Importância da expressão musical

28 de dezembro de 2019
É importante potencializar tanto nas crianças quanto nos adultos a capacidade de expressão de sentimentos e pensamentos. A música é uma ferramenta potente para podermos nos expressar e nos relacionar com o mundo exterior e com as pessoas que nos rodeiam.

A importância da expressão musical se encontra, precisamente, na sua capacidade educativa, já que música é uma forma de cultura e de comunicação. Por meio da música, a cultura é transmitida de geração a geração e é constituída em uma linguagem por meio da qual é possível expressar sentimentos e vivências.

Dessa forma, a expressão musical contribui para o desenvolvimento pleno dos indivíduos, porque permite que tanto crianças quanto adultos desenvolvam os seus sentidos e a sua sensibilidade musical, ao mesmo tempo que canalizam as suas emoções.

A educação musical

Desde as primeiras etapas educativas, a aprendizagem musical deveria estar orientada ao desenvolvimento dos sentidos e, principalmente, àqueles relacionados com a percepção da música, como a audição, a visão e o tato. Já em etapas educativas posteriores, aí sim se pode orientar os objetivos de tal forma que seja alcançada uma aprendizagem mais teórica da leitura e da escrita musicais.

A aprendizagem da linguagem musical permite o desenvolvimento de capacidades relacionadas com a percepção e o reconhecimento de ritmos e de sons. Ao mesmo tempo, permite o desenvolvimento de capacidades como o canto, o movimento corporal e a utilização de instrumentos musicais.

a importância da expressão musical

Assim, em um contexto educativo, a educação musical deve ensinar aspectos relacionados com os elementos que definem a linguagem musical, como o som, o silêncio, o ritmo e a melodia. Mas deve trabalhar, além disso, atividades que envolvam o exercício da voz e do corpo, já que estão entre as ferramentas básicas de expressão musical.

Da mesma forma, como forma de expressão, a aprendizagem da linguagem musical permite que as pessoas desenvolvam a capacidade de interpretar e de comunicar uma forma de ver e de entender o mundo.

Então, a educação musical orientada a uma formação global dos indivíduos deve ser organizada para que as pessoas possam sentir, apreciar e expressar a música. Ou seja, como uma forma de configuração da personalidade, como um fator de desenvolvimento e como uma maneira de controlar as suas emoções.

Recursos para a expressão musical

Na etapa da infância, a expressão musical deve ser trabalhada a partir da brincadeira e por meio de atividades que permitam que as crianças sintam prazer com a música, que as motivem a prestar atenção, descobrir elementos musicais e melhorar a sua capacidade auditiva. Atividades tais como:

  • Danças de músicas com ritmos marcados que as incentivem a mover o corpo e a realizar gestos corporais. Isso contribuirá para o seu desenvolvimento motor, grosso e fino, e para melhorar a sua coordenação, o seu equilíbrio e o seu esquema corporal.
  • Utilização, exploração e manipulação de instrumentos musicais adequados às suas idades. Eles podem ser de percussão (tambores, bumbos, pratos etc.).
  • Uso do próprio corpo – palmas, assobios, marchas – para expressar sons e conduzir o ritmo.
  • Adivinhar sons e distinguir entre sons e ruídos da vida cotidiana.
  • Recorrer a diferentes gêneros musicais, dando mais atenção àqueles que representam a cultura e o folclore populares.

“A música é a arte de organizar uma combinação coerente de sons e silêncios utilizando os princípios fundamentais da melodia, da harmonia e do ritmo, mediante a intervenção de complexos processos psicoanímicos.”

a expressão musical

Importância da expressão musical no desenvolvimento pessoal

A aprendizagem da linguagem musical é fundamental para o desenvolvimento global da criança e dos adultos. A música colabora com o desenvolvimento cognitivo e o pensamento e o raciocínio lógico, com o desenvolvimento psicomotor, e com o desenvolvimento afetivo, social e estético.

A expressão musical nos ajuda a sentir, viver, compreender e controlar as nossas emoções. Isso ajuda a potencializar a nossa inteligência emocional e melhorar a nossa relação com os demais, melhorando, assim, a nossa qualidade de vida.

Além disso, por meio da música, não apenas comunicamos e expressamos diferentes estados de humor, mas também os criamos porque, muitas vezes, a música expressa aquilo que não conseguimos dizer com palavras.