3 Perguntas comuns na primeira semana de vida do seu bebê

· 13 de março de 2017

Ser mãe de primeira viagem é enfrentar pela primeira vez o desafio mais bonito da vida de uma mulher. Após o parto, e ao chegarmos em casa com nosso filho nos braços experimentamos um sentimento indescritível, repleto de medos, dúvidas e muita emoção.

Mas, é claro, o bebê não vem junto com um manual de instruções. Por essa razão, por acaso você não ficou cheia de dúvidas na primeira semana de vida do seu bebê? Se esse for o caso, não deixe de ler esse artigo que vai responder as 3 dúvidas mais frequentes que provavelmente estão rondando seus pensamentos.

É normal o bebê chorar tanto?

Uma das coisas mais angustiantes pelas quais você pode passar como mãe de primeira viagem é quando seu bebê começa a chorar sem parar. É desesperador porque você não sabe o motivo do choro e, portanto, não tem ideia de como agir.

 

Muitos argumentam que se trata de cólicas, mas na maioria dos casos isso não é verdade. Na realidade, nós desconhecemos os motivos específicos pelos quais os bebês recém-nascidos choram. A verdade é que se trata de um comportamento que acompanha os pequenos nos três primeiros meses de vida, especialmente na primeira semana de vida do bebê.

Alguns pais tentam distrair os pequenos, fazendo caretas ou simulando sons altos para que a criança pare de chorar. Com isso, eles só conseguem fazer com que os pequenos se distraiam por um momento. Logo eles voltam ao estado inicial.

Um motivo para esse choro pode ser a irritação causada pela fralda ou pelo tecido da roupa do bebê. Verifique e troque de fralda se achar necessário. Além disso, passe um pouco de pomada na região da fralda. Se você achar que o problema é a roupa escolha tecidos macios como o algodão.

Com o tempo, você vai conseguir entender a linguagem do seu bebê e o que significa cada momento de choro.

Eu estou alimentando corretamente meu bebê ou estou exagerando?

Saber se a mãe produz leite suficiente para o bebê, assim como se o bebê suga o leite em quantidades adequadas do peito da mãe são duas das perguntas mais frequentes dos pais de primeira viagem.
Para isso, é necessário saber o seguinte: a mãe vai produzir exatamente o leite que o bebê precisa.

O problema de alimentar em excesso seu filho aparece quando você combina o leite materno com a mamadeira. Nesse caso, seu filho não vai sugar somente o que precisa, pois vai ter com a mamadeira como complemento.

O resultado desse excesso pode ser uma obesidade precoce. Nossa recomendação é que você escolha uma das opções: mamadeira ou leite materno. Se você escolher a mamadeira, pergunte ao pediatra sobre a quantidade exata de leite que seu filho deve tomar e não exceda a quantidade recomendada.

É preciso levar em consideração que o leite materno é o alimento mais indicado para nutrir seu bebê. Você deve esperar que o bebê sugue completamente um dos seios, já que a parte final do leite é a mais proteica, para em seguida oferecer o outro se ele quiser mais. Além disso, a quantia final do leite materno contém mais gorduras saudáveis para seu bebê.

É normal o bebê dormir tanto?

primeira semana

É de se esperar que os pais de primeira viagem passem grande parte do tempo assistindo o bebê dormir. E, em algum momento, eles vão se perguntar por que o bebê dorme tanto tempo. Se você é um desses pais deve saber que esse hábito é completamente normal e estritamente necessário, já que o sono proporciona inúmeros benefícios:

  • Economia e ativação das energias
  • Aumento do apetite
  • Amadurecimento e desenvolvimento dos órgãos vitais
  • Crescimento saudável.

Devido a esses motivos você não deve interromper os momentos em que seu bebê estiver dormindo dentro dos horários estabelecidos para isso. É importante que estabeleça horários de sono e somente quando o bebê não acordar quando deveria você pode acordar seu pequeno.

É preciso estabelecer um horário de sono já durante a primeira semana de vida do seu bebê. Ao colocar o recém-nascido no berço é preciso deitá-lo de barriga para cima, sempre depois de o ter feito arrotar.

Temos certeza de que com essas respostas sua primeira semana como mamãe vai ser muito mais simples.