Música para dormir melhor durante a gravidez

· 7 de setembro de 2018
Neste artigo, vamos apresentar quais são as melhores opções musicais para relaxar, conseguir conciliar o sono e ter um descanso de qualidade.

A música nos faz viajar. Em questão de segundos, pode nos fazer voar para um dos momentos mais felizes e íntimos de nossas vidas. Como, por exemplo, a canção de amor que te dedicaram, o hit do verão que você dançou até cansar em sua juventude ou a melodia sutil que sua mãe cantava para que você dormisse.

As asas da música são poderosos e podem fazer vibrar cada fibra de sua pele. Da mesma forma, elas também podem agitar o bebê que você está carregando em seu ventre.

A conexão entre uma mãe e seu filho é intensa. Desde as primeiras semanas de gravidez, o bebê começa a ouvir uma voz que deve soar angelical: a sua voz. Durante a semana 14 ou 15, na qual o bebê já desenvolveu os ouvidos, ele começa a perceber os primeiros sons intrauterinos. Depois de, aproximadamente, cinco semanas, ele começa a perceber os primeiros sons provenientes do exterior, dentre eles a música.

A partir da 15ª semana, seu corpo estará mais volumoso e é possível que comecem a aparecer as primeiras dificuldades para dormir. No entanto, cada mulher, através de algum recurso, encontra conforto para poder tirar um cochilo, descansar ou conciliar o sono.

Por exemplo, a maioria das mulheres grávidas, à medida que a gravidez avança, vai mudando de posição para dormir. Mas poucas mães sabem que uma das melhores técnicas para conciliar o sono durante a gravidez é ouvir música.

música para dormir

Conexão através do som

O som nos conecta, sem dúvida. O instinto de mãe convida a maioria das mulheres em todo o mundo a se comunicar com seu bebê. Isso é feito ao conversar com o pequeno e acariciar sua barriga, por exemplo. Isso acontece porque algo nos diz que ele está nos ouvindo e sentindo. Pois, entre ambos, existe uma forma de comunicação maravilhosa e única.

Esse instinto não te leva a tomar medidas aleatórias. A conexão entre você e seu filho não existe apenas fisicamente porque, durante a gravidez, vocês também estão muito unidos emocionalmente. O bebê sente o mesmo que você.

Você verá, a partir do terceiro mês em que o bebê está no útero que ele percebe quando o seu coração bate e escuta perfeitamente a sua voz sempre você tosse e respira. Mas, além de todos estes sons, ele reconhece quando você está nervosa, ansiosa, calma ou em repouso.

E há detalhes impressionantes! Por exemplo, se algum ruído é irritante pra você, também irá incomodar seu bebê. Na verdade, há estudos científicos que mostram que depois de um ano de idade, a criança continua a reconhecer os sons que ouvia enquanto estava dentro do útero.

música para dormir

Ouvir música com o bebê: momento de união

Ouvir música é benéfico para você e seu bebê. Essa ideia não se trata de uma crença, é um fato cientificamente comprovado. Ao ouvir música clássica, as crianças exercitam neurônios corticais e fortalecem os circuitos utilizados para a matemática. De acordo com uma pesquisa de Gordon Shaw, um neurobiólogo da Universidade Irvine, na Califórnia, a música estimula os padrões cerebrais inerentes e reforça as tarefas de raciocínio complexo.

Expoentes da música clássica, como o grande Wolfgang Amadeus Mozart ou o virtuoso do violino, Antonio Vivaldi, estão entre as melhores opções na hora de te ajudar a dormir.

Essa prática irá beneficiar a ambos. Por um lado, você irá experimentar um sono mais agradável e relaxado. Por outro, o bebê irá exercitar neurônios corticais. Essa atividade vai fortalecer as tarefas de raciocínio complexo e a memória, entre muitos outros benefícios apenas por ouvir uma boa peça de música clássica.