Como evitar a retenção de líquidos durante a gravidez

· 9 de fevereiro de 2017

Neste artigo vamos falar sobre como evitar a retenção de líquidos durante a gravidez e aprender a lidar com esse problema.

Durante a doce espera muitas coisas mudam no corpo da mulher. A barriga cresce, o quadril fica mais largo e, até o terceiro trimestre, é possível sofrer com o inchaço em algumas partes do corpo. Esse último fator, sem dúvidas, gera sensações de mal-estar.

A retenção de líquidos no período de gestação é um fenômeno também conhecido como edema.

Um edema não é nada além de uma acumulação de líquidos nos tecidos, que, geralmente, se manifesta pelo inchaço dos pés e dos tornozelos. Além disso, também é possível sentir indisposição, fadiga e cansaço persistente que provocam grandes desconfortos para as grávidas.

Os efeitos da retenção de líquido são sentidos com mais intensidade ao final do dia.

Esses sintomas costumam aparecer com maior frequência a partir do quinto ou sexto mês de gravidez. Normalmente, nos dias posteriores ao parto, eles se acentuam. Isso acontece porque parte do peso que uma grávida ganha na fase final é líquido.

A retenção de líquidos durante a gravidez é considerada pelos especialistas uma manifestação normal dessa fase. Não é um motivo de preocupações, apesar de ser imprescindível estar sempre atenta ao que acontece no nosso corpo.

O inchaço das pernas e dos tornozelos costuma desaparecer quando obedecemos a recomendação do repouso. Mas, em alguns casos, esse inchaço pode aparecer no rosto e nas mãos.

Se este for seu caso, é preciso dar a devida atenção e consultar imediatamente seu ginecologista. Pois, este é um dos sinais da pré-eclâmpsia, uma das doenças mais comuns na gravidez.

Como evitar a retenção de líquidos durante a gravidez

retenção de líquidos

As causas da retenção de líquidos durante a gravidez podem variar de acordo com cada mulher.

O importante é acumular a maior quantidade de informações possíveis. Isto é, saber quais são as causas a fim de combater os efeitos. A seguir descrevemos alguns dos principais causadores:

  • Mudanças hormonais: durante a gravidez ocorre um desequilíbrio hormonal no organismo. Isso favorece a retenção de líquidos. Ocorre um aumento no nível de progesterona no sangue, o que faz com que os vasos sanguíneos vertam mais líquidos nos tecidos.
  • Condições ambientais: o calor ou a umidade excessiva podem fazer com que uma pessoa retenha mais líquidos no corpo. Ainda mais se estiver grávida.
  • Atividades físicas: ficar muito tempo em pé ou muito tempo sentada no trabalho ou em longas viagens pode causar maior retenção de líquidos.
  • Consumo de sal e sódio: o consumo de alimentos com alto teor de sal e sódio também causam a retenção de líquidos no corpo e o posterior inchaço das extremidades inferiores.
  • Roupas e calçados inapropriados: usar roupas muito justas, assim como sapatos de salto muito alto costumam produzir sensações de fadiga e de pressão nas pernas e nos pés.
  • Medicamentos: alguns fármacos como anti-hipertensivos e antidepressivos podem estimular o aparecimentos de edemas.
  • Fatores orgânicos: se você sofre de algum transtorno renal ou cardíaco é possível experimentar com mais frequência a retenção de líquidos.

Nesses casos, é especialmente recomendável manter seu médico informado sobre a manifestação dos sintomas.

Como evitar a retenção de líquidos

retenção de líquidos

  • Fazer exercícios moderadamente. Caminhadas diárias e curtas ou nadar melhoram notavelmente a circulação sanguínea.
  • Controle seu peso. Evite estar com sobrepeso. Consuma alimentos saudáveis e balanceados. Elimine da sua dieta os lanches salgados e todas aquelas coisas que são muito industrializadas.
  • Consuma alimentos ricos em potássio e com pouco sal. Alimentos como a banana, o espinafre, o abacaxi e a abobrinha contribuem para a eliminação de líquidos do corpo por meio da urina. Os legumes e as verduras não devem faltar na dieta de uma grávida.
  • Roupas e calçados confortáveis. O mais apropriado é vestir roupas largas e calçar sapatos confortáveis.
  • Beba água. Tomar a quantidade de água recomendada pelo seu médico é uma das melhores coisas que você pode fazer, pois isso ajuda a eliminar as toxinas do corpo. Manter-se hidratada durante a gravidez é fundamental.
  • Peça para seu companheiro fazer massagem nas regiões em que se manifesta a retenção de líquidos. Passar cremes ou um gel realizando movimentos suaves vai aliviar a sensação de incômodo nas pernas, nos tornozelos e nos pés. Além disso, também vai contribuir para a eliminação dos líquidos.
  • Coloque suas pernas para cima. Deitar na cama com as pernas elevadas e apoiadas na parede é uma solução para diminuir os incômodos dos edemas. O ideal é fazer esse simples procedimento durante quinze ou vinte minutos.

Siga essas dicas e você vai dizer adeus ao inchaço extremo.