Identificar e desenvolver os talentos

11 Agosto, 2020
Pais e professores têm um papel fundamental na hora de identificar e desenvolver os talentos das crianças.

Todas as pessoas são boas em alguma coisa. O problema é que, às vezes, é difícil saber no que cada pessoa se destaca. Por isso, é importante que as crianças, desde pequenas, identifiquem quais são seus pontos fortes para aprimorá-los adequadamente. Ou seja, é necessário ajudá-las a identificar e desenvolver seus talentos para que, dessa forma, elas cresçam felizes e se sentindo realizadas.

Mas você sabe o que queremos dizer quando falamos em talento? Ao longo dos anos, muitos autores abordaram esse assunto e formularam diversas definições desse conceito. Neste artigo, vamos nos concentrar na visão de Howard Gardner.

“Eu realmente acredito que todo mundo tem um talento, habilidades ou competências que pode usar para se sustentar e ter sucesso na vida”.

-Dean Koontz-

O que é o talento?

Segundo o psicólogo Howard Gardner, o talento pode ser definido como:

“Um arranjo complexo de aptidões ou inteligências, habilidades instruídas e conhecimento, disposições de atitudes e de motivações que predispõem um indivíduo a sucessos em uma ocupação, vocação, profissão, arte ou negócio”.

Identificar e desenvolver os talentos

Além disso, de acordo com Gardner, os talentos humanos são desenvolvidos com base em oito áreas ou capacidades intelectuais:

  1. Linguística: facilidade para escrever, aprender idiomas, usar a linguagem para atingir determinados objetivos, expressar pensamentos e opiniões, etc.
  2. Espacial: capacidade de reconhecer e manipular padrões e espaços grandes, assim como espaços menores.
  3. Musical: facilidade para interpretar, compor e aprender padrões musicais.
  4. Corporal ou cinestésica: capacidade de usar o corpo como um meio para resolver problemas ou criar produtos.
  5. Lógica e matemática: capacidade para analisar e resolver problemas através da lógica e pesquisar de maneira científica.
  6. Naturalista: facilidade para distinguir, classificar e usar elementos (objetos, animais, plantas e minerais) do meio ambiente, urbano ou rural.
  7. Intrapessoalfacilidade para entender a si mesmo, conhecendo os próprios desejos, medos e pontos fortes, usando essas informações para a regulação da vida de forma eficaz.
  8. Interpessoal: capacidade para entender os outros, compreendendo as intenções, motivações e desejos de outras pessoas.

Assim, algumas crianças demonstram facilidade para resolver problemas matemáticos, enquanto outras se destacam na comunicação verbal, outras nos esportes, outras nas habilidades sociais, etc.

Todas elas têm um talento, já que são propensas a fazer algo bem. Mas é necessário treinar e aprimorar essas habilidades especiais através da educação em casa e na escola para que sejam desenvolvidas de uma maneira ideal.

Identificar e desenvolver os talentos

Identificar e desenvolver os talentos

É importante destacar que o talento surge a partir da combinação de quatro fatores:

  • Disposições genéticas.
  • Experiências vividas no contexto familiar, escolar e social.
  • Interesses e motivações.
  • Estilo de aprendizagem.

Pais e professores precisam ter isso em mente e observar as crianças com atenção, procurando quais são as habilidades ou capacidades intelectuais específicas que elas tendem a mostrar ou praticar com mais frequência e com melhores resultados.

Uma vez que os talentos dos pequenos forem identificados, devem ser promovidos através do trabalho, do estímulo e do reforço, mas sem esquecer a diversão. Dessa maneira, o talento poderá crescer enquanto as crianças aprimoram habilidades, aptidões, interesses e motivações.

Da mesma forma, é necessário que, pouco a pouco, elas se conscientizem de suas habilidades, reconhecendo e compreendendo os próprios pontos fortes, para que consigam desenvolver o próprio talento de forma autônoma e independente, esforçando-se e sendo perseverantes.

“Nem todas as crianças têm o mesmo talento, as mesmas habilidades ou a mesma motivação, mas devem ter os mesmos direitos de desenvolver seus talentos, habilidades e motivações, para que sejam elas mesmas”.

-John Fitzgerald Kennedy-

  • Feldhusen, J. F. (1995). Identificación y desarrollo del talento en la educación (TIDE). Revista Ideacción4, 1-4.