Como identificar a intolerância alimentar de forma precoce

7 de março de 2017

A vida de nossos filhos é a coisa mais importante para nós. Portanto, temos de estar atentos a todos os detalhes e ser cautelosas. Por isso, detectar a intolerância alimentar de forma precoce é importante para o bem-estar dos nossos filhos.

Aqui nesse post vamos oferecer uma série de fatores importantes para que você possa detectar rapidamente se o seu bebê tem algum tipo de problema relacionado à intolerância ou alergia a determinados produtos ou substâncias.

No entanto, as intolerâncias alimentares e demais alergias podem aparecer a qualquer momento de nossas vidas, ninguém está livre de sofrer desta condição. De qualquer forma, isso não tem por que ser um empecilho para que os nossos filhos sejam felizes e vivam saudáveis. Por isso, é importante identificar as intolerâncias precocemente caso existam.

Elementos para detectar a intolerância alimentar de forma precoce

Sem mais enrolações, vamos agora conhecer os detalhes para poder identificar a intolerância alimentar mais cedo e conseguir que as nossas crianças vivam saudáveis e felizes. Desta forma, podemos lhes oferecer a melhor alimentação e até mesmo curar a doença se identificar com antecedência.

Lembre-se de que não estar atenta aos detalhes, aos problemas de pele, de crescimento e até mesmo aos digestivos, podem tornar a situação crônica. Por isso, é fundamental não perder o foco e agir rapidamente para melhorar a saúde dos nossos amados filhos.

  • Estudos hereditários. Um dos segredos para a identificação precoce de alergias ou intolerâncias é a hereditariedade. É importante estudar o histórico da criança e verificar se existem familiares com esses problemas para chegar a um diagnóstico melhor e mais preciso.
  • Problemas digestivos: Não é estranho que um bebê tenha problemas digestivos. Afinal, os seus corpos ainda estão em desenvolvimento e ainda não atingiram o seu ponto de maturação ideal. No entanto, se notamos com certa frequência alguns sintomas como diarreia, digestões excessivamente pesadas, dor de estômago, gases ou constipação, não seria uma má ideia consultar um especialista. Estes sintomas são muito comuns depois de ingerir determinados produtos ou substâncias em particular.
  • Observe a pigmentação da pele: Você sempre deve observar cuidadosamente a coloração e a condição da pele dos nossos bebês. Se forem detectadas irregularidades atípicas, poderíamos estar diante de um problema de intolerância alimentar. Não há razões para ter certeza de nada, mas nunca é demais consultar o seu médico.
  • Certos tipos de dor: Há uma espécie de dor no corpo que pode ser característica de uma intolerância alimentar. Neste caso, tanto a barriga como a cabeça e as pernas costumam sofrer bastante com esse tipo de problema. Então, se observar esse tipo de sintoma no seu filho, corra ao médico.
  • Crescimento inadequado: Entre os muitos motivos pelo qual o nosso filho não cresce ou não ganhe peso é a intolerância alimentar. Se acharmos que a criança não cresce como deveria e por mais que coma a balança não muda, poderíamos estar diante deste problema.

Outras informações interessantes sobre a intolerância alimentar

Seu o seu filho apresentar algum destes sintomas não quer dizer que esteja sofrendo de uma intolerância alimentar. Ainda assim, não há dúvida de que há um problema em sua saúde e que caberá ao médico identificá-lo. De qualquer maneira, se todos os sintomas ocorrerem de maneira simultânea, aumentam muito as possibilidades de que seja de fato o caso de uma intolerância alimentar.

Além disso, esses sintomas não são exclusivos para as crianças. Você também pode estar desenvolvendo uma intolerância alimentar em algum momento da sua vida. Ou que estava latente e ainda não tinha sido descoberta.

De qualquer forma, o fato de ter uma intolerância alimentar não significa que seu filho vai ter má qualidade de vida. Felizmente, hoje em dia há uma série de produtos para que todas as pessoas possam ter uma alimentação adequada.

Qualquer que seja o seu problema, intolerância ou alergia alimentar de glúten, lactose ou frutose, o número de produtos no mercado voltados a este tipo de pessoa é enorme. Por isso, é possível levar uma vida completamente normal.

Se você estiver com alguma dúvida, lembre-se da importância de identificar precocemente a intolerância alimentar a fim de proporcionar ao seu filho uma vida plena e feliz. Além disso, se for diagnosticada a tempo, poderia até ser curada.