Invaginação intestinal em crianças: sintomas, causas e tratamento

· 6 de fevereiro de 2019
A invaginação intestinal em crianças é a forma mais comum de obstrução intestinal em lactentes. O tratamento em tempo hábil pode fazer a diferença para um resultado clínico positivo. Sem dúvida, aprender sobre o assunto pode te ajudar a agir a tempo.

A invaginação intestinal em crianças também é conhecida com o nome de intussuscepção e ocorre em crianças entre 3 meses e 3 anos de idade. É uma emergência médica caracterizada por uma obstrução intestinal na qual uma parte do intestino se dobra e entra nele mesmo.

Essa condição também é conhecida como efeito telescópico, devido ao mecanismo de dobra que apresenta. Geralmente, acontece no cólon, no intestino delgado ou na parte que fica entre os dois. O tratamento precoce é essencial para evitar complicações. Portanto, aprender sobre o assunto pode fazer a diferença.

Sintomas da invaginação intestinal em crianças

Sem dúvida, o primeiro sinal de que uma invaginação intestinal está acontecendo nas crianças é o choro forte e repentino do bebê. A dor pode ser intermitente, na forma de uma cólica que aumenta cada vez que aparece, e depois se prolonga por mais tempo.

Embora os sintomas possam variar de caso para caso, os sinais mais frequentes dessa condição geralmente são:

  • Flexão dos joelhos, levados em direção ao peito, se contorcendo enquanto o bebê chora.
  • Fezes com sangue e com aparência de muco, semelhantes a geleia ou gelatina.
  • Febre, letargia, palidez, vômito da bile, desidratação, sudorese, entre outros.
  • Em algumas ocasiões, é possível perceber um nódulo e até mesmo uma distensão na região do abdômen.

Com o aparecimento repentino desses sintomas, é essencial ir ao médico ou ao pediatra para uma avaliação médica minuciosa.

Em geral, isso é feito através de um raio-X, um enema com ar ou por meio de contraste ou um ultrassom. O tratamento nas primeiras 24 horas geralmente é positivo.

 Sintomas da invaginação intestinal em crianças 

Formas de tratar a invaginação intestinal em crianças

Uma vez que o médico tiver feito o diagnóstico, a primeira medida é administrar fluidos por via intravenosa para evitar a desidratação. Posteriormente, o tratamento pode consistir em:

Utilização de um enema

Um grande número de médicos inicia o tratamento utilizando um enema de bário. Isso consiste em colocar um pequeno tubo no reto da criança para introduzir o ar através do dispositivo.

O ar fornecido pode levar o intestino à sua posição inicial. No entanto, em casos de infecção, esse método pode não ser eficiente.

Cirurgia

É utilizada quando a criança está em um estado de saúde muito delicado para se submeter a outros procedimentos.

Para fazer isso, um corte é feito no abdômen, a área da invaginação é localizada e então ela é levada de volta para o seu lugar. Em caso de tecido morto, ele é removido e unido imediatamente por sutura.

Deve-se notar que a invaginação intestinal em crianças é um distúrbio que coloca a sua vida em risco. Por essa razão, recomenda-se ir a um centro médico imediatamente após o aparecimento do primeiro sintoma. Dessa forma, a eficácia do tratamento aumenta, bem como a rápida recuperação da criança.

“Com o aparecimento repentino dos primeiros sintomas, é essencial ir ao médico ou ao pediatra para uma avaliação médica minuciosa”

Quais são as causas da invaginação intestinal em crianças?

A invaginação intestinal em crianças pode ser produzida por causas ainda desconhecidas. No entanto, uma doença viral, pólipos ou uma inflamação dos gânglios linfáticos localizados na cavidade abdominal podem ser fatores de risco.

É um distúrbio que pode aparecer em qualquer idade. No entanto, a maioria dos casos acontece em bebês. Além disso, sua incidência é maior no sexo masculino.

 Quais são as causas da invaginação intestinal em crianças

Consequências

A invaginação intestinal em crianças ocorre quando o intestino desliza para dentro dele mesmo. E essa condição pode trazer consequências tais como:

  • Irritação e inflamação.
  • Redução do fluxo sanguíneo, levando à morte do tecido.
  • Interrupção da passagem de alimentos.
  • Sangramento excessivo.
  • Perfuração que pode causar infecções, desidratação e choque de forma repentina.

Nos casos em que esse distúrbio não é tratado a tempo, o resultado pode ser fatal. Outro aspecto de grande importância é que geralmente é recorrente, portanto exames frequentes são recomendados.

Em resumo, a invaginação intestinal em crianças é um distúrbio que ocorre quando o intestino desliza para um segmento adjacente e manifesta sintomas que merecem atenção imediata. Os riscos de sofrer dessa condição ocorrem quando já houve um episódio anterior e quando há antecedentes familiares.

  • ANDRADE, G. S., FORTES, J. F., & RODRIGUES, S. (1952). Sôbre um caso de invaginação intestinal aguda em lactente. Medicina, Cirurgia, Farmácia. https://doi.org/10.1002/acr.22669