Minha mãe está namorando: como devo agir?

21 Agosto, 2020
Iniciar um novo relacionamento não é nada fácil para uma mulher com filhos. Além disso, em muitos casos, há uma dificuldade a mais: o medo da possível reação das crianças ou dos adolescentes quando descobrirem.

Quando você ficou sabendo, seus olhos se arregalaram e seu queixo caiu. Agora você não sabe como assimilar o fato e até mesmo tem medo de dizer em voz alta: “Minha mãe está namorando”. Qual é o comportamento indicado para esse momento?

Aceitar que sua mãe está apaixonada por outra pessoa não é fácil, sem dúvida. As emoções e os pensamentos se embaralham e você não sabe como administrar tudo o que está sentindo. Então, vamos por partes para tentar entender cada lado dessa situação.

Minha mãe está namorando: colocar as emoções em ordem

Para começar, deve ficar claro que o que está acontecendo com você é perfeitamente normal e que, com um pouco de paciência, tudo vai dar certo. Ninguém vai pedir para você se tornar o melhor amigo do namorado da sua mãe da noite para o dia. É um processo que exige avançar pouco a pouco, sem forçar situações desconfortáveis.

Tome o seu tempo para conhecer o novo namorado da sua mãe. Observe-o, ouça suas opiniões, descubra do que ele gosta e não se apresse em fazer um julgamento prematuro. Quando isso acontece, é mais difícil nos desfazermos dessa ideia preconcebida que criamos da pessoa, e isso nos impede de realmente conhecê-la.

Chegou a hora de trabalhar sua empatia. Sim, sabemos que essa é uma palavra com a qual, às vezes, temos dificuldade de lidar. Na adolescência, o que interessa é que os outros te entendam e tenham empatia com você, não você com os outros.

No entanto, é necessário que, por alguns momentos, você se coloque no lugar da sua mãe para entender como ela se sente. Talvez ela esteja feliz com esse novo relacionamento, mas tenha certeza de que ela também está preocupada com a sua reação e como isso pode te afetar.

Minha mãe está namorando

Ciúme: um obstáculo a ser superado

O ponto anterior nos leva a voltar a atenção ao fato de que o ciúme provavelmente é uma das emoções que você está sentindo no momentoChegou uma nova pessoa que pode ficar com a atenção e o amor da sua mãe. Talvez você esteja pensando que você não é mais importante para ela ou que ela não se importa com o que você sente.

No entanto, você precisa saber que o relacionamento entre mãe e filhos não tem nada a ver com um relacionamento amoroso, mesmo que seja com o pai das crianças. São afetos muito diferentes e, como regra geral, a mãe sempre prioriza o bem-estar dos filhos, ou seja, o seu, quando se trata de um novo namorado.

Ela merece! Pense que é muito saudável que todos os membros da família tenham uma vida independente e feliz. Da mesma maneira que você reivindica seu espaço e pede para que seus relacionamentos sejam respeitados, sua mãe também precisa disso.

Amanhã você vai sair de casa e o grande problema “minha mãe está em um novo relacionamento” vai se tornar um pequeno detalhe para você e uma grande mudança na vida dela. Confie nela! Se ela tomou a decisão de estar com outra pessoa e compartilhou isso com você, é porque ela tem certeza de que essa pessoa agrega valor à sua vida.

É lógico que uma nova situação como essa pode causar insegurança. Aproxime-se da sua mãe e diga como você se sente. Comunique-se! Certamente, ela vai ficar feliz em te ouvir e vai procurar uma maneira de fazer você se sentir mais confortável com essa mudança.

Minha mãe está namorando: como devo me comportar?

  • Seja o mais natural possível e pense que também não é fácil para a outra pessoa. O novo namorado não sabe se você vai aceitá-lo ou o que fazer para se aproximar de você.
  • Aprenda a ser cordial. Você não precisa ter uma longa conversa com ele, mas cumprimente-o e responda às perguntas dele. Assim, você poderá ver como o relacionamento vai fluir.
Minha mãe está namorando

  • Se você se sentir à vontade, tente encontrar alguma conexão com o namorado da sua mãe. Talvez vocês gostem de algo em comum ou tenham interesses semelhantes. Essa pode ser uma boa maneira para vocês se conhecerem.
  • Você não precisa chamá-lo de pai ou de padrasto. Simplesmente, chame-o pelo nome dele. Lembre-se de que ele não veio para substituir nada nem ninguém: nem o amor da sua mãe, nem a figura do seu pai.

“Ninguém vai pedir para você se tornar o melhor amigo dele da noite para o dia. É um processo que exige avançar pouco a pouco, sem forçar situações desconfortáveis​​”.

Respire, esteja aberto para conhecê-lo e entenda que sua mãe merece uma segunda chance. Lembre-se de que, para ela, o seu bem-estar é primordial. Ou seja, ela está disposta a te ouvir e procurar alternativas.

Por fim, aceite que, se os seus pais se separaram, é porque eles tinham muita certeza disso e provavelmente não vão ficar juntos novamente. Então, por que não tentar ser feliz cada um no seu canto?