Náusea pode prever o sexo do bebê, de acordo com um estudo

O enjoo matinal pode sugerir o sexo do seu bebê a caminho. Quer saber o que a ciência pensa? Nós Vamos falar sobre isso neste artigo.
Náusea pode prever o sexo do bebê, de acordo com um estudo

Última atualização: 16 abril, 2022

Um dos sintomas mais comuns dos primeiros meses de gravidez é a náusea. Mas aparentemente, embora seja algo irritante, sua intensidade pode estar relacionada ao sexo fetal. De fato, desde a época de Hipócrates, sustenta-se o mito de que quanto maior o desconforto, maior a probabilidade de ter uma menina.

Com base nessa teoria, pesquisadores buscaram verificar uma associação causal entre esses dois fenômenos e hoje compartilhamos com vocês um estudo muito recente sobre o assunto.

No entanto, é importante notar que a confirmação do sexo do bebê durante a gravidez é feita por meio de um ultrassom a partir da 12ª semana ou um teste genético. Então, não se apresse em comprar o enxoval! Mas não perca tudo o que temos para contar.

Náuseas na gravidez e o sexo do bebê

A náusea é um sintoma comum no primeiro trimestre, e muitas mulheres a têm durante a gravidez.

Em geral, esses desconfortos aparecem entre a quarta e a sétima semana após a concepção e respondem às mudanças normais dessa fase. Estima-se que entre 70 e 80% das gestantes sejam acometidas por náuseas no início da gravidez.

Embora a causa específica dessa condição não seja exatamente conhecida, sabe-se que existe uma relação direta entre sua incidência e os níveis de hormônios gestacionais no sangue. Especialmente, da gonadotrofina coriônica humana (hCG), substância secretada pela placenta, responsável por muitas das alterações corporais da futura mãe.

Para a maioria das mulheres, a náusea desaparece entre 12 e 16 semanas de gravidez. No entanto, até 15% das gestantes mantêm esse sintoma até a 20ª semana de gestação ou mesmo até o parto.

Deve-se notar que algumas gestantes nunca são afetadas por esses desconfortos, enquanto outras desenvolvem quadros graves, como a hiperêmese gravídica.

Mas será que é possível explicar essa diferença notável de alguma forma ou isso se deve ao acaso? Em seguida, vamos contar para você.

Sapatinhos de bebê de malha rosa
O sexo do bebê é uma informação fundamental para a gestante. No entanto, é necessário ter cuidado com o método que você usa para descobrir.

A náusea pode prever o sexo do bebê?

Recentemente, foi publicado um estudo científico realizado por especialistas da Universidade de Harvard (Estados Unidos) no qual tentaram estabelecer a relação entre o enjoo matinal e o sexo do bebê. Mais especificamente, se o fato de carregar uma menina se traduziria em um risco aumentado de apresentar essa sintomatologia.

Para isso, os cientistas analisaram os dados obtidos em uma pesquisa com 4320 mães de diferentes partes do mundo. A partir dessas informações, eles concluíram que as mulheres que carregaram uma menina relataram uma maior frequência de náuseas e vômitos matinais, em comparação com aquelas que tiveram um menino.

Isso pode ser explicado pelo fato de que os níveis circulantes de hCG no sangue materno são geralmente mais altos no caso de um feto do sexo feminino. No entanto, essa associação é difícil de determinar porque os níveis desse hormônio variam muito ao longo do primeiro trimestre da gravidez.

Apesar de todas essas hipóteses, os cientistas recomendam não tomar esse sintoma como um preditor infalível do sexo do bebê, já que as únicas maneiras de confirmá-lo durante a gravidez é por meio de ultrassom ou teste genético.

De que outra forma se pode prever o sexo do bebê?

Além da presunção sobre as náuseas, existem outras crenças que associam algumas alterações físicas maternas ao sexo do futuro bebê. Você conhece alguma delas?

Formato da barriga

Acredita-se que se a barriga for redonda, a grávida terá uma menina. Pelo contrário, se adquirir uma forma pontiaguda, será um menino. Antes de mais nada, vale dizer que a morfologia que a barriga da mãe adota é determinada pela textura do seu corpo e não pelo feto.

Desejos

Outra das crenças que existem em torno desse tema é que quando a mãe prefere frutas ou alimentos doces, está grávida de uma menina. Se preferir alimentos salgados ou fritos, está esperando um menino.

Aparência da pele da mãe

Quando você está grávida, as alterações hormonais fazem com que sua pele pareça mais brilhante e macia do que o normal, especialmente quando espera um menino. Pelo contrário, quando o bebê é menina, a carga hormonal é maior e isso favorece o desenvolvimento de acne e manchas no rosto. Deve-se notar que esse fenômeno não é confiável em todos os casos.

Pelos no corpo materno

Muitas gestantes percebem que nessa fase há um aumento de pelos no corpo. Se isso ocorrer, está associado ao aumento da produção de testosterona pelo feto masculino. Pelo contrário, quando se espera uma menina, esse sintoma não é tão acentuado.

Mulher grávida segurando foto de ultrassom bebê
O ultrassom continua sendo um dos únicos métodos confiáveis para descobrir o sexo do bebê antes do nascimento.

A ciência confirma o mito?

Embora as crenças sobre o sexo do bebê possam nos dar uma pista, não podemos confiar completamente nelas. De uma forma ou de outra, é melhor ter calma e aguardar a confirmação do especialista no ultrassom com 12 ou 20 semanas.

Antes de tudo, se você tem dúvidas sobre os sintomas da gravidez, as mudanças em seu corpo e sua possível relação com a saúde do bebê, consulte seu médico e parteira, para que eles possam orientá-la com base em evidências científicas.

Pode interessar a você...
Vômitos e náuseas no período da gravidez
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Vômitos e náuseas no período da gravidez

Entre os principais sintomas da gravidez estão os incômodos vômitos e náuseas.Trata-se de um processo normal, mas incômodo de se lidar.