Infecções urinárias na gravidez: sintomas, tratamento e prevenção

15 de dezembro de 2017

As infecções urinárias durante a gravidez devem ser devidamente tratadas pelo médico, afim de evitar problemas não só para a mãe como também para o futuro bebê.

Essas infecções são bastante comuns durante a gravidez e devem ser tratadas com muita atenção. É fundamental poder contar com uma informação adequada sobre as causas da sua origem. Ocorre o mesmo com seu tratamento e sua sintomatologia.

Essas infecções, que por si só são frequentes, ocorrem com mais frequência ainda no período da gravidez. De fato, as possibilidades de contraí-las se duplicam nessa fase. É importante tratar a questão através do controle feito por um médico especialista. Não fazendo isso podem surgir problemas de saúde, tanto para a mãe quanto para o bebê que vai nascer.

Sintomas das infecções urinárias na gravidez

Os sintomas das infecções urinárias dependem de onde elas se originam.

Infecções na bexiga

Quando a infecção ocorre na bexiga, se denomina cistite. Entre seus sintomas mais clássicos podemos ressaltar ardência ou queimação ao urinar. Da mesma maneira surge a disúria, que é a dor ao urinar. Outro sintoma muito frequente é a permanente necessidade de urinar, inclusive quando a bexiga já está vazia. A essa situação chamamos de polaciúria. Esse é um sintoma extremamente incômodo para a gestante.

A mulher também pode sentir dor ou um certo incômodo na parte baixa da pélvis. Um dos sintomas nas infecções urinárias durante a gravidez que mais preocupam a grávida é a presença de sinais de sangue ou pus na urina. Isso leva o nome de hematúria. Ainda pode apresentar coloração turva e um cheiro desagradável.

Las infecciones de orina en el embarazo deben ser tratadas por un especialista.

Infecções nos rins

Existem ocasiões em que a infecção se desenvolve nos rins. Nesses casos, podemos observar os seguintes sintomas:

  • Febre e calafrios.
  • Dores nas costas, náuseas seguidas de vômitos, fraqueza e cansaço.

Qual é a causa da infecções urinárias na gravidez?

Durante a gravidez, o corpo da mulher sofre diversas mudanças. Essas mudanças na anatomia e na fisiologia afetam as vias urinárias e são desencadeantes dessas infecções.

Por outro lado, os micro-organismos que geram as infecções de urina são as bactérias, os vírus, os fungos e os parasitas. Na sua grande maioria, são provocadas pela escherichia coli, uma bactéria bastante comum nesses casos.

A idade da mãe também vem a ser um fator importante para as infecções urinárias na gravidez. Quanto mais idade a mulher tiver, maior será o risco de infecção. Além disso, as mulheres que já sofreram de infecções anteriormente durante a gravidez, são mais propensas a padecer novamente.

Como tratar das infecções urinárias na gravidez?

Os antibióticos são um tratamento por excelência nos casos das infecções urinárias. Eles devem ser tomados por um período de 7 dias. Se as infecções forem repetitivas, não se deve descartar que o médico indique um tratamento mais duradouro. Ele poderá se prolongar até mesmo a hora do parto.

“A automedicação comporta um risco elevado que deve ser evitado. Pode derivar num processo que tornaria ainda mais resistentes as bactérias que produzem a infecção, em vez de acabar com ela. Se isso acontecer, a cura da infecção será ainda mais complexa”

O tratamento das infecções urinárias na gravidez deve ser acompanhado de uma ingestão suficiente de líquidos. A finalidade é urinar várias vezes ao dia e facilitar a expulsão das bactérias. Também devem ser descartadas as comidas apimentadas.

Por último, deve-se manter uma boa higiene na região infectada para evitar a reprodução das bactérias.

 Beber mucha agua ayuda a prevenir las infecciones urinarias durante el embarazo.

Prevenção

Algumas ações podem prevenir as infecções urinárias durante a gravidez:

  • É recomendável o uso de roupa folgada. Essas roupas devem ser preferencialmente de algodão, evitando-se os materiais sintéticos.
  • Depois de defecar, a limpeza deve ser feita da frente para trás. Dessa maneira se evita que as fezes entrem em contato com a uretra e provoquem infecções.
  • Beber pelo menos 8 copos de água por dia.
  • A umidade é o paraíso das bactérias. Por isso, é bom manter  a região infectada o mais seca possível. A roupa de banho em um dia de praia ou piscina, não deve ser usada por muito tempo após sair da água.
  • Não se deve segurar a vontade de urinar.

E claro, diante da suspeita de estar com uma infecção urinária durante o período de gravidez, não hesite em procurar seu médico. Ele saberá tratar seu caso de maneira conveniente, para que não afete nem a você nem ao seu bebê.