A importância da Vitamina D para as crianças

31 de maio de 2017

Seu bebê cresce constantemente, tanto no âmbito físico como no cognitivo. Por isso, neste artigo vamos informar as mamães sobre a importância da vitamina D para o organismo das crianças.

A vitamina D é essencial para a saúde e o desenvolvimento completo das crianças

A vitamina D é uma fonte de nutriente que vai ajudar o corpo a absorver minerais diferentes e importantes, sendo o cálcio um dos mais essenciais.  Pois essa vitamina fortalece os dentes assim como os ossos.

Ela atua como um hormônio que possui diferentes funções, promovendo especialmente o correto funcionamento dos vasos sanguíneos e do cérebro.  Além disso, é uma excelente coadjuvante à saúde do coração, ao sistema imunológico e, sobretudo, ao aparelho respiratório.

É significativo ter em mente que nossos organismos produzem a própria vitamina D de forma natural. Isso acontece sempre e quando estamos em contato frequente e de forma saudável com o sol, ao ar livre.

Por que é essencial consumir essa vitamina sob supervisão médica?

Esse tipo de provitamina exerce um papel essencial na garantia do bom desenvolvimento do sistema nervoso e da estrutura óssea do corpo.

Existe uma quantidade específica de vitamina D que é ideal para o ser humano. Ela pode ser obtida de forma natural, nos alimentos, ou artificial, em forma de suplementos. Mas você deve levar em consideração as recomendações do pediatra antes de começar a dar essa vitamina ao bebê, pois há fatores importantes que podem prejudicar a qualidade de vida do seu filho. Veja alguns deles a seguir:

  • A deficiência de vitamina D pode provocar diarreia, doenças renais e hepáticas.
  • A diminuição da mineralização óssea, provocando a fragilidade dos ossos.
  • Raquitismo nas crianças
  • Câncer de pele por excesso de exposição do bebê ao sol, entre outros.

Alimentos que são fonte de vitamina D

vitamina D

Existem diversos alimentos deliciosos nos quais a vitamina D é um importante componente. Alguns deles são:

  • Iogurte
  • Peixes
  • Suco de laranja
  • Leite
  • Cereais
  • Queijos
  • Ovos (gema)
  • Entre outros

Seu bebê vai se sentir muito bem depois de consumir esses alimentos tão nutritivos!

Cada alimento possui uma quantidade diferente de vitamina D. As quantidades de vitamina indicadas devem ser proporcionais à idade das crianças.

Conhecendo mais o tema

vitamina D

Com certeza alguma vez você já se perguntou o quê são as vitaminas, na realidade. A resposta é que elas são minerais ou substâncias encontradas nos alimentos que permitem o desenvolvimento e o crescimento do corpo. Realizando as atividades particulares que cada uma exerce, tais como:

  • A vitamina D do leite ajuda a desenvolver os dentes e os ossos. Ela está presente nos cereais, nos peixes, no fígado e nos ovos. É por esse motivo que esses alimentos não devem faltar no dia a dia dos nossos pequenos.
  • O leite, o fígado, as verduras, as frutas alaranjadas e as verduras de folha escura possuem altos níveis de vitamina A. A cenoura em particular possui a propriedade de melhorar significativamente a visão noturna.
  • A vitamina C colabora no processo de cicatrização. Ela pode ser encontrada nas frutas cítricas, nas pimentas vermelhas, no brócolis e no kiwi.
  • Para produzir mais energia é preciso consumir vitamina B. Os grãos, as carnes, os ovos, os mariscos, os peixes e os cereais integrais são excelentes opções para garantir as doses necessárias, principalmente para as crianças.

Luz do sol

A natureza é uma grande fonte de benefícios aos seres humanos e a luz do sol é um deles.  É por esse motivo que os médicos recomendam aos pais expor os recém-nascidos ao sol de 20 a 30 minutos por dia.  Essa luz não deve ser necessariamente direta. Os horários de exposição recomendados são, geralmente, das 07h às 10h da manhã, e das 16h às 18h da tarde.

Claro que essas informações são relativas, já que podem variam de acordo com o tom de pele específico de cada bebê. Os bebês com menos de 6 meses não deveriam ser expostos diretamente à luz solar porque essa exposição pode ser prejudicial à pele tão delicada que ainda possuem. Nessa idade as crianças recebem a dose necessária de vitamina D por meio do leite materno.

Tanto crianças como adultos correm o risco de sofrer um déficit de vitamina D. Para evitar essa deficiência, uma dieta saudável, sem dúvidas, é essencial.