Meu filho não quer interagir com os colegas

· 21 de maio de 2018
Você pode fazer muito pelo seu filho se ele não quer interagir com os colegas. A seguir, vamos dar algumas sugestões práticas para tirar seu filho dessa incômoda situação.

Se seu filho tem dificuldades para fazer amizades, você pode ajudá-lo a desenvolver habilidades para interagir com outras pessoas de maneira adequada. Assim, você não terá mais que dizer: “Meu filho não quer interagir com os colegas”.

4 maneiras de ajudar uma criança a interagir com os colegas

Você pode começar fazendo seu filho se sentir confortável com os colegas, sem obrigá-lo a agir contra sua vontade. Então, você deve ser o modelo ao manter boas relações com seus amigos.

Além disso, ao conversar sempre olhe nos olhos do seu filho. Você deve mostrar empatia e se colocar no lugar dele. Com base nesses dois aspectos fundamentais, vamos recomendar algumas outras condutas que podem ajudar.

Fazer uma tarde de brincadeiras em casa

É muito provável que seu filho se sinta motivado a interagir com outras crianças em casa. É um ambiente familiar, onde ele vai se sentir confortável e confiante.

Convidar poucas crianças para atividades sociais

Se você está pensando em fazer uma festa no parque, por exemplo, o mais adequado é convidar poucas crianças. Dessa forma, seu filho não vai se sentir intimidado nem pressionado a conversar com tantas crianças de uma vez só.

Não pressionar demais

Obrigar seu filho a fazer coisas que ele não quer não vai ajudar em nada. Tente dar preferência a atividades que a criança goste. Ou você também pode incentivá-la a escolher.

Incentivar a participar de atividades recreativas

Essas atividades são boas oportunidades para seu filho interagir com outras crianças da mesma idade. Pode ser por meio de atividades esportivas ou em uma escola de dança ou música, por exemplo.

“Quando conversar com as crianças, olhe nos olhos delas. Você deve mostrar empatia e se colocar no lugar dos pequenos”

O que fazer se meu filho já for adolescente? 

Ter boas amizades proporciona a um adolescente muitos benefícios no futuro. Por essa razão, incentive seu filho a interagir com os colegas.

Você deve manter uma boa comunicação com seu filho e fazer algumas perguntas para tentar descobrir qual é o motivo que o impede de fazer amigos. Incentive-o a propor ideias para melhorar suas relações pessoais.

Paralelamente, ajude-o a colocar em prática essas ideias. Faça o papel dos colegas numa simulação e ensaiem várias situações até que seu filho consiga manter uma conversa fluida e amigável. Facilite as coisas oferecendo para levar todos juntos a eventos sociais ou atividades extracurriculares.

Fazer amizade com os pais dos colegas do seu filho e participar das atividades escolares também pode ser positivo. Isso proporciona a chance de conversar com alguns deles e, inclusive, fazer parte de novos grupos de pessoas da sua idade.

Por que meu filho não quer interagir com os colegas?

Algumas crianças podem se sentir inibidas ao expressar suas opiniões e menosprezar a importância de seus sentimentos e necessidades. Dessa forma, elas preferem se adaptar aos desejos e às opiniões de outras crianças, que rapidamente percebem a insegurança delas.

Outro motivo é o fato de que podem se sentir pouco respeitadas ou ter autoestima baixa. Isso afeta significativamente a imagem que têm de si mesmas.

Alguns problemas de aprendizagem e de atenção também podem contribuir para que a criança não queira interagir com os colegas. Paralelamente, os transtornos da linguagem impedem de encontrar as palavras adequadas e expressá-las corretamente.

Por outro lado, isso também pode ser causado por alguma dificuldade auditiva que não permite que a criança escute corretamente. Por esse motivo, ela se retrai e não conversa com as outras crianças.

Meu filho não quer interagir com os colegas: como isso o afeta

Não conseguir manter uma amizade com os colegas repercute de maneira negativa em algumas crianças e jovens. Eles podem ter a autoestima prejudicada, perder confiança em si mesmos e evitar participar de novas atividades.

Também podem se sentir muito tristes, pois pensam que ninguém pode ajudá-los a mudar a situação e sentem que não conseguem controlar os próprios sentimentos.

Ajuda de profissionais no assunto

Você também pode procurar especialistas que oferecem conselhos práticos em sites da internet ou livros. Assim, você vai obter as informações necessárias para ajudar seu filho a desenvolver e fortalecer habilidades sociais, além de se tornar mais forte emocionalmente.

Os professores da escola podem ser muito úteis, principalmente se você expuser a situação claramente. Você pode dizer alguma coisa como “Meu filho não quer interagir com os colegas. O que podemos fazer para tentar mudar essa situação em conjunto?”.

Assim, a escola também poderá tomar algumas medidas. Por exemplo, tentar incluir a criança em algum grupo ou estimular sua integração com colegas mais sociáveis e dispostos a aceitar novos amigos.

Com as sugestões desse artigo, seu filho vai começar a socializar de maneira menos traumática para ele. Assim, a frase “Meu filho não quer interagir com os colegas” vai deixar de ser o tema e a preocupação do dia.