O brinquedo em cada fase da infância

30 de agosto de 2018
O brinquedo na infância é muito importante para o desenvolvimento da criança. Por isso, deve evoluir de acordo com cada etapa.

Conforme a criança vai crescendo, ela vai precisar de estímulos diferentes. Além disso, o próprio desenvolvimento da criança obriga a mudar o tipo de brinquedo por causa de suas novas habilidades e interesses.

A evolução do tipo de brinquedo tem como objetivo a busca da perfeição em cada atividade que é iniciada. Num primeiro momento, os bebês têm poucas habilidades para brincar.

No entanto, à medida em que vão crescendo, os brinquedos vão ficando mais sofisticados. A criança adapta o tipo de brinquedo à sua etapa de crescimento. Na verdade, ela faz isso automaticamente. Mas é nossa responsabilidade facilitar as ferramentas da sua aprendizagem.

Para poder reconhecer o nível de desenvolvimento em que a criança está, é necessário observar do que ela brinca e como brinca. Esse é o principal indicador da maturidade e da evolução da personalidade. A maneira de brincar surge espontaneamente porque é característico da fase na qual a criança se encontra. Por essa razão, é possível observar como ela muda de interesse em períodos relativamente curtos.

Por outro lado, não há nenhuma idade em particular para começar a brincar. Os bebês brincam desde muito pequenos, embora não nos damos conta. Como dissemos, o tipo de brinquedo é muito relativo à fase de desenvolvimento da criança. Razão pela qual o bebê possui rotinas menos perceptíveis.

Da mesma forma, é possível distinguir os brinquedos do bebê e da criança de acordo com a personalidade de cada um. Ou seja, mesmo entre crianças da mesma idade pode haver diferenças quanto à forma de brincar ou o brinquedo que escolhem. Em outras palavras, existem brinquedos que são classificados para cada etapa da infância, mas o interesse vai depender da personalidade de cada um.

o brinquedo

Como é o brinquedo de acordo com o estágio de desenvolvimento da criança?

Para definir com precisão o estágio de desenvolvimento em que a criança se encontra, você deve deixá-la brincar do seu próprio jeito e também deixar que ela escolha o brinquedo. Uma vez que tenhamos identificado o tipo de brinquedo que é mais adequado naquele momento, podemos ajudar por meio de ferramentas especializadas de acordo com cada fase.

Se você quiser saber mais sobre os brinquedos que as crianças devem brincar de acordo com cada estágio, a seguir mostraremos algumas das habilidades a serem desenvolvidas de acordo com a idade.

O brinquedo que estimula a capacidade motora

O interesse por esse brinquedo se inicia a partir dos primeiros dias de vida e dura até, aproximadamente, os dois anos de idade. Os brinquedos da categoria motora têm como objetivo incentivar movimentos variados para promover as habilidades e o controle do corpo. Nessa fase, a criança gosta de praticar o domínio de objetos.

A criatividade e o simbolismo

As brincadeiras desse tipo surgem aos dois anos e meio até, pelo menos, três anos de idade. Embora a fantasia seja um elemento que se mantém nas brincadeiras das crianças por muito tempo, é nessa fase que a brincadeira simbólica tem sua origem. A imitação de diferentes papéis e a imaginação de uma nova função para os objetos é típico dos três anos. Nessa idade, a criança dá virtudes e funções ilimitadas para a maioria das coisas.
o brinquedo

Construção

Os brinquedos de construção abrangem a fase da vida da criança na qual as principais habilidades estão em crescente desenvolvimento. O interesse por esse tipo de brinquedo começa a aparecer perto dos cinco anos de idade e se mantém até os sete anos mais ou menos. Nesse estágio, as crianças têm maior abrangência mental para criar brincadeiras muito mais complexas que podem durar por horas.

Normas e convivência

A partir dos sete anos de idade, as crianças já desenvolveram a maior parte de suas habilidades físicas e mentais. Mas ainda têm que aperfeiçoar suas habilidades sociais. Portanto, nessa fase os brinquedos são focados na interação social. As crianças nessa idade brincam com regras de convivência. Elas formam grupos com outras crianças com base na interação, imitando adultos. Assim, elas são capazes de iniciar suas ações em esportes ou jogos de tabuleiro.