto de saída através do ânus.

Hemorroidas durante o parto

Com relação às hemorroidas externas, geralmente aparecem do lado de fora da pele, no orifício do ânus. Geralmente, elas desaparecem depois de duas semanas.

Para se manter saudável, a maioria das mulheres grávidas toma suplementos de ferro. No entanto, a ingestão desse mineral em grandes quantidades pode causar constipação, que é um fator importante no aparecimento de hemorroidas.

Como evitar as hemorroidas durante o parto?

Os distúrbios de hemorroidas são causados ​​por pressão durante o trabalho de parto, mas também podem ser consequência da constipação que ocorre após o parto. Aqui estão algumas sugestões para evitá-los:

1. Garanta uma boa hidratação

Primeiramente, você deve beber muita água para manter a hidratação adequada durante todo o período de gestação. De fato, a dose diária de água deve ser de 1,5 a 2 litros. Isso geralmente ajuda a suavizar as fezes e facilitar a evacuação.

2. Tenha uma dieta rica em fibras

Uma dieta que contém fibras é o melhor remédio natural para combater distúrbios de trânsito intestinal, pois envolve o consumo de grandes porções de frutas, legumes e cereais. Por exemplo, a laranja é um bom laxante natural para a constipação.

As mudanças físicas vivenciadas pelas mulheres nos meses de gestação geralmente são o que causam o aparecimento das hemorroidas.

3. Tenha um melhor controle das emoções negativas

Por outro lado, é importante controlar o estresse emocional e eliminar a ansiedade desnecessária que você pode sofrer antes de dar à luz. 

A tensão tem a capacidade de aumentar a pressão sanguínea. Por sua vez, isso faz com que as veias na cavidade anal sejam ampliadas. O resultado: as irritantes hemorroidas.

exercícios durante a gravidez

4. Faça atividade física com frequência

Por fim, devemos estar cientes de que não é fácil manter a prática de atividade física regular durante a gravidez. No entanto, também é importante evitar uma sessão prolongada.

Você já deve saber que fazer caminhadas reduz a pressão arterial e ajuda a circulação do sangue no corpo. Portanto, é útil para a redução das hemorroidas.

Após o parto, a cura da erupção hemorroidária é feita através de um tratamento local para reduzir a inflamação e um supositório, creme ou corticosteroides locais. A regularização do trânsito intestinal é essencial.

Finalmente, considere as hemorroidas como um sinal para melhorar seu estilo de vida e cuidar da sua saúde como uma futura mamãe. Por isso, dê mais importância a dieta, hidratação e exercício e, além disso, evite o estresse emocional e a ansiedade.

Temos certeza que dessa forma você será capaz de impedir o aparecimento desse mal!

  • AMARILLO, H. R., & AMARILLO, H. A. (2009). Hemorroides y sus complicaciones. Cirugía digestiva. In. Buenos Aires, 1-17. http://www.sacd.org.ar/tsetentaycinco.pdf
  • HEQUERA, J.A.; DEZANZO, V. (1997). Enfermedades Quirúrgicas de la Región Anal. Ed. Akadia. Buenos Aires. 105-107.
  • Laurrieta-Saiz, I., Alonso-Salcines, A., Alconero-Camarero, A. R., Urquiza, M. T. G., Terán-Muñoz, O., & López-Mirones, M. (2015). Plan de cuidados estandarizado durante el puerperio inmediato del parto normal. Nuberos Científica, 2(15).
  • Vila, J. V., & Armengol, J. G. (2012). GUÍA DE PRÁCTICA CLÍNICA: HEMORROIDES. Guía de Cirugía Colorrectal de la AEC, 64-74. http://ucpvalencia.es/wp-content/uploads/2015/10/Gu%C3%ADa-de-cuidados-Hemorroides.pdf
  • WHITEHEAD, W. (1882). The surgical treatment of hemorrhoids. Br. Med. J. 1: 148-150.