O que fazer para acalmar o bebê?

6 de março de 2019
Você perde o controle quando seu bebê entra em um episódio de choro sem fim? Recomendamos que você experimente as seguintes técnicas para acalmar o pequeno e promover o seu relaxamento.

Acalmar o bebê que está chorando pode se tornar uma missão difícil para pais inexperientes. Com o passar do tempo e o aumento do volume de choro do bebê, tanto a perplexidade quanto o nervosismo aumentam. Para ajudá-los a superar essa dificuldade, apresentaremos algumas técnicas para acalmar o bebê.

As razões que causam o choro de um bebê são muito diversas. Talvez a melhor maneira de chegar à raiz do problema seja aprender a reconhecer os diferentes tipos de choro do seu bebê. No entanto, essa é uma habilidade que mães e pais adquirem ao longo do tempo. Enquanto isso, como acalmar o bebê?

Formas de acalmar o bebê

Antes de iniciar a enumeração, é necessário deixar explícito que nem todas as técnicas têm a mesma eficácia para todas as crianças, porque, como você sabe, não existem duas pessoas idênticas.

Por outro lado, você deve saber reconhecer quando seu bebê está reclamando de algo sério e quando ele apenas quer atenção. Se o choro for intenso ou acompanhado por sintomas como febre ou vômito, o principal é recorrer ao pediatra para descartar qualquer problema de saúde.

1. Movimentos

Se você estiver com o bebê em seus braços, caminhe pelo cômodo e faça movimentos leves: o contato e os movimentos irão acalmá-lo pouco a pouco. Se você usar essa técnica junto com sussurros, carinhos e algumas batidinhas de leve nas costas, ele certamente irá se acalmar rapidamente.

Recentemente, viralizou na web um vídeo no qual um pediatra estadunidense acalma um bebê segurando-o em um ângulo de 45°, com uma mão no tórax e outra nas nádegas. Quase como uma solução mágica, os bebês agitados pararam de chorar instantaneamente.

2. Sons

Assim como o contato humano, os bebês se acalmam com facilidade ao ouvir a voz da mãe ou do pai por perto. Isso se deve ao senso mais primitivo de proteção que é ativado neles com a presença de seus pais.

Não são apenas as vozes dos pais que são boas para acalmar o bebê. Certos sons, como o motor do carro em movimento, música ou o som das máquinas de lavar – sim, isso acontece de verdade – podem gerar tranquilidade no pequeno.

3. Massagens

Além de ser uma técnica eficaz para aliviar as dores da cólica nos bebês, uma massagem leve também é uma excelente alternativa quando se trata de parar o choro do bebê.

Através desse contato, os pequenos relaxam e aprendem a conhecer melhor seu corpo. Você pode usar óleos ou cremes para massagens a fim de aumentar seus benefícios e aumentar a sensação de bem-estar nas crianças.

4. Banho

Da mesma forma que acontece com os adultos, a água quente ajuda os bebês a liberarem a tensão e a relaxarem os músculos. Se acompanharmos um banho com carícias e um ambiente tranquilo, o bebê se sentirá muito mais calmo depois.

Se o choro for intenso ou acompanhado de sintomas como febre ou vômito, o principal é recorrer ao pediatra para descartar qualquer problema de saúde.

5. Caminhadas

Bebês gostam de bisbilhotar, olhar em volta e respirar ar fresco. Desde que as condições meteorológicas sejam adequadas e o horário seja apropriado, essa opção pode ser uma ótima maneira de acalmá-lo.

Dicas para quando o bebê chorar

Além das técnicas mencionadas acima, certas orientações sobre o que fazer e o que não fazer quando um bebê chora devem ser consideradas:

  • Os pais devem permanecer calmos. Não é necessário sacudir os bebês, bater neles ou gritar para se acalmarem.
  • De maneira alguma você deverá dar remédios ou alimentos não recomendados pelo pediatra para acalmá-lo.
  • Você não deve oferecer o peito ou a mamadeira como forma de fazê-lo relaxar. Ainda que a sucção tenha esse efeito nas crianças, é um mau hábito que pode fazer com que o bebê peça comida quando não está com fome e, consequentemente, engorde.
  • Também não é conveniente levar o bebê para passear de carro sempre que ele chorar. Mais uma vez, estaríamos gerando um hábito que não seria bom para a vida cotidiana da família.

Por fim, os pais devem saber que o choro é o método de comunicação dos bebês, assim como os sorrisos. Portanto, nem sempre isso significa que algo está errado ou que seu cuidado não é suficiente.

O ideal é ter calma. Após ter certeza de que o bebê não está com fome, sonolento ou com medo, analise seu estado de saúde em busca de possíveis sintomas de algum desconforto.

Se você perceber que está tudo bem, qualquer um dos métodos listados acima pode ser seu grande aliado para o bebê se acalmar. Isso sem contar que também permitirá passar belos momentos de relaxamento com o seu pequenino enquanto vocês se conhecem.

https://www.netsundhedsplejerske.dk/brevkasse/index.php?option=laes&id=7182