O que é o método Ferber?

· 1 de março de 2018
O método Ferber propõe que devemos ajudar o bebê a dormir sozinho. Vamos falar sobre as vantagens, as desvantagens e o que fazer para colocá-lo em prática.

Uma das maiores preocupações que os pais têm é que seus filhos tenham problemas para dormir. O método Ferber foi criado por Richard Ferber, fundador do Centro Pediátrico de Transtornos do Sono, no Hospital Infantil de Boston.

Em português, podemos ler sobre esse método no livro “Bom Sono”, de Richar Ferber.

No que consiste o método Ferber?

O método Ferber postula que os bebês devem ter rotinas de sono. Nesta prática, a criança deve aprender a dormir sozinha. E é importante que os pais não tentem acalmá-la no berço, mesmo quando estiver chorando, para que a implementação de seus novos hábitos de sono não seja interrompida.

O método Ferber destaca que os bebês entre os 3 e 5 meses estão física e emocionalmente preparados para começar a dormir sozinhos.

Para começar, recomenda-se que os pais ajudem no início da rotina de sono, dando-lhes um banho relaxante ou massagens antes de levá-los ao berço, por exemplo.

rotinas de sono

Ferber afirmou que seu método é muito eficiente, mas complicado de realizar. Os resultados podem ser observados após poucos dias ou em uma semana, embora o autor reconheça que nem todos os casos são assim.

Em seu livro podem ser encontrados vários conselhos de aplicação do método.

 “Richard Ferber realizou esta pesquisa durante mais de 20 anos. Seu objetivo principal era implementar uma técnica para os transtornos das crianças na hora de dormir

Vantagens e desvantagens do método Ferber

Muitas pessoas consideram o método cruel porque muitos pais realmente não vão até o berço da criança quando ela chora.

Mas outros, por sua vez, consideram que o método é uma prática eficiente para criar hábitos de descanso no bebê.

É difícil determinar qual é a melhor forma de ajudar o bebê a dormir, mas aqui resumimos algumas das vantagens e desvantagens do método:

Vantagens

  • Com o método Ferber é possível fazer com que o bebê descanse mais.
  • A criança adquire o hábito de dormir sozinha desde muito cedo.
  • O bebê não dependerá dos pais na hora de dormir e isso permite que ele fique mais tranquilo.
  • O bebê aprende a se acalmar sozinho, sem precisar de ajuda.

Desvantagens

  • Alguns argumentam que o vínculo entre os pais e o bebê pode ser prejudicado.
  • A autoestima da criança pode ser afetada.

Outras alternativas para fazer com que o bebê durma

O método Ferber é muito questionado pelo stress que pode gerar no bebê quando este chora durante muito tempo em busca de atenção.

O método Ferber consiste deixar que os bebês durmam sozinhos.

Por isso, além de outras razões, os pais escolhem uma alternativa menos rígida para ajudar o bebê a não ter dificuldades para dormir. Estas são outras opções para fazer com que o bebê durma:

  • Brincar e entreter o bebê para que não durma muito durante o dia. Isso ajuda a cansar o bebê e contribui para que possa dormir durante a noite
  • Ao alimentar ou trocar a fralda do bebê durante a noite, é importante não estimulá-lo ou acordá-lo.
  • Se o bebe estiver com sono, é importante deitá-lo no berço mesmo que ainda esteja acordado. Isso fará com que entenda que esse é seu lugar de descanso, e que não deve dormir sempre no colo.
  • Espere alguns minutos antes de conferir por que o bebê está chorando. Você pode ir até lá e ver o que o bebê está sentindo ou o que o está incomodando, mas sem fazer barulho ou acender a luz.
  • Dar banhos com água quente antes de dormir. Isso irá ajudá-lo a relaxar.
  • Ninar e cantar antes de deitá-lo no berço também ajuda. Ao cantar canções de ninar, o organismo do bebê vai liberar oxitocina, que é um hormônio que produz serenidade e bem-estar.

A implementação do método Ferber dependerá dos pais. É evidente que é uma técnica que ajuda a criança a não depender dos pais para dormir, mas também pode ser difícil de aplicar.