O que acontece se passar da data prevista para o parto?

18 de maio de 2018
O parto pode acontecer depois da data prevista por vários motivos. Mas é normal que você fique preocupada se passar da data prevista pelo médico. Antes de mais nada, você deve conhecer alguns fatores que podem ser a causa desse atraso.

E se passar da data prevista para o parto? Pode ser que você esteja se fazendo essa pergunta agora. E com razão porque esse atraso pode trazer riscos para o bebê. A placenta pode parar de funcionar corretamente, ocasionando a diminuição de oxigênio e nutrientes de que o bebê precisa. Portanto, se passar da data prevista para o parto, podem haver complicações para o bebê.

Mas a verdade é que o atraso do parto acontece com certa frequência. Três de cada dez futuras mamães dão à luz depois da data prevista para o parto. Isso vai depender de muitos fatores.

4 fatores que podem adiar a data prevista para o parto

Os fatores mais comuns que podem causar o adiamento da data prevista para o parto são os seguintes:

Erro de cálculo

Os médicos calculam que a gravidez acontece catorze dias depois da última menstruação. A partir desse cálculo, determinam uma data prevista para o parto. Mas, apesar desse método ser utilizado, são poucas as mulheres que têm um ciclo menstrual de 28 dias. Dessa forma, é mais difícil determinar uma data exata para o nascimento do bebê.

Mães de primeira viagem

Quando se é mãe pela primeira vez, existe a chance de que o parto ocorra após 40 semanas de gestação. As mães de primeira viagem precisam de mais dias de gestação para que o colo do útero fique pronto, pois não houve partos anteriores para prepará-lo.

Estresse e ansiedade

Isso geralmente acontece com mulheres que estão com medo do parto devido a experiências que ouviram de outras mulheres que sofreram com as dores do parto. Por isso, recomenda-se que a mãe fique o mais relaxada possível. Pois esse estado é fundamental para o momento do nascimento do bebê.

Progesterona

Se você teve que tomar progesterona para evitar, por exemplo, um aborto espontâneo, esse fator pode atrasar o momento do parto.

Quais são os riscos se passar da data prevista para o parto?

Alguns dos riscos são os seguintes:

  • Aumento de tamanho e peso do bebê. Isso vai fazer com que o bebê não consiga se encaixar corretamente na pélvis, o que provavelmente vai exigir a realização de uma cesárea.
  • Diminuição do volume de líquido amniótico. Esse é o líquido no qual o feto está imerso. A diminuição do seu volume faz com que o cordão umbilical seja pressionado, envelhecendo a placenta e, portanto, reduzindo o oxigênio e os nutrientes, que são necessários e vitais para o bebê.
  • Sofrimento fetal. Isso acontece quando a frequência cardíaca do bebê não reage normalmente.
  • Contaminação do útero com mecônio. Quando passa mais tempo do que o ideal, o bebê libera seus primeiros excrementos dentro da placenta, eliminando o mecônio (primeiro excremento dos recém-nascidos). Isso contamina o útero e, portanto, o bebê pode aspirar essa substância no momento do parto.
  • Morte do feto. É pouco frequente, mas as chances de acontecer podem aumentar à medida que a gestação passa da 42ª semana.
passar da data prevista para o parto

O que eu devo fazer se passar da data prevista para o parto?

Existem várias complicações que podem acontecer se passar da data prevista para o parto. Assim, depois da 40ª semana, o médico deve realizar o acompanhamento do feto e da mãe para garantir que tudo está bem. A indução do parto, a realização de uma cesárea ou a espera para que o parto ocorra de forma natural, portanto, vai depender do estado de saúde da mãe e do bebê.

Se você está chegando perto da 42ª semana e o médico decidiu induzir o parto, é possível utilizar vários métodos para iniciar o trabalho de parto. Entre eles, temos:

  • Colocar prostaglandinas na vagina, o que vai provocar contrações.
  • Administrar oxitocina. Um medicamento administrado via intravenosa e que pode provocar contrações.

Pode-se dizer ainda que grande parte das mulheres não sabe a data exata da última menstruação. Esse fato dificulta o prognóstico de uma data precisa para o nascimento do bebê. Além disso, nem todas as mulheres têm o ciclo menstrual regular. Da mesma forma, na maioria dos casos não foram realizados uma ultrassonografia no começo da gravidez para definir a provável data do parto.

Portanto, se você chegar na 40ª semana de gestação e ainda não tiver sinais de trabalho de parto, isso quer dizer que o seu parto vai passar da data prevista? Não, ainda não se pode falar que seu parto vai passar da data prevista. É mais provável que essa data tenha sido mal calculada.

Basicamente, o que se faz é um cálculo aproximado. E, apesar dos riscos que se corre se o parto passar da data prevista, a boa notícia é que a maioria dos bebês nascem saudáveis.

Recomendados para você