Meu irmão tem necessidades especiais

· 27 de março de 2019
Ter um irmão com necessidades especiais pode representar um desafio para a convivência familiar. Aprenda como você pode lidar com esse desafio e como os pais podem ajudar.

Ter um irmão com necessidades especiais não precisa influenciar o dia a dia da família inteira, embora isso torne necessário mudar certas rotinas, bem como estabelecer outras. É por isso que você pode experimentar sentimentos e sensações difíceis de entender.

Como a criança pode se sentir?

Existem muitas preocupações e frustrações que você pode sentir se o seu irmão ou irmã tiver necessidades especiais. Talvez você possa se identificar com algumas destas:

Medo e ansiedade

Pode ser difícil entender as razões pelas quais o seu irmão é diferente, e isso é normal. O que você precisa fazer é perceber que esse aspecto não é algo negativo: todo mundo é especial por algum motivo.

Por outro lado, o medo pode te sobrecarregar com a incerteza do que vai acontecer com o seu futuro. Você pode até mesmo se preocupar com o dia a dia se a criança tiver complicações de saúde e precisar ficar internada no hospital.

Sentimentos de culpa

Você pode chegar a pensar que você é culpado pela doença do seu irmão. Esses sentimentos são manifestados durante a primeira infância e, posteriormente, na idade adulta. Principalmente quando você precisa sair de casa e deixar seus pais cuidando dele.

É normal que você siga o seu caminho e se torne independente. E isso não significa que você o ame menos ou que seja um irmão ruim. Sempre lhe dê apoio e estenda a sua mão.

Sensação de isolamento, perda e solidão

Esses sentimentos podem ser motivados pela necessidade da atenção dos seus pais, visto que eles precisam dedicar praticamente todo o tempo possível ao seu irmão com necessidades especiais. É importante encontrar o equilíbrio para passar um tempo a sós com eles, pois cada criança é diferente e precisa de atenção.

 Sensação de isolamento, perda e solidão

Sentir vergonha

Você pode ver a sua família como diferente das outras porque tem outras atividades ou rotinas. Mas isso não é nada demais, pois não há duas famílias iguais! Não sinta vergonha da sua porque ela é a coisa mais valiosa que você tem.

O mesmo vale caso você se sinta envergonhado por ter que responder às perguntas de seus colegas e professores da escola sobre o seu irmão. Fale naturalmente.

Maturidade precoce

Você será forçado a amadurecer antes da idade correspondente pelas experiências diárias vividas em casa. Talvez a ausência de um dos pais, as internações frequentes ou os momentos de estresse façam com que você veja as coisas em perspectiva no futuro e saiba como reagir melhor aos contratempos.

Meu irmão tem uma necessidade especial: o que posso fazer?

As sugestões a seguir vão te ajudar a encarar a situação de uma maneira positiva:

O papel dos pais

Em geral, os pais mergulham nas necessidades do filho com necessidades especiais e não parecem querer cuidar do outro irmão.

Você pode aproveitar as oportunidades que seus pais te derem, mesmo que seja por um curto período de tempo. Entenda que isso se deve às circunstâncias e que eles não estão agindo assim com más intenções. Talvez no futuro você possa entender melhor.

A comunicação: um aspecto positivo

Expresse para os seus pais ou para outro parente da sua confiança como a situação em casa te afeta. Reconhecer as suas dúvidas, medos e sentimentos na frente deles vai fazer com que você se sinta melhor. Além disso, eles vão saber como te apoiar, e juntos vocês vão poder chegar a uma solução.

A comunicação: um aspecto positivo

Informe-se sobre a doença

Saber tudo o que diz respeito à doença do seu irmão ou irmã vai te ajudar a entender melhor a sua condição e a se colocar no seu lugar. À medida que você for crescendo, você terá mais condições de oferecer ajuda.

Dedique tempo de qualidade ao seu irmão

Você vai perceber que essa é uma excelente oportunidade para passar um tempo com a família. Mesmo que você não possa fazer isso diretamente com o seu irmão, o fato de ele estar presente vai fazer você se sentir muito bem.

Fique atento às decisões que te afetam

Se você fizer parte das decisões da família sobre o seu irmão, estará atento e ocupado, e vai se sentir mais valorizado. Como resultado, você vai perceber que está contribuindo positivamente para o bem-estar dele.

Aspectos positivos de ter um irmão com necessidades especiais

Alguns estudos de terapeutas mostraram que as crianças que têm irmãos com diversidade funcional não necessariamente precisam desenvolver uma má adaptação. Muito pelo contrário.

Há muitas experiências positivas de pessoas que valorizam ter sido criadas com um irmão com necessidades especiais, pois isso manteve a família unida e permitiu que desenvolvessem qualidades e virtudes especiais. Tais como a empatia, a capacidade de ouvir ou o fato de amadurecer mais rapidamente.

Então, se você tem um irmão com necessidades especiais, apesar de essa situação poder ser muito difícil às vezes, você deve manter uma atitude positiva e perceber que não é nenhum problema. Todas as pessoas são diferentes!